Jean Wyllys pede prisão de professora cristã que recusou kit gay #boato

Boato – Após professora cristã se recusar a usar o “kit gay” em aula, o deputado federal Jean Wyllys pediu a prisão da mesma.

Seja com Dilma ou Temer na Presidência, um dos nomes da política do Brasil que mais é alvos da boataria na internet é o de Jean Wyllys. Mesmo sem concorrer a nenhum cargo eletivo em 2016, ele continua sendo protagonista de algumas histórias falsas que circulam por aí.

Jean Wyllys pediu prisão de professora que não aceitou ensinar com kit gay, diz boato
Jean Wyllys pediu prisão de professora que não aceitou ensinar com kit gay, diz boato

A mais nova notícia “bombástica” sobre o deputado dá conta que ele mandou prender uma professora cristã que se recusou a ensinar os alunos usando o “kit gay”. A notícia foi publicada por alguns blogs. Leia:

Dep. Jean Wyllys pede prisão de professora cristã que orava antes das aulas e que se recusou a ensinar castilha do KIT GAY. Na abordagem a mesma foi ferida!

 O KIT GAY JÁ CHEGOU NAS ESCOLAS PRIVADAS. O livro didático “Menino Brinca de Boneca?” citado acima foi adotado pelo Ministério da Educação como referência para alfabetização de nossas crianças (até 6 anos de idade) e já está sendo utilizado em algumas escolas particulares em São Paulo existindo ainda a orientação do Governo Federal para que seja expandido para todo o Brasil.

Jean Wyllys pediu prisão de professora cristã que recusou kit gay?

Como o resto do texto é apenas um amontoado de críticas ao livro citado acima, cortamos para poupar você. Independente disso, a pergunta que não quer calar é essa: será que Jean Wyllys mandou mesmo prender uma professora e a mesma se machucou no ato da prisão? A resposta é não. Vamos aos fatos.

A própria estrutura do texto já mostra que tem algo errado. Ele segue a última tendência de boatos “preguiçosos” na internet: tem um título bem chamativo e o texto não tem nada a ver com o título. Normalmente, é algo copiado alguma notícia já publicada por aí.

Isso acontece por um único motivo: o que aparece em redes sociais é só o título e para esses sites importa que ele chame atenção. O que vem depois é só um detalhe, afinal o clique já foi dado. A história da Nasa anunciar uma catástrofe no Brasil é um exemplo disso.

Dito isso, vamos à história em si. Com exceção destes sites, não há nenhuma notícia que fale que Jean mandou prender professora. Até por que como um deputado poderia fazer isso? Tem poder de polícia agora? Só para garantir os que ainda duvidavam na história, ele postou o desmentido em redes sociais.

No próprio desmentido no seu perfil, ele apontou de onde foi tirada a foto da “professora agredida”. Ela é de Rondônia. Em julho deste ano, a professora V.L.B.S.de Souza foi agredida em praça pública por uma aluna. A foto é da polícia escoltando a professora. Essa matéria do G1 fala do assunto.

Resumindo: Jean Wyllys não mandou prender professora que se recusou a ensinar usando o “kit gay”. Tudo não passa de mais um texto falso que circula pela internet. Boato.

Ps: Esse artigo é uma sugestão dos leitores Paulo César Moreira e Evandro Oliveira. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato pelo siteFacebook ou envie uma mensagem para o número (61) 99331-6821 no WhatsApp.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)