Flávio Dino, ministro da Justiça, divulga decreto que proíbe porte de armas de policiais #boato

Boato – O ministro da Justiça Flávio Dino criou um decreto no qual o porte de armas está proibido para policiais inativos e fora de horário de serviço.

Nestes primeiros de 2023, o que não tem faltado na internet é informação falsa sobre supostas decisões do governo Lula. A última das histórias aponta para uma suposta decisão do novo ministro da Justiça, Flávio Dino.

De acordo com a mensagem, o ministro da Justiça teria criado um decreto no qual, a partir de 23/03/2023 o porte de armas estaria proibido para policiais militares inativos e policiais militares fora de serviço. O texto aponta, ainda, que isso se estenderia para a policiais civis e da Polícia Federal. Leia:

Confira também: Janja tirou foto com traficante? Saiba a verdade aqui!

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

ATENÇÃO:  MINISTRO DA JUSTIÇA, (NEM CITAREI O NOME) termina de apresentar proposta de (Decreto) QUE: A PARTIR DE 23/03/2023 , SERÁ RETIRADO O PORTE DE ARMAS DE POLICIAIS MILITARES INATIVOS DE TODO O BRASIL, ALÉM DE IMPLEMENTAR NO MESMO DECRETO O PORTE DE ARMAS, APENAS EM SERVIÇO, DOS ATIVOS!!

PORÉM SABEMOS QUE ; IRÁ ABRIR JURISPRUDÊNCIAS PARA AS OUTRAS POLICIAS ( CIVIL E FEDERAL) NADA É TÃO RUIM QUE NÃO POSSA FICAR PIOR!! PARABÉNS AOS FAMILIARES DE TODOS OS POLICIAIS QUE FIZERAM O ( L) VOCÊS AJUDARAM A ENTERRAR SEUS ENTES ……. COM CERTEZA IRÁ PARA MÃO DE LUÍS ROBERTO BARROSO COMO RELATOR, E DESPACHO A SER PUBLICADO!

Flávio Dino, ministro da Justiça, divulga decreto que proíbe porte de armas de policiais?

Não demorou para a mensagem se espalhar entre grupos bolsonaristas, principalmente aqueles mais inflamados. Só há um detalhe: a história que aponta para o tal “decreto de Flávio Dino” é falsa.

O histórico de fake news sobre “decisões do governo Lula” já nos deixa muito desconfiados da veracidade da informação. Durante a campanha, inclusive, uma fake news apontava para o porte de armas. Além disso, os textos que circulam por aí são vagos, alarmista, têm erros de português e não citam nenhuma fonte confiável que comprove a informação.

Ao buscar sobre a informação, nada encontramos em fontes confiáveis. Pelo contrário, a única coisa que encontramos foram desmentidos da fake news que falava sobre o tal decreto. Vale apontar que, como as polícias militares são subordinadas aos governos estaduais, as portarias que tratam de regras específicas sobre porte de armas são dos estados.

Ou seja: além de não ser atribuição federal tratar do porte de arma de policiais, não há qualquer informação em fontes confiáveis que aponte para “decreto de Flávio Dino” (até porque quem publica decreto é o presidente).

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o ministro da Justiça Flávio Dino proibiu o porte de armas para policiais militares inativos. Trata-se de mais uma fake news que “brotou” nas redes sociais e não tem nenhum fundamento na verdade.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet