Mourão corta 100% da verba da Globo e de outras mídias #boato

Boato – O vice-presidente da República Hamilton Mourão decretou o corte de 100% de verbas publicitárias da TV Globo e de outras mídias como Folha e Estadão.

Na última semana, o presidente da República Jair Bolsonaro viajou para o Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos (Suíça). Por causa do evento, o vice Hamilton Mourão assumiu o cargo de mandatário do país pela primeira vez. E, de acordo com uma notícia que circula online, ele já começou “com tudo”.

Um texto aponta que Mourão “resolveu” cortar 100% da verba publicitária da TV Globo e de “outras mídias” (como Folha, Estadão e Globo News). O motivo seria os “ataques contra Flávio Bolsonaro”. Leia o texto que circula online (publicado em blogs e que viralizou no Facebook e WhatsApp):

Mourão executa corte de 100% da verba destinada à Globo e outras mídias. General que ocupou o posto de Presidente da República, enquanto Bolsonaro estava na Suiça, decretou na tarde da última quarta-feira (23), o corte total de toda a verba governamental que é destinada aos canais de TV e mídia em geral.

A decisão veio após os ataques em massa que o Governo vem sofrendo com as acusações infundadas contra o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente. A tentativa covarde de tentar relacionar o assassinato da vereadora Marielle Franco ao senador foi a gota d’água. Segundo informações extra-oficiais, Bolsonaro ligou para Mourão e ordenou a assinatura do decreto que elimina totalmente a destinação de verbas públicas para a mídia.

Com essa decisão, alguns jornais como Folha de S. Paulo, Estadão, GloboNews e O Globo podem decretar falência em alguns dias. A Rede Globo também será drasticamente afetada com o decreto, perdendo cerca de 40% do seu orçamento total, o que claramente resultará na demissão de artistas e apresentadores.

O decreto estabelece que nenhuma mídia de TV ou internet deverá receber apoio financeiro por meio do dinheiro público, sendo obrigadas a se sustentarem com a venda de assinaturas ou contratos com patrocinadores, tonando-as assim independentes, como sempre deveriam ser […]

Mourão cortou 100% da verba da Globo e de outras mídias?

Assim como em tantas outras histórias que envolvem “cortes contra a Globo”, houve muitos compartilhamentos. Mas será mesmo que o general Mourão resolveu cortar “100%” da verba da TV Globo e de outras mídias? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Ao nos deparar com a história, a gente já desconfiou da veracidade. Três foram os motivos principais. O primeiro está na própria mensagem. Apesar de tentar se “disfarçar” de notícia, a mensagem tem diversas características de fake news: alarmista, com erros de português e sem citar fontes confiáveis.

O segundo motivo está na fonte da informação. Ela é mais um dos inúmeros sites que sempre compartilham fake news (normalmente pró-governo e contra o PT). O terceiro está que, ao buscar pela “decisão” (que facilmente viraria notícia) de Mourão, nada encontramos.

Após esse briefing, fomos direto ao ponto. Buscamos no Diário Oficial e na lista de decretos presidenciais se havia alguma decisão de Mourão relativa a cortes de verbas publicitárias. Não encontramos nada nem em um nem em outro.

Durante o “reinado”, Mourão editou três decretos. Um trata sobre a estrutura regimental do Ministério do Desenvolvimento Regional. Outro trata sobre cargos dentro do governo. Um terceiro dispõe sobre a Lei de Acesso à Informação. Não há nada sobre a Globo (algo que nem seria tratado em um decreto, por sinal).

Resumindo: a história que aponta que Hamilton Mourão cortou as verbas da Globo e de outras mídias por meio de um decreto é falsa. A história surgiu em um site de fake news e não há nada sobre a tal decisão em fontes oficiais.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

3 comentários em “Mourão corta 100% da verba da Globo e de outras mídias #boato

  • 28/01/2019 em 16:10
    Permalink

    O autor da pesquisa, como jornalista, deveria ater-se ao esclarecimento dos fatos. Não entendi o porquê do termo “reinado”. Que fato motivou esse jornalista “mequetrefe” a usar este termo pejorativo para o período exercido pelo Vice-presidente na presidência da República? Só pode ser mais um jornalista da esquerda insatisfeito por ter perdido nas urnas.

    Resposta
  • 26/01/2019 em 04:37
    Permalink

    O Presidente em exercício tomou cautela e caldo de galinha.

    Resposta
  • 26/01/2019 em 02:46
    Permalink

    Que pena que é só boato!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)