Morre carbonizado homem que representou demônio arrastando Jesus no carnaval #boato

Boato – O ator que fez o papel do diabo arrastando Jesus durante o carnaval morreu em um acidente de carro. Ele ficou preso nas ferragens e acabou carbonizado. Com Deus não se brinca.

Em tempos de pandemia, é fato que a desinformação relacionada ao novo coronavírus tem alcançado níveis estratosféricos. Porém, as fake news (principalmente nos últimos dias) não têm se limitado à Covid-19. Nesse “festival de balelas”, tem espaço até para notícias antigas voltarem a circular. A de hoje relembra o carnaval de 2019 (isso mesmo, de 2019).

Não sei se vocês se lembram que o desfile de escolas de samba de São Paulo causou polêmica entre os mais conservadores. A imagem do “diabo” (representado por um ator) arrastando outro ator representando Jesus Cristo no sambódromo do Anhembi chamou muita atenção. Em meio ao clima de revolta, uma notícia fez os mais “vingativos” sorrirem.

Mensagens davam conta de que o sujeito que fez o papel de demônio havia morrido em um acidente de carro. Mais do que isso: o sujeito teria ficado preso às ferragens e sido carbonizado. Em 2020, a mensagem que está circulando com um vídeo (que não iremos exibir aqui) é essa: “Morre carbonizado e preso em ferragens homem que representou o demônio.. arrastando Jesus na avenida no carnaval!!”. As imagens tinham legendas como “com Deus não se brinca”.

Morreu carbonizado homem que representou demônio arrastando Jesus no carnaval?

A mensagem, em pleno 2020, começou a se espalhar com força na internet. Mas será mesmo que o homem que interpretou o diabo durante o carnaval de 2019 morreu carbonizado? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Na época em que a história viralizou pela primeira vez, o Boatos.org fez um desmentido sobre o assunto. Fizemos em texto e em vídeo (que, por sinal, foi o vídeo mais visto da história do nosso Youtube). Como o que fizemos em 2019 vale para agora, relembre o que foi escrito e dito:

A primeira coisa que denúncia a farsa é a fonte da informação. O site que publicou a “bomba” é um disseminador de fake news “de primeira”. De lá já saíram pérolas desmentidas aqui como, por exemplo, a “carta de Moro à nação”, a “carta de Bolsonaro xingando Temer” e o causo da mulher que pegou a “bactéria do dinheiro”.

Com base nisso, de todo enredo (inacreditável até para o mais cristão) e do fato de o texto ter algumas das principais características de boatos online (alarmista, com erros de português e vaga), fomos atrás de mais informações. De cara, já vimos que a “notícia da morte” não consta em nenhuma fonte confiável (o que já derruba ainda mais as chances do fato ser real).

Ao procurar pela pessoa que fez o papel, que se chama Danilo, não encontramos nenhuma publicação de pessoas próximas que “denunciem a tragédia”. Depois de tantos elogios de familiares, um acidente como o descrito causaria, com certeza, comoção.

Para terminar, o vídeo que “descreve o acidente”. As imagens são, na realidade, de um acidente ocorrido em fevereiro de 2018 em São Paulo. Não achamos especificamente o vídeo apresentado, mas essa matéria da Globo fala sobre o mesmo acidente. Já a imagem de destaque é de outro acidente, ocorrido em maio do ano passado no Paraná. 

Resumindo: a história que aponta que o homem que fez o papel do demônio arrastando Jesus durante o carnaval morreu em um acidente de carro é falsa. Não passa de um boato espalhado em 2019 e que voltou a viralizar em 2020.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2C0i08f

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)