Bolsonaro deve mandar prender Doria por trazer 800 empresários da China para o Brasil #boato

Boato – Bolsonaro vai mandar prender o governador João Doria por traição e por receber 800 empresários da China no Brasil e trair a pátria.

Se a pandemia fez uma coisa muito bem feita, essa foi afastar ou até mesmo terminar a relação de alguns políticos. Um dos casos mais emblemáticos foi o rompimento total entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria.

Em 2018, Doria embarcou na popularidade de Bolsonaro e até chegou a declarar apoio a Bolsonaro. Entretanto, em 2019, o relacionamento passou por altos e baixos, levando ao afastamento dos dois políticos. Mas parece que a pandemia veio colocar um ponto final na relação, com direito à alfinetadas e até críticas incisivas.

É claro que toda essa situação foi usada como pano de fundo para fake news. Nos últimos dias, uma história que está circulando nas redes sociais afirma que Bolsonaro vai mandar prender o governador João Doria. O motivo? “Espionagem, sabotagem, traição à Pátria e conluio”. De acordo com a publicação, Doria estaria representando os interesses da China.

Ainda segundo o texto, o governador de São Paulo irá receber 800 empresários chineses que viriam ao Brasil em setembro. A publicação também aponta que a visita se daria com o objetivo de comprar empresas falidas e faz um apelo: “proibir esses chineses de entrarem no Aeroporto de Guarulhos”. Confira:

Confira o desmentido em vídeo:

“Bolsonaro deve mandar PRENDER João Dória, por espionagem, sabotagem, TRAIÇÃO à Pátria e conluio, e por ser Dória Representante da China. Amigos, não se esqueçam que Dória está preparando a recepção de 800 empresários da China que virão ao Brasil em Setembro próximo com o objetivo de comprar empresas falidas.

O Skaf deve se reunir com Bolsonaro e o Paulo Guedes para análise do mercado. Devemos divulgar nas redes sociais uma forma de proibir esses chineses de entrarem no Aeroporto de Guarulhos, como acontece com os turistas italianos que foram proibidos de aportarem lá na cidade de Salvador.

OS PATRIOTAS ESTARÃO NO DIA DO DESEMBARQUE DOS CHINESES NO AEROPORTO, mas para vaiar a comitiva e o governador! Onde chegarem vaia neles! Vamos às ruas no dia e protestaremos contra a presença deles no país ! Vamos descobrir o dia e a hora e estaremos lá ! Fora Dória TRAIDOR DA PÁTRIA e seus comparsas chineses!  REPASSEM URGENTE”.

Bolsonaro deve mandar prender Doria por trazer 800 empresários da China para o Brasil ?

A informação pipocou nas redes sociais (especialmente, no WhatsApp e no Facebook) e viralizou entre os internautas. A publicação atingiu em cheio o grupo extremista pró-governo federal, mas a verdade é que ela não passa de uma mentira.

Basta ler o texto para perceber. Ele apresenta o combo completo de características de fake news na internet. O texto é vago (não diz o dia que os empresários chegariam no Brasil e muito menos a data em que “os patriotas tem que chegar no aeroporto”), extremamente alarmista, possui erros de português, pedido de compartilhamento e não cita fontes confiáveis.

Além disso, fake news envolvendo políticos são uma constante na internet, especialmente nesse período de pandemia. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras dessas histórias, como a que dizia que o governador João Doria teria dito que está tomando cloroquina para se tratar contra a Covid-19. Também a que indica que Doria teria assinado um acordo de produção da vacina contra a Covid-19 em agosto de 2019 e, por fim, a que aponta que o STF teria impedido Bolsonaro de combater a pandemia de Covid-19 no Brasil.

Ao buscar por informações sobre a suposta vontade de Bolsonaro de prender Doria ou até mesmo sobre a chegada de empresários chineses no Brasil, nada encontramos. O máximo que achamos foi uma informação que mostra exatamente o contrário daquilo dito pelo texto. De acordo com o blog do jornalista Lauro Jardim, Doria estaria planejando enviar uma comitiva de empresários para a China (isso se a situação da pandemia permitir). A ideia seria enviar a delegação para participar da Feira de Importação da China, entre os dias 5 e 10 de novembro de 2020. Não existe nada sobre empresários chineses vindo ao Brasil.

Além disso, a história é recheada de falta de senso lógico. A acusação de espionagem é absurda! Trazer empresários ao país para tratar de negócios não é crime. Se isso não bastasse, o próprio presidente Jair Bolsonaro já declarou que não tem problemas em fazer negócios com a China. Recentemente, Bolsonaro mostrou seu desejo em vender estatais e commodities para os chineses durante uma visita na Ásia.

Por fim, vale ressaltar que ninguém em sã consciência chegaria perto do Brasil nesse momento. Os motivos são óbvios: os altos números de infectados e óbitos por conta da Covid-19. Atualmente, o Brasil é o segundo país com o maior número de mortes pela doença.

Em resumo: a história que diz que Bolsonaro deve mandar prender o governador João Doria por traição e espionagem, porque ele vai trazer 800 empresários chineses ao Brasil, é falsa! A história é completamente vaga e não encontramos nenhuma informação que pudesse confirmar a suposta história de que 800 empresários chineses estariam vindo ao Brasil. Além disso, as acusações apresentadas no texto, como traição e espionagem, pelo simples fato de uma visita comercial é completamente absurda! Por fim, até Bolsonaro já mudou sua posição protecionista e anunciou que gostaria de fazer vendas de estatais e commodities aos chineses. O

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Assista também: 7 fake news sobre sabotagens contra Bolsonaro

Confira também: 11 fake news sobre a China que circularam na web em 2020