Professora Vitória Donda, do PSOL, usa cocaína durante protesto da educação no Rio #boato

Boato – Imagem flagra professora Vitória Donda, do PSOL, usando cocaína em manifestação em defesa da educação no Rio de Janeiro. 

Educação é sempre um tema que causa muita polêmica na internet, principalmente, quando o assunto envolve política. Entre polêmicas e discussões, volta e meia, boatos aparecem na internet.

O último que circula online aponta para a imagem de uma professora do PSOL que estaria usando cocaína durante um protesto no Rio de Janeiro. Segundo o texto, Vitória Donda foi flagrada durante uma manifestação em defesa da educação. Leia o que dizem algumas versões da mensagem:

Versão 1: *PROFESSORA* FILMADA CHEIRANDO COCAÍNA NO PROTESTO DA EDUCAÇÃO NO RJ… VAMOS TORNÁ-LA FAMOSA AO MÁXIMO!!! ESTA É “VITÓRIA DONDA”, LIDER ATIVISTA DO ABORTO NO “PSOL” EM PLENA ATIVIDADE PSOLISTA. ISSO É ESQUERDA. ISSO É PSOL. ISSO É A ESCÓRIA HUMANA. Fico abismado como temos pessoas que apoiam a esquerda.

Versão 2: “PROFESSORA” DÁ EXEMPLO DE COMO SER DA ESQUERDA E FILIADA AO PSOL… CANALHA! Versão 3: Essa é a professora filmada cheirando cocaína no protesto da educação no Rio de janeiro…

Professora Vitória Donda, do PSOL, usa cocaína durante protesto da educação no Rio?

Revoltante, não? O grande problema é que a professora Vitória Donda, do PSOL, não existe. Se você ainda não entendeu o porquê, a gente te explica.

Ao bater o olho no texto, um detalhe nos chamou atenção. A história carrega as principais características de boatos online: vaga, alarmista, não cita fontes confiáveis, possui erros de português e pedidos de compartilhamento. Temos aí um pacote completo para ninguém colocar defeito.

Para variar, o enredo já é conhecido. Afinal, por aqui estamos acostumados a desmentir histórias envolvendo protestos e professores. Ao buscar mais informações sobre o caso, não encontramos nada sobre o assunto. Aliás, encontramos a imagem em outro boato desmentido aqui. Na época, a mulher foi identificada como Victoria Donda, uma deputada argentina de esquerda (inclusive, foi daí que saiu o “nome da professora”, que, por sinal, não existe).

A história também fez sucesso na Argentina. O Chequeado (site gringo que desmente boatos na internet) desmentiu a informação. De acordo com o site, o boato já é antigo e surgiu em páginas de memes. Vale dizer que a própria Victoria Donda esclareceu o caso e afirmou que trata-se de mais uma notícia falsa.

Resumindo: não existe professora com esse nome no Rio de Janeiro e a foto é de um boato já desmentido no Boatos.org e que, inclusive, circulou na Argentina. Ou seja, não passa de #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)