Equipe de Haddad terá Cortella, Drauzio, Ciro e Barbosa em ministérios #boato

Boato – Equipe de Haddad terá ministérios com nomes como os de Drauzio Varella, Mario Sérgio Cortella, Joaquim Barbosa, Ciro Gomes, Luiza Trajano e Eduardo Villas Bôas.

Em tempos de eleições, não é difícil encontrar boatos envolvendo famosos e equipes ministeriais de candidatos (seja ele qual for e quais as intenções da história). Só neste ano, no Boatos.org, já desmentimos histórias envolvendo Alexandre Frota, Jean Wyllys e Sérgio Moro. Desta vez, vamos falar de um “combo” de nomes de supostos futuros ministros do governo Haddad.

A imagem, que circula no WhatsApp e Facebook, mostra figuras conhecidas como Drauzio Varella (Ministério da Saúde), Mario Sérgio Cortella (Educação), Joaquim Barbosa (Justiça), Ciro Gomes (Fazenda), Luiza Trajano (Desenvolvimento) e Eduardo Villas Bôas (Defesa) como integrantes de um eventual governo de Fernando Haddad (PT). Ela tem os dizeres “esse é o time de Haddad que vai tirar o Brasil da crise”. Junto à imagem, a mensagem diz: “Urgente!!! Em primeira mão, está se formando a equipe de governo de Fernando Haddad.”.

Equipe de Haddad terá Cortella, Drauzio, Ciro e Barbosa em ministérios?

Muita gente ficou empolgada com a lista e já saiu a compartilhando por aí. Mas será mesmo que a equipe de Haddad terá os nomes apresentados na imagens? A resposta é não. Se você ainda não entendeu o porquê, continua lendo.

Para começar, a mensagem carrega algumas das características clássicas de boatos online: possui informações vagas e não cita fontes confiáveis. A mensagem apenas “joga no ar” a informação, o que nos levou a desconfiar da veracidade do “dream team” de Haddad.

Com base nessas desconfianças, resolvemos buscar mais informações sobre o assunto. Pois bem, a primeira que temos é que, em nenhum momento, Haddad ou sua equipe de campanha divulgou a tal lista e muito menos a imagem é oficial do governo. A segunda está na notícia de que o presidenciável pretende anunciar os nomes dos titulares da Fazenda, da Educação e da Justiça nos próximos dias (antes da votação no segundo turno).

Atente-se para a palavra “pretende”, pois, ainda que Bolsonaro já tenha anunciado Paulo Guedes como seu ministro da Fazenda e do Planejamento, o general Augusto Heleno na Defesa e o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) para a Casa Civil, os nomes dos ministros de Haddad ainda estão sob estudo. Dito isso, saiba que alguns dos nomes citados na suposta lista de Haddad já negaram a informação.

O primeiro do qual vamos tratar é o médico Drauzio Varella. Nesta matéria do jornal Folha de S. Paulo, ele, que é colunista da Folha, classificou o convite como “fake news” e disse que, se fosse convidado, não aceitaria. “Ninguém me procurou e, se procurasse, eu não aceitaria. Fake news”, disse.

Quando tratamos do filósofo Mario Sérgio Cortella, o desdobramento é parecido. Apesar de Haddad ter mencionado nas redes sociais e numa entrevista à rádio Bandeirantes o nome de Mario Cortella como possível ministro da Educação, o professor, ao ser questionado também pela Folha de S. Paulo, afirmou que não foi convidado para um eventual ministério. Cortella também se disse honrado pela menção do presidenciável, mas que negaria o convite.

Outro nome que também está “fora” é o de Ciro Gomes. Ao anunciar quais caminhos tomaria no segundo turno das eleições, o PDT afirmou que daria um “apoio crítico” a candidatura de Fernando Haddad. Aliás, o presidente do partido, Carlos Lupi, também afirmou que Ciro não subirá em palanque com Haddad e que não participaria de um governo. Vale dizer que é provável que um economista seja indicado para o Ministério da Fazenda.

Quanto aos outros nomes (Luiza Trajano, Joaquim Barbosa e o general Eduardo Villas Bôas) , tudo que há são especulações. Aliás, o mais próximo de ser verdade é o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, que foi citado pelo presidenciável durante a entrevista à rádio Bandeirantes, como mostra esta matéria.

Resumindo: a informação de que a equipe de Haddad terá os nomes apresentados na imagem em ministérios é falsa. A lista é formada com nomes de pessoas que já negaram o convite ou que são apenas especulações. Ou seja, mais um #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.