Eleitor tenta votar em Bolsonaro (17), mas urna fraudada anula voto #boato

Boato – Vídeo mostra eleitor que tenta votar em Bolsonaro apertando 17 e tem o voto anulado. É a prova da fraude nas urnas eletrônicas.

Já falamos hoje sobre a quantidade de notícias falsas que visam reforçar a tese de que as urnas eletrônicas são fraudadas. É claro que no dia do 2º turno da votação não faltaria uma história nova sobre o assunto.

A última que está viralizando na internet dá conta de que um eleitor tentou votar em Jair Bolsonaro (PSL), mas a urna eletrônica (segundo ele, fraudada) está anulando o voto. A prova seria a inscrição “voto nulo” quando ele aperta 17. Leia algumas versões da história que circula online e assista ao vídeo:

Versão 1: Meu interesse não é propagar Fake News, muito menos influenciar o voto alheio, mas recebi este vídeo e não sei se é fato, mas pelo que vejo parece não haver cortes, é mostrado por uma pessoa que se indentifica com seu nome e sobrenome que ao votar 17 a urna mostra voto nulo.

Versão 2: FRAUDE ACONTECENDO O CARA FOI VOTAR PARA PRESIDENTE E A URNA APRESENTOU GOVERNADOR 17 KKKKKK… NOS AVISAMOS … DIA 28 DE OUTUBRO DE 2018 Versão 3: Começou a safadeza! Olhem no vídeo 17 e voto dando nulo ! Versão 4: Tem eleitor apertando o 17 a aparecendo a palavra VOTO NULO. Começou a aparecer as fraudes.

Urna fraudada dá voto nulo quando eleitor tenta votar 17?

O tal vídeo começou a se espalhar muito na internet, mas será mesmo que o eleitor fez uma denúncia real? A resposta é não. Quem nos ajudou nesta checagem foi a Agência Lupa, que neste domingo (28) participa de uma força-tarefa para derrubar as fake news nas eleições. Leia análise (adaptada ao Boatos.org):

Nesta manhã, a página Sargento Silvano Oliveira postou um vídeo acusando a fraude em sua urna. De acordo com o eleitor, que se identifica como Paulo Roberto Duarte Pereira, ao digitar o número 17, do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, seu voto era anulado. No entanto, na mesma gravação, é possível observar que a urna pedia o número do candidato a governador – e não a presidente.

A publicação original chegou a ter 1494 compartilhamentos antes de ser tirada do ar. Apesar de agora o vídeo ter sido apagado pelo autor, outras páginas continuam compartilhando a informação ainda acusando a fradeu.

Vale lembrar que fotografar ou filmar a urna eletrônica é crime, por violar o sigilo do voto, segundo o Código Eleitoral. A lei estabelece que é proibido “portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas e filmadoras, dentro da cabina de votação”.

Resumindo: a história que aponta que um eleitor tentou votar em Bolsonaro e teve o voto anulado é falsa. Na realidade, o sujeito estava digitando 17 para o cargo de governador. Em vez de perceber o erro, ele saiu gritando e esbravejando.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Neste sábado (27) e domingo (28), o Boatos.org se uniu a outras cinco agências de checagens de notícias no Brasil para checar as mensagens de conteúdo suspeito nesta reta final das eleições. A ideia de juntar forças é para ganhar mais agilidade e aumentar o alcance das checagens. A parceria reúne o E-farsas, Agência Lupa, Aos Fatos, Projeto Comprova e Fato ou Fake. 

 

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Eleitor tenta votar em Bolsonaro (17), mas urna fraudada anula voto #boato

  • 30/10/2018 em 10:09
    Permalink

    Amigos, sou #elenão de carteirinha mas acho que na blusa desse cara tem a imagem do Lula…poderiam verificar isso? O cara foi preso? Ele é bolsominion ou é #elenão?

  • 28/10/2018 em 20:30
    Permalink

    Neste caso, só rindo mesmo.

Fechado para comentários.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)