Victoria Donda, deputada argentina de esquerda, é flagrada cheirando cocaína #boato

Boato – Deputada de esquerda e ativista dos direitos humanos na Argentina, Victoria Donda, é flagrada cheirando cocaína em meio à multidão.

Em agosto de 2018, o Congresso argentino decidiu, por uma margem pequena de diferença de votos, pela não legalização do aborto no país. Desde então, muitos coletivos e entidades têm feito diversas manifestações nas ruas argentinas, buscando reverter a situação.

No Congresso, a deputada Victoria Donda, advogada e conhecida ativista de direitos humanos, é uma das vozes que está a frente das discussões sobre a legalização do aborto na Argentina.

Porém, nos últimos dias, Victoria tem sido vítima de muitas críticas na internet. Isso tudo, porque, segundo publicações, ela teria sido flagrada cheirando cocaína em meio a uma multidão. “Victória Donda, principal promotora do aborto. Uma imagem, vale mais do que mil palavras”, diz a mensagem. Confira:

Versão 1: “VICTÓRIA DONDA, EIS AÍ A FONTE INSPIRADORA DOS COMUNISTAS. É DAÍ QUE SURGEM AS IDEIAS DA ESQUERDA DE IMPLANTAR IDEOLOGIA DE GÊNEROS E DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL p… PARA AS CRIANÇAS DE 6 ANOS NAS ESCOLAS. É daí que eles tiram a teses e os discursos de defender os pobres e as minorias. É assim que formulam os ataques contra o governo recém eleito e lutam pelo retorno da podridão, com o fim de manter os esquemas de roubo para enviar dinheiro aos ditadores comunistas, manter seus privilégios e é claro, entre outras coisas, sustentar seus vícios com o dinheiro público”.

Versão 2: “Esta aí é Victória Donda, a “guru” da esquerda, mentora dos discursos e postagens mentirosas como a morte de oito mil índios no governo militar e o rombo que a reforma da previdência vai causar, dando Bilhões aos bancos. Mas ela “esquece” de mencionar o rombo que o PT causou ao Brasil. Deve ser por causa do excesso de cocaína na cabeça!”.

Victoria Donda, deputada argentina de esquerda, foi flagrada cheirando cocaína?

A história causou burburinho nas redes sociais, especialmente porque Victoria Donda defende diversos assuntos relacionados a direitos humanos na Argentina. Mas a pergunta que não quer calar é: será que a deputada teria sido realmente flagrada cheirando cocaína? A resposta é não e a explicação você confere a seguir!

Vamos lá! Para começo de história, as mensagens apresentam as principais características de boatos online: são vagas, alarmistas, possuem erros de português e não citam fontes confiáveis. Em uma das versões da história, inclusive, o texto cita “material adulto para as crianças de 6 anos nas escolas”, uma história bastante divulgada no período das eleições no Brasil e já desmentida pela equipe do Boatos.org.

Resolvemos fazer uma busca na internet e descobrimos, além de nenhum veículo de comunicação ter publicado algo sobre o assunto, a história é completamente falsa. Na Argentina, inclusive, ela foi desmentida.

O site argentino Chequeado desmentiu a informação assim que ela começou a circular nas redes sociais. Segundo o veículo de comunicação, a foto que foi utilizada na história circula em páginas de memes desde 2017.

Ainda de acordo com a publicação do site, a mulher que aparece na imagem é diferente, fisicamente, da deputada Victoria Donda. Entre as diferenças, podemos citar os traços do rosto e também a cor do cabelo.

Além disso, a própria deputada Victoria Donda fez questão de desmentir toda a história. Em sua página no Facebook, ela destacou que a história foi usada, inclusive, para atacar o partido Podemos, na Espanha. A deputada ainda acusou grupos de direita pela criação da fake news.

Em resumo: a história que diz que a deputada argentina Victoria Donda foi flagrada cheirando cocaína é falsa! A história já foi desmentida por veículos de comunicação na Argentina. Por fim, a própria deputada fez questão de desmentir toda a informação. Ou seja, a história não passa de fake news. Não compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)