Mourão diz que a corrupção deixa de existir se ninguém souber sobre ela #boato

Boato – O vice-presidente da República Hamilton Mourão disse, após assinar decreto sobre Lei de Acesso à Informação, que a corrupção deixa de existir se ninguém souber sobre ela.

Passado um mês de “novo governo”, a figura do vice-presidente Hamilton Mourão tem chamado atenção. O general chegou a assumir a Presidência da República em algumas oportunidades (como na ida de Bolsonaro a Davos e na cirurgia do presidente). Enquanto esteve com a “caneta na mão”, Mourão chegou a assinar um decreto que, de acordo com críticos, limita a Lei de Acesso à Informação.

Após a assinatura do decreto, começou a surgir na internet uma mensagem que aponta que Mourão teria “justificado” a iniciativa com uma declaração, digamos, infeliz: “A corrupção deixa de existir se ninguém souber sobre ela”, afirma Hamilton Mourão após assinar decreto que restringe Lei de Acesso à informação”.

É claro que a notícia da tal declaração chamou atenção na internet. “A corrupção deixa de existir se ninguém souber sobre ela….afirmou! repugnante! esse governo…”, disse uma mensagem. “FRASE DO ANO; “A corrupção deixa de existir se ninguém souber sobre ela.””, apontou outra.

Mourão disse que a corrupção deixa de existir se ninguém souber sobre ela?

Apesar da repercussão e das diversas críticas ao vice-presidente, será mesmo que Hamilton Mourão deu tal declaração sobre a corrupção? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Antes de falar do caso em si, vamos só explicar a “polêmica” em relação ao decreto que trata da Lei de Acesso à Informação. Ao assinar do decreto no dia 25 de janeiro, Mourão passou a permitir que um funcionário passasse a ter o poder para classificar um depoimento como ultrassecreto. Antes apenas ministros poderiam o fazer. Isso gerou críticas. Por outro lado, o próprio Mourão se defendeu.

Não vamos opinar sobre quem está certo. Vamos nos ater ao nosso tema de hoje: em nenhum momento Mourão falou sobre corrupção e “ninguém saber dela”. A mensagem (antes de virar um “mensagem solta e comentada por aí”) foi publicada no perfil do Twitter Falha de S.Paulo. Isso mesmo, um clone da Folha de S.Paulo.

A página nada mais é do que um perfil de humor do Twitter. Na descrição da página está escrito o seguinte: “Perfil não oficial, apenas uma sátira, não leve nada a sério o que você vir por aqui, todas as notícias são fictícias. Enviem sugestões via DM”. Há alguns dias, desmentimos outra “declaração bombástica” criada por lá e distorcida por aí: a que Paulo Guedes falou em privatizar “c… de curioso”.

Resumindo: a história que aponta que Mourão disse que a corrupção deixa de existir se ninguém souber sobre ela é falsa. Apesar de muito comentada no Facebook, a história surgiu em um perfil humorístico no Twitter.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)