Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Fosfoetanolamina é a cura do câncer e está disponível para quem entrar na Justiça #boato

Fosfoetanolamina é a cura do câncer e está disponível para quem entrar na Justiça #boato

Fosfoetanolamina é a cura do câncer e está disponível para quem entrar na Justiça, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Foi descoberto que a fosfoetanolamina é a cura de qualquer tipo de câncer e que para conseguir o tratamento basta entrar na Justiça.

Passamos por uma pandemia (esperamos que estejamos no final dela) que foi marcada pela insistência de alguns grupos em relação a remédios que não mostraram eficácia contra a Covid-19. Esta situação não foi inédita.

Anos antes da chegada da Covid-19, o Brasil viveu um frenesi em relação a um remédio que seria a cura do câncer: a fosfoetanolamina sintética. Nos últimos dias, uma mensagem daquela época voltou a circular na internet. De acordo com mensagens que circulam na web, a fosfoetanolamina acabou sendo confirmada como a cura do câncer. Mais do que isso: para ter acesso ao tratamento, só era preciso entrar na Justiça. Leia:

A cura contra o câncer ao alcance de todos Essa é uma doença que assombra milhões de pessoas no mundo inteiro. Hospitais, médicos e laboratórios ganham milhões anualmente vendendo esperança de vida para os portadores, e nem sempre a cura é alcançada,e dizem por aí que essa doença não tem cura certo?

Vídeo: é falso que Lula foi flagrado beijando Suzanne von Richtofhen

 Errado, um pesquisador da USP de São Carlos(Dr. Gilberto Orivaldo Chierice), descobriu uma substância que resolve o problema e sem deixar sequelas, sem enfraquecer o sistema imunológico, sem cair os cabelos, sem mutilar as pessoas. Teste foram feitos em mais de 800 pessoas portadoras da doença nos mais vários estágios, até mesmo aqueles nas chamadas fases terminais, e todos obtiveram excelentes resultados.

 Quando a notícia começou a se espalhar a USP de São Carlos suspendeu a fabricação e o pesquisador foi parar na cadeia; porque será? Será que é pelo fato de que o medicamento tem um custo baixíssimo? Também pudera né, esses pesquisador com um único medicamento estará desmantelando toda uma industria multinacional que ganha milhões com a desgraça alheia.

 Estamos falando da fosfoetanolamina sintética, uma substância que marca as células cancerígenas no organismo fazendo com que as células saudáveis façam o restante do trabalho atacando e eliminado as células naturalmente, sem deixar sequelas, sem causar maiores transtornos aos pacientes, trazendo sobrevida e a cura.

 Pois é que boa notícia não é mesmo. Para conseguir a liminar do tratamento junto a USP de São Carlos é necessário entrar com uma ação judicial conforme explicado pelo pesquisador da USP. A liminar para o tratamento com a fosfoetanolamina sintética rapidamente, afinal trata-se de um problema de saúde de extrema urgência e o judiciário sabe disso, e a partir daí o tratamento do passa a ser feito pela própria universidade.

Fosfoetanolamina é a cura do câncer e está disponível para quem entrar na Justiça?

A tal tese está, por algum motivo, sendo muito compartilhada na Internet. Porém, é falso que a cura do câncer está na fosfoetanolamina ou em um processo judicial relacionado a ela. Na realidade, este boato foi desmentido há anos. Relembre o que escrevemos sobre o assunto:

1) A cura do câncer está ao alcance de todos? Na verdade não. Como apontam estudos da própria USP, a pílula não passou por testes clínicos. Ou seja: apesar dos relatos de pessoas que “sentiram melhora”, não há provas científicas da eficácia da pílula.

2) Testes foram feitos em mais de 800 pessoas portadoras da doença nos mais vários estágios, até mesmo aqueles nas chamadas fases terminais, e todos obtiveram excelentes resultados? Também é mais uma falácia. Não foram “feitos testes” em pessoas. O teste acontece quando há um acompanhamento médico da evolução da doença. Só para ter uma ideia, o pesquisador da  fosfoetanolamina sintética nem médico é.

3) A substância resolve problema sem deixar sequelas, sem enfraquecer o sistema imunológico, sem cair os cabelos, sem mutilar as pessoas? É impossível dizer isso. Até o momento não foram feitos teste em pessoas. O próprio professor que sintetizou a fosfoetanolamina não soube dizer qual é a quantia correta a se tomar.

Há dois fatores que merecem ser atualizados. O primeiro é que alguns anos depois, continuamos sem provas de que o remédio em questão seja a cura do câncer. O segundo é que sequer é preciso entrar na Justiça para conseguir o remédio. De olho na oportunidade de negócio com o desespero das pessoas, há empresas vendendo o produto como se fosse um suplemento alimentar.

Ou seja: é possível comprar a fosfoetanolamina como se fosse um suplemento alimentar com facilidade. Detalhe: não há registro para que a fosfoetanolamina seja vendida como remédio, mas  isso não tem evitado o uso do suplemento erroneamente como a “pílula do câncer”.

Resumindo: nem a comprovação de que a fosfoetanolamina cure o câncer tampouco é preciso entrar na Justiça para comprar o produto. Apesar de não ter registro como remédio, a pílula é vendida como suplemento e está tendo o seu uso subvertido.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 9275-5610

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/41sX0QS
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso