Mobilização do dia 15/03 na internet deixa poderosos do Congresso e Judiciário preocupados #boato

Boato – Uma mobilização está tomando vulto na internet e poderosos do Congresso e Judiciário já estão preocupadíssimos com o dia 15/03.

A decisão do ministro Edson Fachin, do STF, de anular as condenações de Lula na Operação Lava Jato está fazendo com que mensagens de grupos contrários ao ex-presidente voltem a circular na internet. Isso vale para também para mensagens falsas. E hoje vamos falar de um textão que há tempos roda na web.

A mensagem fala de uma “mobilização” que está tomando vulto na internet. O texto ainda fala que o protesto vai reunir 1 milhão de pessoas na avenida Paulista e cita que os “poderosos do Congresso e Judiciário estão preocupadíssimos”. Há, ainda, uma lista de “reivindicações”. De fato “novo”, só uma coisa: a data de 15/03 como da mobilização. Leia a mensagem que circula online:

Mobilização já está tomando vulto na Internet 15/03 PODEROSOS DO CONGRESSO E JUDICIÁRIO ESTÃO PREOCUPADÍSSIMOS COM UMA GRANDE MOBILIZAÇÃO QUE COMEÇA A TOMAR VULTO NA INTERNET A exemplo do que antecedeu a revolução francesa, o terceiro estado (povo esclarecido) clama por justiça. Há uma enorme movimentação pela internet para reunir um milhão de pessoas na Avenida Paulista e nas demais capitais pela demissão de toda a classe política legislativa(Congresso Nacional) e judiciária(STF). Dia 15/03, este e-mail de CONVOCAÇÃO já começou a circular e está sendo lido por centenas de milhares de pessoas. É importante que você repasse para todos os seus contatos. A guerra contra o maus políticos e juízes e contra a degradação da nação já está começando. Não subestimem o povo esclarecido que começa a sair da inércia e de sua zona de conforto para lutar por um Brasil melhor de fato. Todos os ”governantes” do Brasil, até aqui, falam em cortes de despesas – mas NÃO CORTAM despesas – querem o aumentos de impostos como se já não fôssemos o campeão mundial em impostos. A história nos mostra que muitos governantes caíram e até perderam suas cabeças exatamente por isto.

Nenhum governante fala em: Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, 14º e 15º salários etc.) dos poderes da República. Redução do número de deputados federais, estaduais e senadores e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios. Acabar com as mordomias na Câmara, Senado, judiciário e Ministérios, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do povo; Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º… escalões de emprego. Redução drástica da quantidade de vereadores e redução dos salários de vereadores, diminuir os gastos das Câmaras Municipais e das Assembleias Estaduais. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas atividades; Aliás, 3 a 5 partidos apenas, seria mais que suficiente. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc., das Câmaras, Juntas, etc. Acabar com os motoristas particulares 24 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias para servir suas excelências, filhos e famílias e até, as ex-famílias. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado; Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos às escolas, ir ao mercado, a compras, etc. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu real patrimônio.

Já que esses nossos governantes, políticos e judiciário corruptos, não querem fazer com urgência as reformas necessárias e manter presos os corruptos condenados, ou seja, não querem passar o Brasil a limpo, cabe a nós, povo esclarecido, fazer isto através da mobilização em massa e indo para as ruas (sem vandalismo, sem Black Blocs, que são contra a sociedade) manifestar a nossa insatisfação. Vamos juntos, vamos mostrar que no Brasil o povo esclarecido pode realmente mudar o rumo da história, já que pelas urnas vai ser difícil, por motivos óbvios. Encaminhe esta mensagem para todos os seus contatos, até cair no computador dos políticos que você votou nas últimas eleições.

Mobilização do dia 15/03 na internet deixa poderosos do Congresso e Judiciário preocupados?

Nos últimos dias, a mensagem voltou a circular na internet. E, apesar da “data atual” (15/03), a mensagem é uma nova versão de um boato desmentido em 2019. Na época, explicamos que o texto foi escrito originalmente em 2013 e as informações contidas nele não eram mais válidas. Relembre o que escrevemos:

Como é possível observar, a mensagem é impactante e alarmista, mas uma busca na internet nos ajudou a identificar toda a farsa. A primeira coisa que descobrimos foi que o texto é antigo. Ele foi escrito antes dos protestos de 2013, quando uma parcela significativa da direita começou a participar das mobilizações. Ou seja, as informações não valem para agora. Além disso, não encontramos nenhuma “grande mobilização que começa a tomar vulto” nesse sentido.

E apesar de muitas coisas descritas no texto terem realmente acontecido (como o número de um milhão de pessoas na Avenida Paulista), outras tantas sequer chegaram perto de acontecer. A maior parte das pessoas que compareceram na Paulista pediam a saída da ex-presidente Dilma Rousseff da presidência e não os inúmeros pedidos que aparecem na lista do texto.

Vale ressaltar que algumas coisas citadas na publicação, simplesmente, não existem (ou nunca existiram ou não existem mais). Dentre elas, podemos citar o suposto aumento de imposto. Ao contrário do que diz o texto, não há previsão de aumento. Muito pelo contrário. A previsão é de corte de gastos.

Outros pontos controversos são o pedido do fim do 14º e o 15º salários pagos aos congressistas e a identificação dos carros do Estado. Em relação ao primeiro ponto, em 2013, a Câmara já havia aprovado o projeto que pretendia extinguir essa remuneração. Ou seja, os 14º e 15º salários não existem mais. Já sobre as placas de identificação, elas já existem: ou são brancas ou, no caso dos carros de uma autoridade, possuem placa especial. Além disso, em 2017, um projeto que pedia a restrição do uso de carros oficiais por autoridades foi aprovado pela Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC).

É importante ressaltar também que o texto afirma que “nenhum político fala” sobre o conteúdo apontado na lista de pedidos. Entretanto, durante o período eleitoral, é possível observar que essas questões não só são ditas, como muitos políticos conseguem se eleger com esse tipo discurso.

Por fim, ao buscar por qualquer grande mobilização por “demissão da classe política” (a qual não sabemos como funcionaria, mas, por exemplo, por meio de um golpe militar), não encontramos nenhuma organização em massa. Apenas uma minoria (cada vez menor) que (ainda) pede por intervenção na intervenção.

Resumindo: a mensagem que fala em “mobilização na internet” no dia 15/03 e que o Congresso e o Judiciário estão “preocupadíssimos” é falsa. Trata-se de um texto que “envelheceu mal”, virou boato e, mesmo assim, insiste em circular na web.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/3kWrohw
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet