Gleisi Hoffmann fez tuíte de apoio à greve dos caminhoneiros #boato

Boato – Em tuíte, Gleisi Hoffmann diz que caminhoneiros vão mostrar a Bolsonaro a força da classe unida e pede apoio da população à greve. 

A ameaça de uma possível greve geral de caminhoneiros no próximo dia 30 de março de 2019 parou a internet. Isso porque muita gente ficou assustada com a possível paralisação e relembrando o impacto da última greve geral de caminhoneiros, que ocorreu em maio de 2018.

Nos últimos dias, a equipe do Boatos.org já mostrou que essa história não é lá exatamente como parece. Mas, segundo algumas publicações na internet, muita gente ainda tem acreditado na história, inclusive personalidades políticas.

Segundo publicações, a deputada federal Gleisi Hoffmann teria feito uma publicação em seu Twitter afirmando que as mobilizações devem acontecer e os caminhoneiros devem mostrar sua força ao governo Bolsonaro. “Dia 30/03/2019 nossos amigos caminhoneiros irão parar o pais mais uma vez para mostrar para Bolsonaro a força que eles tem, vamos todos nos unir a estes guerreiros a dar todo apoio necessário nestes dias de greve”, diz o tuíte. Confira:

HÔ GLEISI HOFFMAN, OS CAMINHONEIROS SO PARAM POR MOTIVOS QUE OS PREJUDIQUEM. ATE AGORA, NENHUM DELES RECLAMOU. VOCE, COMUNISTA , COLOCA UMA FOTO DELES LA DO TEMPO DO TEMER PARA FAZER TERRORISMO. SO QUE.NOS, O POVO BRASILEIRO, JA ESTAMOS VACINADOS CONTRA AS MENTIRAS DO PT E PRINCIPALMENTE DAS SUAS !!!

Gleisi Hoffmann fez tuíte de apoio à greve dos caminhoneiros?

A informação pegou muita gente de surpresa e causou verdadeiro frisson nas redes sociais. Muitas pessoas se demonstraram preocupadas com uma possível paralisação, mas será que a deputada federal Gleisi Hoffmann realmente tuitou uma mensagem de apoio à greve? A resposta é não e os detalhes você confere a seguir.

Vamos lá! Como mencionamos anteriormente, a equipe do Boatos.org já desmentiu essa história de greve geral de caminhoneiros. A análise apontou que é possível que protestos e paralisações aconteçam ao longo do dia 30 de março, mas é pouco provável que atinja as mesmas dimensões da greve dos caminhoneiros, em maio de 2018. Se você quiser saber mais detalhes sobre o assunto, é só clicar aqui e ler a matéria completa.

Em meio aos boatos de uma suposta greve, pessoas não simpáticas ao presidente Jair Bolsonaro, de fato, começaram a fazer publicações incentivando uma paralisação. Apesar disso, a deputada federal Gleisi Hoffmann não foi uma dessas pessoas.

Vale ressaltar que, até o momento, o PT ainda não se posicionou a respeito do assunto e não emitiu nenhum comunicado sobre apoiar ou não uma suposta mobilização dos caminhoneiros.

E, apesar do suposto tuíte começar a ser compartilhado como uma prova de que a paralisação seria um movimento de esquerda para desestabilizar o governo Bolsonaro, a realidade é que a postagem sequer existiu.

A própria imagem entrega toda a farsa. O texto possui erros de português e a formatação do tuíte é completamente diferente das outras postagens. É possível ver que parte da primeira linha do texto é coberta por uma linha branca.

A história se confirma após uma rápida busca no perfil oficial de Gleisi Hoffmann no Twitter. Após a pesquisa, constatamos que o tuíte não existe. Por fim, é importante ressaltar que essa história de tuítes falsos é algo bem comum no mundo das fake news. A equipe do Boatos.org já desmentiu alguns, como o caso onde Bolsonaro teria procurado por fotos de Pabllo Vittar e também a história em que Xuxa teria condenado o tuíte do presidente Bolsonaro e discutido com ele pelo Twitter.

Em resumo: a história que diz que Gleisi Hoffmann teria postado um tuíte em apoio à greve dos caminhoneiros e convocado a população brasileira é falsa! O tuíte não passou de uma montagem e a própria imagem (com erros de português e formatação errada) entregam a farsa. No Twitter oficial da deputada, não encontramos nenhuma mensagem de apoio à suposta greve. Ou seja, a história é só mais um boato. Até a próxima!

Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)