Colchão da cama box Gazin vem com terra de cemitério, diz lenda

Boato – Depois do dono dos colchões Gazin fazer um pacto com o diabo, colchões da cama box Gazin vêm com terra de cemitério.

Desde sempre, não são poucas as “denúncias” que circulam e fazem sucesso online. Algumas são tão absurdas que a gente pensa duas vezes antes de desmentir. É o caso dessa história. Circula por aí que os colchões Gazin vêm com terra de cemitério. Isso aconteceria porque o dono da empresa teria feito um “pacto com o diabo”.

Cama box Gazin está com terra de cemitério, diz boato
Cama box Gazin está com terra de cemitério, diz boato

A história surgiu graças a um áudio que se espalhou por WhatsApp no final de setembro de 2015. Do WhatsApp (que citava um pastor da Assembleia de Deus como fonte), a história foi parar no Youtube e Facebook. Dê uma olhada no que diz uma das versões:

Cama box gazin cheio de pacotinhos de terra de cemitério. Uma cliente que comprou uma cama box da marca gazin encontrou vários pacotes de terra de cemitério veja o video

Leia trechos retirados do vídeo:

Pessoal, tô filmando aqui pra mostrar para vocês que agora a menina mandou um áudio para mim num grupo que agora ela tinha ido numa igreja Assembleia de Deus e lá o pastor revelou que na cama que na cama que ela se encontrava, naquele saquinho quando a gente compra aquelas camas box.  

Comprei uma cama na Gazin e veio uns saquinhos e esses saquinhos, o pastor revelou, que para a Gazin vender colchão. O pessoal da Gazin fez um pacto, o dono fez um pacto com o demônio que para ele vender bastante cama ele teria que colocar terra de cemitério nos saquinhos em vez daquelas bolinhas que é para tirar o mofo.

Eu recebi o áudio da moça e tô aqui transtornada. Eu comprei uma cama para a minha filha tem mais ou menos uns dois meses. E a menina só “veve” dormindo que nem a outra moça falou. E eu peguei agora no saquinho e vi (vocês tão vendo). E agora eu abri aqui, quando eu peguei ele nem tirei do saco. Vou tirar agora pra vocês ver. Jesus. Em nome de Jesus.

E realmente, hein pessoal. É terra mesmo. Terra de cemitério. Terra mesmo. Aqui mais um. (ai meu Deus, eu não tenho flash). E a minha filha vive dormindo. Achei que era brincadeira da menina e realmente, em nome de Jesus. Quem comprou a cama da Gazin e olhe, em nome de Jesus. A menina tava dormindo muito e pela amor de Deus. blá, blá, blá. Vamos divulgar esse vídeo.

Caramba! Que história… Em nome de Jesus (desculpa, tá?), vamos aos fatos. Como que a pessoa fala com tanta propriedade que a terra “é de cemitério”. Pelo jeito, o mundo está cheio de especialistas em variedades de terra e que consegue diferenciar as terras mundo afora.

Além disso, por que ela reclama que a filha vive dormindo na cama? As camas não são feitas para dormir, afinal? Ok, a criança estava dormindo demais. Isso parece tanto um dos nossos boatos mais clássicos, a de que a Galinha Pintadinha era do diabo (se você não leu essa história, leia aqui). 

Além disso, o próprio vídeo consegue ter as características de hoax. Está cheio de informações desencontradas, erros de português (como o veve, que seria vive) e, claro, o pedido de compartilhamento no final. Cara de balela, não é? E é mesmo. A história do boato fez tanto sucesso que a própria empresa Gazin teve que vir a público para desmentir a história. Olha qual é a explicação deles.

Sobre o caso dos vídeos viralizados nas redes sociais recentemente nos estados de Rondônia e Acre, a Gazin esclarece que respaldados em um histórico de 50 anos de compromisso e respeito com os consumidores, garantimos que todos os produtos utilizados na produção de nossos colchões e estofados são aprovados pelos órgãos regulatórios.

Lamentamos muito que algumas pessoas tenham recebido vídeos falsos sobre a natureza da obtenção de uma de nossas matérias-primas, e reiteramos que o fato alegado não tem fundamento, é totalmente equivocada e caluniosa a associação da marca com ações desse tipo. Informações detalhadas sobre o produto DESSECANTE RDR e suas vantagens sobre a tradicional Sílica Gel Sintética, podem ser obtidas em nosso site e redes sociais.

Seguimos rígidos protocolos em nosso processo de controle de qualidade, desde a seleção de matéria prima até a obtenção do produto final. Convidamos a todos para conhecerem pessoalmente as instalações de nossas fábricas em Vilhena-RO, Feira de Santana-BA, Jaciara-MT, Douradina-PR, Candelária-RS e conferirem de perto as etapas de fabricação.

O presidente da empresa também veio a público para falar, por meio de um vídeo no Facebook:

Sobre o mal entendido que está correndo nas redes sociais, meu único segredo foi sempre trabalhar demais! Um abraço meus filhos… Fiquem com Deus e me ajudem a divulgar isso…

Sobre o mal entendido que está correndo nas redes sociais, meu único segredo foi sempre trabalhar demais! Um abraço meus filhos… Fiquem com Deus e me ajudem a divulgar isso…

Posted by Mário Gazin on Quinta, 1 de outubro de 2015

Gente, com tanto desmentidos não precisamos dizer mais nada. É claro que a história dos colchões Gazin não passa de uma boa de uma balela. O que seria terra de cemitério não passa de um material para evitar a umidade no colchão.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)