Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > EUA provam a vitória de Bolsonaro e a fraude da esquerda com perícia forense #boato

EUA provam a vitória de Bolsonaro e a fraude da esquerda com perícia forense #boato

EUA provam a vitória de Bolsonaro e a fraude da esquerda com perícia forense, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – Agora vai. Os EUA provaram, por meio de uma perícia forense, que Bolsonaro venceu as eleições de 2022 e que as urnas eletrônicas foram fraudadas pela esquerda.

As eleições presidenciais já ocorreram há mais de seis meses e até bolsonaristas estão com “outras preocupações” mais importantes do que a questão das urnas eletrônicas. Mesmo assim, uma história continua circulando em redes sociais e chamando atenção de conspiracionistas.

Um vídeo baseado em uma “notícia” dos Estados Unidos aponta que o país provou que foi Bolsonaro que venceu as eleições e que as urnas foram fraudadas pela esquerda. Tudo isso teria ocorrido por conta de uma perícia forense. Leia a mensagem que está circulando online:

URGENTE! EUA PROVA A VITÓRIA DE BOLSONARO E A FRAUDE DOS ESQUERDOPATAS  DE FATO COM PROVAS TÉCNICAS E CIENTÍFICAS O PRESIDENTE DA REPÚBLICA É JAIR MESSIAS BOLSONARO. OCORRERÁ A REVIRAVOLTA PLANETÁRIA DO BEM NO BRASIL E A HUMANIDADE SAIRÁ VITORIOSA – Faça Sua Parte, o Mundo Já Sabe da Verdade sobre a Fraude nas eleições brasileiras – NÃO SE ACOVARDE, MANDE PARA TODOS QUANTOS PUDER

Vídeo: é falso que Alexandre de Moraes disse que quer corroer a democracia

LEVANTAMENTO TÉCNICA DE CIÊNCIA FORENSE PUBLICADO NOS EUA REF. AO BRASIL. BOLSONARO VENCEU! O LEVANTAMENTO AINDA DIZ ONDE QUANDO A FR4UDE OCORREU. Levantamento técnico de ciência forense publicado nos EUA referente ao Brasil

EUA provam a vitória de Bolsonaro e a fraude da esquerda com perícia forense?

A tese se espalhou com força agora em maio de 2023. Porém, trata-se de uma nova versão de uma fake news que já estava se espalhando desde o final do ano passado (após as eleições de 2022).

A mensagem (que tem características de fake news como o caráter vago, o tom alarmista, os erros de português e a falta de citação de fontes confiáveis) cita um artigo de inglês que não passa de uma série de conjecturas sem provas sobre o processo eleitoral brasileiro.

Mais do isso, o que é apresentado como “algo muito técnico” não passa da reprodução de uma série de fake news que já foram desmentidas. Vamos destacar algumas delas como exemplo.

Uma das fontes que o texto em inglês citou foi a tese das urnas eletrônicas antigas (tese levantada por um youtuber argentino no final do ano passado). Já explicamos que é falso que “hackers argentinos” quebraram o tal código-fonte das urnas e que descobriram uma fraude.

Outra tese apresentada é a que se baseia na “Lei de Benford” para apontar que a contabilização de votos em 2022 foi feita de forma errada. Esta tese também não procede e já foi derrubada.

Vale apontar, ainda, que a fonte da informação não é nada confiável. Este serviço norte-americano classifica a página como de baixa credibilidade e com viés de extrema-direita. Por fim, é importante também citar que já fazem alguns meses que a publicação em questão circula na internet. E sabe quantas repercussões confirmando a tese tivemos até agora? Zero.

Resumindo: é falsa a informação que aponta os EUA “confirmaram” a fraude nas urnas eletrônicas nas eleições de 2022 no Brasil. O texto que circula online é antigo e se baseia em outras fake news já desmentidas na web.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm