Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > “Carta” de teor golpista que circula na internet não foi escrita por “general” nem por Augusto Lobo

“Carta” de teor golpista que circula na internet não foi escrita por “general” nem por Augusto Lobo

General Augusto Lobo PQD escreveu carta desafiando Alexandre de Moraes e pedindo intervenção militar, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – O general Augusto Lobo PQD escreveu uma carta no Exarnet desafiando Alexandre de Moraes e pedindo intervenção militar.

Análise

Por mais que movimentos de cunho golpista estejam, de certa forma, controlados, ainda é possível encontrar mensagens virais que pedem uma “intervenção militar” circulando com força na internet.

Um vídeo com marca d’água do Kwai está circulando em diversas redes sociais com a assinatura de Augusto Lobo PQD. Também é dito que o texto seria do general Gilberto Pimentel. “E agora Xandão cabeça de pirok@, vc vai mandar prender o General Gilberto Pimentel? AUGUSTO LOBO PQD”, diz a mensagem. Leia a transcrição e veja o vídeo:

CARTA BOMBÁSTICA PARA O BRASIL PELO EXARNET: BLOG FECHADO DOS MILITARES. General Gilberto Pimentel  Meus amigos de trincheiras, em um momento de instabilidade nacional em que o país passa, eu colocarei aqui alguns pontos muito importantes que estão engasgados na garganta. Com 41 anos de carreira militar, desde que ingressei ainda em nosso glorioso Regime Militar democrático aos 18 anos, no exército, e por meritocracia cheguei a General de Brigada do Exército e agora sigo atuando pelo comando de presidir o nosso clube militar. Eu nunca vi o que está acontecendo com a nossa pátria.

Vídeo: é falso que Lula parou doações em Lajeado e Encantado destruiu donativos

Entre tantas preocupações e anseios que a sociedade necessita nesses tempos difíceis e sombrios que passamos, ainda existem aqueles que insistem em nos provocar e nos intimidar pelas vias radicais e ditatoriais. Esse Tribunal que se diz ser supremo, afronta a nação de uma forma irresponsável podando e talhando os direitos constitucionais adquiridos na constituição de 1988. Querendo mostrar uma força que nós militares desconhecemos. E há aqueles que dizem ainda que: “Os 21 anos de Ouro foram de trevas e repressores”. Mas então eu coloco aqui a pergunta: ” O que estamos vivendo agora?” “DEMOCRACIA?”. Em um gesto covarde e absurdo de um homem que se acha deus supremo, aplica inquéritos de censuras a liberdade de imprensa e de seu povo que absolutamente não quer mais esses homens no poder e tem o poder e direito de se manifestar-se. E simplesmente dois bandidos de toga se acham no direito de reprimir e cassar pessoas , jornais, jornalistas, e Generais como se fossem animais selvagens.

Querendo amordaçar-los com suas focinheiras escrotas de autoritarismo barato. Isso é um absurdo! Quero alertá-los que dentro do clube que estou a servir , isso caiu como um martelo no centro dos Generais, que já se levantaram e intimaram até mesmo o chefe de Estado que esteve conosco semana passada. Viu-se no próprio Presidente da república, o temor e o medo de se expressar contra essa corja de canalhas. Sabendo disso Senhores, o próprio chefe de estado se assim posso usar essa expressão: “Está em um mato sem cachorro”. Alguém terá que parar esses inescrupulosos homens deuses. Nós juramos defender a pátria custe o que custar. E assim começou em 1964 o senhores meus amigos sabem muito bem.

Uma coisa leva a outra!! Assim estou expressando meu maior sentimento de repúdio a esse supremo tribunal da vergonha, será que também vão invadir minha casa? Nem em uma ditadura mais opressora , viu-se o que está acontecendo em nosso país. Uma população que está acomodada em berço esplêndido e ao mesmo tempo oprimida ao seu maior medo. ” O direito de expressar-se”. Nós das FFAA sabemos muito bem o que devemos fazer para impedir tudo isso, mas agora cabe saber o que a sociedade de bem deseja. Porque quero já alertá-los, se isso começar, não terá mais volta, e todos nós sabemos muito bem disso.

Convoco aqui como chefe de instituição militar, uma grande mobilização dos nosso amigos oficiais patriotas e que essa carta se espalhe para todos vocês e se unam ao meu sentimento, porque depois que as lagartas se moverem, não reclamem de quem tem o poder de verdade de recuperar essa nação. Mais uma vez alerto que: Quando tudo está parado e sequestram o direito de um presidente de governar, não a mais o que fazer, a não ser agirmos em prol e em defesa da nação. Que pena, que pena que nos tiraram esse poder institucional. Será que teremos que ver o país ser dominado por completo por meia dúzia de raposas comunistas e não fazermos nada? Aonde está a sociedade que não nos outorga isso? Ao mesmo tempo que a sociedade está cansada de tantas falácias e declarações nossas, nós também estamos cansados de vermos o país afundar sem podermos mover o pino da granada.

Me perdoem as palavras ríspidas e diretas, mas o momento é oportuno em se fazer esse alerta urgente, meus amigos de farda, levantemo-nos agora, e estejamos em QAP total de prontidão. Um grande abraços a todos. Nosso exército nunca dorme! Aço , selva. General de brigada Gilberto Pimentel Presidente do Clube Militar.

Checagem

Para realizar a checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) É verdade que o general Augusto Lobo escreveu a carta pedindo intervenção militar? 2) Quem é o tal Augusto Lobo PQD? 3) A carta foi escrita por Gilberto Pimentel?

É verdade que o general Augusto Lobo escreveu a carta pedindo intervenção militar?

Não. Na realidade, o vídeo não passa de uma leitura de um texto que já circulou em outra fake news. Não encontramos nenhum general com o nome de Augusto Lobo PQD (o que é mais estranho ainda) e a explicação do crédito tem uma lógica.

Quem é o tal Augusto Lobo PQD?

Pelo que vimos, o crédito surgiu porque há um perfil no Kwai que compartilha diversos conteúdos (inclusive fake news) com este nome. Não sabemos se o sujeito existe ou é um alter ego de alguém. Mesmo assim, é alguém que não deveria ter relevância.

O conteúdo que circula na internet é de um texto que foi atribuído ao general (esse, de verdade), Gilberto Pimentel, no “Exarnet”. A carta, por sinal, é falsa.

A carta foi escrita por Gilberto Pimentel?

Já desmentimos algumas vezes no Boatos.org a autoria da carta como sendo de Gilberto Pimentel ou de alguém do Clube Militar. Leia o que escrevemos na época: 

O primeiro ponto que nos deixou desconfiados está na própria mensagem. Além de ter algumas características de boatos (alarmista, com erros de português e sem citar fontes confiáveis), ela carrega algumas informações, no mínimo, contraditórias.

Uma delas é apontar que a carta é direcionada “ao Brasil”, mas foi escrita no “blog fechado dos militares”. Se a carta era para ser pública, por que ela estaria em um local de acesso restrito. Vale dizer, aliás, que falar que o Exarnet é o “blog fechado dos militares” é um erro. A página é, simplesmente, destinada para a apresentação dos reservistas ao Exército (atividade que deve ser feita anualmente). Não tem nada de blog por lá.

As informações erradas não param por aí. O texto também erra em falar que o general Gilberto Pimentel é o atual presidente do Clube Militar (como o nome diz, é um clube destinado aos militares). Ele ficou no cargo entre 2014 e maio de 2018. Na ocasião, o general Hamilton Mourão assumiu o cargo. Quando Mourão se candidatou a vice nas eleições de 2018, o general Eduardo José Barbosa assumiu a Presidência do Clube Militar. Como mostra a página da estrutura do Clube Militar, Eduardo José Barbosa continua no cargo.

Só para terminar, entramos em contato com o próprio Clube Militar (por meio da página do Facebook) sobre a veracidade do texto e recebemos a seguinte resposta: “Boa tarde, o texto não é de Autoria do Gen Gilberto Pimentel. Att, Clube Militar”.

Há, ainda, uma negativa do site Sociedade Militar sobre o texto. Além de destacar tudo que foi dito por aqui, o site classificou a mensagem como “peça de comédia” e reiterou que as chances de os militares não devem agir para uma “intervenção militar” no país.

Conclusão

Fake news ❌

É falso que a carta pedindo intervenção militar tenha sido escrita por Augusto Lobo PQD, Gilberto Pimentel ou outro general. Trata-se de uma nova versão de uma fake news que já desmentimos por aqui.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).