Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Grupo de aidéticos vestidos de branco está infectando pessoas em falsos testes de glicemia #boato

Grupo de aidéticos vestidos de branco está infectando pessoas em falsos testes de glicemia #boato

Grupo de aidéticos vestidos de branco está infectando pessoas em falsos testes de glicemia, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – A mando da Baleia Azul, um grupo de aidéticos está vestido de branco fazendo falsos testes de glicemia de casa em casa e infectando as pessoas.

1 – Introdução

A prevenção de muitas doenças acaba, infelizmente, sendo prejudicada com a desinformação. A pandemia e o impacto das fake news contra medidas de proteção são um exemplo disso. E hoje vamos falar de uma história de antes da Covid-19 aparecer.

Tem circulado nos últimos dias mensagens que apontam para algo que estaria acontecendo no “centro da cidade” ou “de casa em casa”: pessoas de branco estariam infectando as pessoas com seringas em um falso teste de glicemia. A mensagem aponta, ainda, que tudo havia sido feito a mando da “Baleia Azul”. Leia o texto que circula online:

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

Pessoal recebi esta nota de um conhecido que trabalha no Posto de saúde na região central..Me pediu para compartilhar…E vcs fazem o mesmo.Obrigado Pessoas vestido de branco vão passar de casa em casa pra medir a taxa Glicêmica dos moradores. Não deixem! É um grupo de aidéticos pra transmitir o vírus. A mando da baleia azul.

O Alerta foi feito hoje pela Polícia Militar, Segue a mensagem: Amigos e populares, a vigilância Sanitária e a PM acabam de informar que um grupo de aidéticos está em várias cidades abordando as pessoas para que elas façam a medição da glicose. Se você for abordado, DENUNCIE ligue 190! Este suposto teste está passando o vírus HIV…

Obs: Eles estão se passando por um grupo de enfermeiros estudantes. CUIDADO! É muito sério isso! Vamos espalhar para outros grupos…

2 – Análise da mensagem

Agora, em 2023, a mensagem está circulando, principalmente, por meio de uma imagem de um suposto cartaz com o alerta. Ela está, prioritariamente, circulando por WhatsApp.

Ao analisar o texto, encontramos muitas características de fake news como o caráter vago (sequer é dita a cidade em questão), o tom alarmista (é preconceituoso), os erros de português e a falta de citação de fontes confiáveis que comprovem a tese.

Vale apontar que não é de hoje que circulam na Internet alertas sobre crimes que ninguém sabe e ninguém viu. Temos alguns exemplos aqui, aqui e aqui.

Para realizar a checagem, resolvemos responder as seguintes perguntas: 1) É verdade que há aidéticos a mando da baleia azul infectando pessoas? 2) O que são as tais pessoas descritas na mensagem? 3) E o “mando da baleia azul”? É real?

3 – Checagem

É verdade que há aidéticos a mando da baleia azul infectando pessoas?

A resposta é não. Na realidade, essa história é uma fake news que desmentimos algumas vezes. Na primeira vez que circulou, ela era uma lenda urbana. Na segunda, de 2019, ganhou o crédito à famigerada Baleia Azul.

Nem a história tem lógica como também apontamos que não havia qualquer fonte confiável que tenha falado de crimes do tipo. Nem na época dos desmentidos tampouco depois.

O que são as tais pessoas medindo glicose? São aidéticos?

É difícil precisar quem seriam as pessoas que são citadas (até porque não há qualquer referência de cidade ou de quando isto ocorreu). Porém, é possível inferir que se tratam de mutirões públicos para medição de glicose. Há relatos reais de hospitais, empresas e universidades que a realizam em locais públicos. De “aideticos” não

E o “mando da baleia azul”? É real?

Não. Apesar do buzz que houve em torno do caso da Baleia Azul, descobriu-se com o tempo que tudo não passava de um hype entre adolescentes (hype que, infelizmente, se materializou em outras formas de violência mais recentemente). Em nenhum momento, a “baleia” (ou alguém do tipo) falou para portadores do HIV saírem infectando as pessoas (e se falasse, muito provavelmente, ouviria um sonoro não).

4 – Conclusão

Fake news👎❌

Essa história aí é uma lenda urbana que circula de tempos em tempos na Internet e que se utilizou de um hype de 2019 para viralizar. Cuide da sua glicemia e se cuide com as fake news.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm