Lula vendeu exploração do solo do Brasil para o Canadá em 2008 #boato

Boato – Ex-presidente Lula vendeu, em 2008, a exploração do solo brasileiro para o Canadá em uma transação secreta.

Qualquer um, levemente atento aos mundo dos boatos, sabe que o ex-presidente Lula, mesmo depois de deixar a Presidência da República, segue movimentando o debate político e, claro, as fake news na internet.

A última delas aponta para um suposto escândalo que ameaçaria a soberania nacional: Lula teria vendido a exploração do solo do Brasil para o Canadá em 2008. A informação, que circula no Facebook e WhatsApp, afirma que o ex-presidente vendeu o direito a exploração do solo para uma empresa canadense em uma transação secreta. Leia o que diz a mensagem:

REVOLTANTE LULA, VENDEU EM 2008, O SOLO BRASILEIRO DE MINÉRIOS PARA O CANADÁ!!! JWB BRASIL. Esse vagabundo ladrão vendeu exploração do solo. Bolsonaro acaba de afirmar que o DIREITO A EXPLORAÇÃO DO SOLO (MINÉRIOS) foi vendido em 2008 para uma empresa Canadense em DOCUMENTOS SECRETOS.

Lula vendeu exploração do solo do Brasil para o Canadá em 2008?

A publicação fez sucesso nas redes sociais e deixou muita indignada com a informação. Nos comentários, houve gente acusando Lula de ser “entreguista” ou mesmo de acabar com a soberania nacional. Quem xingou se “esqueceu” de um detalhe: a informação que aponta para a venda do solo do Brasil para o Canadá não só é falsa como também não é permitida pela Constituição.

Ao bater o olho no texto, dois detalhes chamam atenção. O primeiro está nas características da mensagem, que é vaga, alarmista e não cita fontes confiáveis que corroborem com a denúncia. E o segundo, o histórico de boatos sobre assunto. Aqui, no Boatos.org, o que não falta é fake news sobre a venda de direitos do Brasil a outros países. Foi assim na história de que o chinês Jack Ma era o dono do Brasil, Águas brasileiras eram chinesas, Amazônia foi vendida para outros países e em muitas outras que circulam por aí.

Assim como nesses casos, a acusação de exploração de solo não procede. Primeiro porque, ao procurarmos pelo contrato ou autorização de exploração do solo, nada encontramos. O que é estranho, considerando que a venda de uma área do país seria algo que se tornaria público, sem contar que causaria, no mínimo, um burburinho nos principais meios de comunicação do país.

E mais: durante todo esse tempo, não vimos nenhum tipo de exploração em massa do Canadá no solo brasileiro e tampouco a reivindicação do direito à exploração. Que sentido faria “comprar a exploração do solo” e não realizar qualquer exploração.

Um outro detalhe que também desmonta a farsa está na própria Constituição. Isso mesmo! Segundo o artigo 20 da Constituição Brasileira, os recursos minerais do país, inclusive os do subsolo, pertencem à União. Ou seja, as riquezas do subsolo não podem ser vendidas. As empresas podem apenas obter o direito de extração dos minérios. Isso e outros pontos estão descritos nesta checagem de 2019 do Projeto Comprova (que também classificou como falsa a informação).

Resumindo: Lula não vendeu a exploração do solo do Brasil para o Canadá em 2008. Isso porque, além de não existir nenhum documento que comprove a transação, a venda não é permitida pela própria Constituição. Ou seja, #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2H2c3Iu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK