Bolsonaro demitiu Mourão do cargo de vice-presidente #boato

Boato – O presidente Jair Bolsonaro acabou de demitir o general Hamilton Mourão do cargo de vice-presidente da República.

É fato. Frequentemente, a “ala ideológica” (que poderia ser chamada de “ala fanática”) ligada ao presidente Jair Bolsonaro elege alvos para críticas e ataques em redes sociais. O escolhido da vez parece ser o vice-presidente Hamilton Mourão.

A prova disso está em mensagens que circulam em redes sociais e apontam que Bolsonaro o demitiu do cargo de vice-presidente. Em meio a mensagens e vídeos, encontramos postagens com títulos “Jair Bolsonaro DEMITE Mourão” e “BOLSONARO DEMITE MOURÃO E DECISÃO EXPL0DE NA PRESIDÊNCIA – TARCISIO ASSUME 2022!”.

Bolsonaro demitiu Mourão do cargo de vice-presidente?

As mensagens e os vídeos renderam comentários comemorando a saída de Mourão do governo. Apesar do alarde, não é verdade que o presidente demitiu Hamilton Mourão do cargo de vice-presidente.

O histórico de boatos vindos de canais do YouTube pró-Bolsonaro já nos deixa muito desconfiados da veracidade da informação. Já desmentimos boatos relacionados a decisões de Bolsonaro contra Globo, STF e também contra a imprensa em geral. Em todos os casos, tratavam-se de notícias falsas.

Com a história da “demissão do Mourão”, o mesmo acontece. O que houve foi uma distorção de uma notícia que relata uma situação pública e notória: a de que a relação entre o presidente e Mourão está desgastada e que o general não deve ser o vice do capitão na chapa de 2022. O único “fato novo” na matéria usada como fonte está no nome de Tarcísio Gomes de Freitas como possível em uma chapa para (veja bem) 2022.

Nem se quisesse (como aparentemente quer) Bolsonaro poderia “demitir Mourão” (como faz, por exemplo, com um ministro). Como foi eleito, Mourão só poderia sair do cargo se renunciasse, sofresse impeachment pelo Congresso ou se a chapa toda (presidente e vice) fosse cassada pela Justiça Eleitoral. Nenhuma das três opções parecem estar no radar.

Vale dizer que as mensagens que estão circulando na internet erram também ao cravar o nome de Tarcísio Gomes de Freitas como “vice” (seja agora ou em 2022). O que há, até o momento, é, para 2022, uma possibilidade. Nada concreto.

Resumindo: a história que aponta que Bolsonaro demitiu Mourão do cargo de vice-presidente da República é falsa. Nem o vice pode ser “demitido pelo presidente” tampouco a notícia usada como fonte para mensagens aponta para isso.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2m2887O
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet