Cebola, alho, mel, mastruz e boldo curam a Covid-19 #boato

Boato – Composto de cebola, alho e mel e combinação de folha de mastruz e chá de boldo podem curar a Covid-19 e evitar que a pessoa seja assassinada no hospital. 

Ao longo da pandemia da Covid-19, não só o conhecimento sobre a doença mudou e evoluiu. No mundo das fake news, também vivemos fases que culminaram na desinformação em diversas instâncias.

No início, tivemos mensagens sobre alimentos e práticas que supostamente poderiam curar a doença. Logo em seguida, teorias da conspiração que acusavam a China de disseminar intencionalmente o vírus. Também tivemos muita desinformação sobre as vacinas e seus supostos efeitos colaterais.

Mas parece que, no mundo das fake news, as coisas andaram para trás. De acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, o segredo para a cura da Covid-19 estaria em um composto de cebola, alho e mel e na combinação de folha de mastruz com chá de boldo.

Segundo a publicação, hospitais estariam matando pessoas infectadas com Covid-19 para aumentar os números da pandemia. A afirmação se sustenta em um suposto áudio gravado por um cinegrafista que morreu vítima da doença. De acordo com ele, hospitais estariam intubando infectados e desligando o aparelho, posteriormente, na “calada da noite”. Confira:

“Sempre eu disse que muitas vítimas do covid são assassinadas nos Hospitais por quadrilhas infiltradas na saúde pra de propósito inflar os números. Porque a família é obrigado se afastar ficando assim a vítima 100% nas mãos do estado e o estado não merece tanta confiança assim! Por isso tratei minha mäe de 74 anos só em casa com um composto de cebola, alho e mel de abelha passado no liquidificador. E eu me tratei do covid só com a folha do mastruz e o chá de boldo. Näo confi a vida de sua família nas mãos do estado, pois ele além de ser falho é mal!”.

Cebola, alho, mel, mastruz e boldo curam a Covid-19?

A informação caiu como uma bomba nas redes sociais, especialmente, no Facebook e no WhatsApp. Apesar da publicação ter circulado bastante nas redes sociais, a história não passa de balela. A solução foi encontrada em outro desmentido do site Boatos.org e em informações científicas.

Basta olhar para a publicação para perceber que ela apresenta diversas características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, os erros de português e a falta de fontes confiáveis.

Além disso, informações falsas sobre curas milagrosas da Covid-19, infelizmente, não são novidade na internet. No início da pandemia, esse tipo de história circulou com bastante força. E nas últimas semanas, essas informações retornaram. Tanto que a equipe do Boatos.org preparou um especial sobre histórias envolvendo curas milagrosas (e falsas).

Não foi preciso de muito para desmentir a informação. Ao longo da pandemia, muitos estudos buscaram identificar potenciais de tratamento ou cura das mais variadas substâncias. Até o momento, a Ciência conseguiu identificar medicamentos que podem amenizar quadros moderados e graves e aumentar as chances de vida de quem precisa passar por procedimentos invasivos, como intubações, ou apresenta o desenvolvimento de coágulos.

Entretanto, pessoas que não apresentam sintomas graves ou estão passando por um quadro leve da doença não necessitam desse tipo de medicação. Na grande (esmagadora) maioria dos casos, essas pessoas vão se recuperar espontaneamente. Isso quer dizer que, tomando chá de boldo ou não, elas vão se recuperar da mesma forma. E é aí que muita gente surge com ideias mirabolantes de curas milagrosas na cabeça (e na internet), quando, na verdade, o que fez a pessoa se recuperar foi o próprio organismo que conseguiu combater a doença. Simples assim.

Quanto ao suposto áudio do cinegrafista que acompanha a história de hoje, trata-se de mais uma fake news. Em março de 2021, a equipe do Boatos.org já havia  desmentido a informação. Na época, descobrimos que a própria TV Aratu (onde o cinegrafista trabalhava) emitiu uma nota desmentindo a história. De acordo com a emissora, o cinegrafista faleceu após contrair Covid-19, mas não foi tratado no hospital que é citado no áudio e, muito menos, gravou o áudio de despedida.

Em resumo: a história que diz que usar cebola, alho, mel, mastruz e boldo pode curar a Covid-19 é falsa! Infelizmente, até o momento, não temos uma cura para a Covid-19. O que sabemos é que alguns medicamentos podem auxiliar na recuperação de quadros graves e moderados (mas só são utilizados mediante prescrição médica em hospitais) e vacinas ajudam na prevenção e controle da doença. Já em relação ao áudio usado como base na história de hoje, ele nada tem a ver com o cinegrafista da TV Aratu. Ou seja, a história não passa de balela. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3aIzl5T
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3wa3LY1