Ministério da Defesa (general Paulo Sérgio) e STM enviam carta com intimação a Alexandre de Moraes #boato

Boato – O ministro da Defesa, general Paulo Sérgio, e o STM enviaram uma carta com intimação para o presidente do TSE Alexandre de Moraes se manifestar sobre fraude nas eleições.

Outro dia, o Boatos.org desmentiu uma fake news que apontava que o Supremo Tribunal Militar teria enviado uma notificação para Alexandre de Moraes se pronunciar em até 72 horas sobre supostas fraudes nas eleições.

Agora, está aparecendo uma mensagem que aponta para o suposto documento. Uma “carta” assinada pelo ministro da Defesa, general Paulo Sérgio, aponta que o prazo para Alexandre de Moraes teria terminado e que ele precisar se explicar ou o Exército teria que “fornecer uma resposta aos cidadãos”. Leia o conteúdo:

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO GABINETE DO COMANDANTE QGex-Bloco A-4° Piso -SMC-BRASILIA DF Oficio n° 607-A3.10/A3/Gab. Cmt Ex. EB: 64536.006495/2022-11 A sua Excelência o Sr. ALEXANDRE DE MORAES Ministro Presidente do Tribunal Superior Eleitoral Esplanada dos Ministérios – Bloco Q BRASÍLIA-OF Brasilia-DF, 03 de Novembro de 2022 Assunto: Reivindicação de justificativa após decorrência de prazo estabelecido. Senhor Ministro, Cumprimentando Vossa Excelência, venho por meio deste advertir que o prazo estabelecido para o Tribunal Superior Eleitoral apresentar as contra-provas ao STM (Superior Tribunal Militar), findou-se desde as 16:00hs do dia 01/11/2022. Relembro a Vossa Excelência, que o Superior Tribunal Militar, através do seu corpo de Técnicos em Processamento de Dados, enviou ao Tribunal Superior Eleitoral, através do Oficio n 64502.006452/2022-11 provas e evidências de violação das Urnas Eletrônicas, excluindo a possibilidade de licitude e lisura do processo eleitoral brasileiro.

Eo próprio Tribunal Superior Eleitoral, através do Oficio 039485/2022-11, solicitou prazo até as 16:00hs do dia 01/11/2022 para apresentar as contra-provas, explicitando que todo processo eleitoral brasileiro ocorreu de forma idônea e confiável. E reforço que até o presente o momento não recebemos nenhuma justificativa do atraso em questão. Desde já, o STM estabelece o prazo até o dia 04/11/2022, as 16:00hs para que esse estimado Tribunal apresente suas contra-provas. Caso contrário consideraremos falta de respeito compromisso com milhares de brasileiros que estão protestando pacificamente, em todo país, alegando fraude no sistema eleitoral. E perante o exposto, as Forças Armadas Brasileira se sentirá na obrigação de fornecer uma resposta aos cidadãos, e assim será feito. Desde já, contamos com a compreensão e agilidade do Tribunal Superior Eleitoral. Respeitosamente, Gen. Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira COMANDANTE DO EXÉRCITO

Ministério da Defesa (general Paulo Sérgio) e STM enviam carta com intimação a Alexandre de Moraes?

O suposto ofício não demorou a se espalhar na internet e, claro, deixar muitas das pessoas que estavam se manifestando em rodovias animadas. Porém, o documento em questão é falso. Não há qualquer intimação ao ministro Alexandre de Moraes.

O fato de o documento ter se baseado em uma informação falsa (a de que o STM teria intimado Alexandre de Moraes). Conforme já explicamos, o STM não tem competência para julgar civis. Além disso, a mensagem parte de um pressuposto de que foi encontrada alguma fraude nas eleições (algo que não ocorreu). Para completar, o próprio TSE e o Ministério da Defesa desmentiram a informação em notas oficiais. Veja o que dizem os órgãos sobre o assunto:

TSE: Circula nas redes sociais um documento supostamente emitido no dia 3 de novembro pelo Ministério da Defesa no qual o general Paulo Sérgio Nogueira cobra resposta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre uma pretensa violação das urnas eletrônicas. No texto, também é mencionado um ofício que teria sido enviado pelo Superior Tribunal Militar (STM) em que é excluída “a possibilidade de licitude e lisura do processo eleitoral brasileiro”.

A existência do documento foi negada pelos três órgãos envolvidos na história. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não recebeu nenhum ofício com este teor do Ministério da Defesa, nem do STM. Também não é verdade que tenha ocorrido fraude nas Eleições Gerais de 2022 ou qualquer tipo de manipulação no resultado do pleito. O sistema eletrônico de votação passa por auditorias realizadas antes, durante e depois da votação. […]

Ministério da Defesa: O Ministério da Defesa esclarece que o Ministro Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira não emitiu qualquer posicionamento sobre o sistema eletrônico de votação. Portanto, não são de sua autoria as falas veiculadas em vídeo que circula nas Redes Sociais sobre as urnas eletrônicas.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o ministro da Defesa e o STM enviaram uma carta a Alexandre de Moraes cobrando explicações sobre as eleições de 2022. Trata-se de mais um boato sobre “fraude nas eleições” que circula online.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet