Dipimed, a dipirona da Venezuela, está com vírus Marburg #boato

Boato – Cuidado com o remédio Dipimed. É a dipirona que vem da Venezuela e contém o vírus Marburg, que é mortal.

Voltando à temporada de “boatos requentados”, uma história que envolve saúde e imigração recomeçou a viralizar na internet. De acordo com um áudio que circula no WhatsApp, a nova dipirona vinda da Venezuela está infectada com um vírus mortal. Junto ao áudio, há uma foto do remédio Dipimed.

No áudio, o sujeito, que não se identifica, aponta que a Rádio Nacional da Venezuela deu um aviso urgente sobre a Dipirona da Venezuela: ela estaria com o vírus Marburg. Ao final, o áudio pede que você compartilhe a mensagem com os amigos. Escute o áudio e leia a transcrição:

IMPORTANTE!! DIVULGUE ANTES QUE O GOVERNO TIRE ESSE AVISO DE CIRCULAÇÃO! Novo dipirona importado da Venezuela para o Brasil contêm vírus! Rádio Nacional de Venezuela: AVISO URGENTE!!! Cuidado NÃO TOME o NOVO DIPIRONA que vem escrito S/500. É um novo dipirona importado da Venezuela , muito branco e brilhante, os médicos provam que contêm vírus “Marburg”, considerado um dos vírus mais perigosos do mundo. E com alta taxa de mortalidade.

*ALERTE SUA FAMÍLIA E SEUS AMIGOS!*‼ Por favor partilha esta mensagem, para todas as pessoas e familiares. E salve vida das mesmas….. Eu fiz a minha parte, agora é a sua Vez… lembre-se que Deus ajuda quem se ajuda fiquem atentos irmãos.. #REPASSANDO

Dipimed, a dipirona da Venezuela, está com o vírus Marburg?

A tal história deixou muita gente assustada (tanto com a dipirona S/500 como com a Dipimed). Mas será que o tal alerta procede? Não só não procede como a história é a reciclagem de um boato antigo que falava “apenas” na Dipirona S/500. Como o que foi dito vale também para o Dipimed, que nada mais é do que uma marca de dipirona, lê aí a nossa explicação (adaptada para o nosso texto de hoje) e assista ao vídeo:

Não é preciso nem ir muito longe para desvendar esta história. Quem acompanha o Boatos.org sabe que o alerta é uma versão piorada de outro boato que engana muita gente: o do vírus Machupo no Paracetamol.

Há só algumas adaptações no novo boato. Em vez de Paracetamol, o texto cita Dipirona. Em vez de P/500, o texto cita S/500. Em vez de Angola, o texto cita Venezuela. Em vez de Machupo, o texto cita Marburg

Só para terminar, a mensagem manda o usuário para um site que só publica boatos e é do mesmo grupo de sites que “pescam” usuários no WhatsApp com mensagens chamativas, com direito a muitos emojis e, claro, sempre falsas.

Há mais dois pontos importantes para sacramentar a farsa: 1) O conteúdo do áudio é idêntico ao do site de fake news que viralizou falando da dipirona S/500. Toda a base para a história desmentida hoje, vem de um boato que, por sua vez, também é cópia e adaptação de outro boato (que salada). 2) Não é possível que um vírus fique vivo em um comprimido.

Resumindo: a história que aponta que a Dipimed é uma dipirona vinda da Venezuela que contém um vírus chamado Marburg é falsa. O áudio que circula online uma adaptação de um boato já desmentido por aqui.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)