Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Caldo de galinha (Caldo Knorr) não é feito de pintinhos triturados

Caldo de galinha (Caldo Knorr) não é feito de pintinhos triturados

Caldo de galinha (Caldo Knorr) é feito de pintinhos triturados, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Caldo de galinha (Caldo Knorr, Maggi, Arisco) usam pintinhos triturados em sua composição

Análise

Existem algumas histórias que ultrapassam a barreira do tempo e acabam permanecendo no imaginário de muitas pessoas. Por conta disso, volta e meia, essas fake news voltam a circular na internet.

Exemplo disso é a história de hoje. De acordo com uma publicação que está sendo compartilhada nas redes sociais, marcas como Knorr, Maggi e Arisco estariam usando pintinhos triturados para fazer caldo de galinha. Segundo a história, marcas de caldo de galinha estariam usando pintinhos vivos, que seriam triturados com penas e fezes, para fabricar a base dos caldos de galinha. Confira:

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

Versão 1: “”Pintinhos recém nascidos são triturados vivos para fazer os caldos de galinha”. Versão 2: “”Vocês sabem a origem dos famosos caldos de galinha, tão usados para temperar nossas comidas?… Pois agora estão sendo apresentados!! Esses pintinhos que são triturados vivos são os ingredientes principais dos caldos de galinha, aqueles quadradinhos, tão inocentes… Por isso nós aqui insistimos tanto na ideia de que O VEGANISMO É A SOLUÇÃO!!! Ficaram com pena dos bichinhos? Então, por favor, não financiem mais isso, não comprem caldo de galinha, existem muitas outras opções livres de crueldade para temperarmos nossas comidas!!! “Pintinhos machos não servem para “indústria do frango” e são descartados ainda vivos !!!”. Versão 3: “Alguns produtores evitando o “desperdício”, moem os pintinhos vivos, com penas e fezes,depois temperam para fabricar caldos de galinha (Caldo Knorr, Maggi, Arisco)”.

A história causou um rebuliço nas redes sociais e deixou muita gente surpresa. Apesar disso, a história apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

A partir disso, buscamos mais informações sobre o assunto e vamos te explicar, em três etapas, o porquê você não deveria acreditar nessa história: 1) O pintinhos machos são triturados vivos quando nascem? 2) O caldo de galinha (Caldo Knorr) é feito de pintinhos triturados vivos? 3) Do que é feito o caldo de galinha (Caldo Knorr)?

Checagem

Os pintinhos machos são triturados vivos quando nascem?

Sim. Na indústria agropecuária, as aves são separadas em dois tipos: o de postura, que são galinhas poedeiras que botam ovos, e o de corte, que são os frangos usados para a alimentação. Quando um pintinho macho nasce na indústria de postura, é automaticamente descartado, uma vez que não pode botar ovos e também não serve para a alimentação. Na indústria de corte, os frangos e as galinhas são selecionados para gerarem pintinhos que vão atingir o tamanho e o peso ideal para o comércio.

Pintinhos que nascem sem essa seleção podem demorar a atingir o peso ideal e, muitas vezes, não atingem o tamanho necessário. Por conta disso, os pintinhos que nascem da indústria poedeira não podem ser reaproveitados. Todo o processo, chamado de maceração, é feito em uma espécie de liquidificador gigante, que causa a morte instantânea dos animais.

O caldo de galinha (Caldo Knorr) é feito de pintinhos triturados vivos?

Definitivamente não. Na indústria, após a maceração dos pintinhos, o que resta é uma massa. Ela é descartada imediatamente por meio de compostagem ou depositada em aterros sanitários. O descarte final depende das normas da legislação ambiental de cada estado. De acordo com a Embrapa, o material gerado pelo descarte dos pintinhos, de cascas de ovos, ovos inférteis ou não eclodidos, depois de tratados, podem servir como fertilizante para lavouras, áreas de hortifruti ou para alimentação de peixes. Em nenhum momento o resto dos animais será usado para a alimentação direta de pessoas, até porque essa prática com certeza seria barrada por órgãos de vigilância sanitária.

Se isso não bastasse, esse tipo de história não é novidade na internet e a equipe do Boatos.org já desmentiu diversas delas (aqui, aqui e aqui). As histórias apontavam que pintinhos triturados seriam usados para a confecção de diversos produtos, como hambúrgueres, nuggets e carne processada.

Do que é feito o caldo de galinha (Caldo Knorr)?

A composição do Caldo Knorr não é nada animadora se você preza por uma vida saudável. Os tabletes são feitos de sal, gordura vegetal, amido, açúcar, água, temperos, carne de galinha, realçadores de sabor e conservantes. Os caldos prontos são ricos em sódio e possuem baixo valor nutritivo, podendo ser um problema a curto prazo.

Para se ter uma ideia, um tablete de caldo de galinha pode conter toda a quantidade diária recomendada de sódio. Definitivamente, os tabletes de caldo pronto não possuem pintinhos triturados em sua composição, mas seu uso também não é recomendado, por causa da alta taxa de sódio e de realçadores de sabor.

Conclusão

Fake news ❌

Caldo de galinha (Knorr, Maggi e Arisco) não são feitos de pintinhos triturados. A maceração de pintinhos machos no setor de postura da indústria de avicultura é uma realidade. Isso acontece, porque esse setor é destinado à aves poedeiras e machos não conseguem pôr ovos. Entretanto, a massa resultante da maceração é descartada em compostagem ou em aterros sanitários. Após o tratamento necessário, ela pode ser usada como fertilizante e até na alimentação de peixes. Porém, ela não é aproveitada na alimentação direta de humanos (até porque não atenderia às normas da vigilância sanitária). Os caldos prontos (de galinha, de carne) são feitos, basicamente, de sódio, gordura vegetal, realçadores de sabor e temperos. Eles não são recomendados para consumo, justamente por conter uma alta taxa de sal.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).