Cármen Lúcia publicou carta no O Globo falando de revolução sem armas #boato

Boato – Ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), publica carta no jornal O Globo sobre revolução sem armas.

Tema constante nos noticiários, rodas de conversas informais e nas redes sociais, a corrupção se tornou destaque desde que a maior operação de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro do país foi deflagrada. Desde então, a crise política no Brasil tem sido protagonista de textões nas redes sociais. Nos últimos dias, um “textão” atribuído à ministra Cármen Lúcia circulou no Facebook e WhatsApp.

Na suposta carta ao jornal O Globo, a ministra teria defendido a revolução sem armas: “não precisamos pegar em armas ou acabar com a vida de ninguém. A nossa arma, são as redes sociais, acredite no poder que nós temos”, diz trecho. A ministra ainda teria afirmado que “essa é uma matéria que vale a pena repassar, chega de nepotismo e de interesses ardilosos!”. Confira a publicação:

Cármen Lúcia publica carta no O Globo falando de revolução sem armas, diz boato
Cármen Lúcia publica carta no O Globo falando de revolução sem armas, diz boato

Cármen Lúcia publicou carta no O Globo falando de revolução sem armas?

Ao contrário do que muitos imaginam, não é verdade que a ministra Cármen Lúcia publicou carta no O Globo falando de revolução sem armas. Mas se você ainda não entendeu o porquê, a gente te explica:

De fato, a carta – assinada por Gil Cordeiro, leitor do jornal O Globo – é real e foi publicada em 2011. O texto ficou famoso e desde então tem circulado no WhatsApp. Até aí, ok.

Pois bem, antes de ser atribuída à ministra, a carta foi compartilhada por alguém chamada “Carmen Lucia”, que provavelmente é prima de alguém. O problema é que o “primo ou prima” da Carmen Lucia, que pode ser qualquer pessoa do mundo (mas não a ministra, que tem o nome de Cármen Lúcia), copiou a mensagem, colou e compartilhou com o remetente. Nem precisamos dizer que para a “Carmen Lucia Prima” se tornar a ministra Cármen Lúcia foi um pulo.

Para além disso, se você acompanha os posicionamentos da ministra no noticiário, sabe que esse tipo de declaração não faz o estilo dela. Dito isso, saiba que checamos se a ministra havia dado alguma declaração semelhante. Como você deve imaginar, não encontramos nenhuma declaração pública sobre o assunto. Além disso, procuramos a tal carta na fonte mencionada – O Globo – e, obviamente, não encontramos nada.

A título de conhecimento, saiba que essa não foi a primeira vez que Cármen Lúcia visitou as páginas do Boatos.org. Em um passado não muito distante, a ministra já foi protagonista de histórias envolvendo Michel Temer, Joaquim Barbosa e a Operação Lava-Jato.

Sendo assim, podemos afirmar que a carta não pertence à ministra. Ou seja, a história de que Cármen Lúcia publicou carta no O Globo falando de revolução sem armas é #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Compartilhe este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)