Atirador da escola de Suzano é flagrado com camisa de Bolsonaro #boato

Boato – Luiz Henrique de Castro, um dos atiradores da escola Raul Brasil, em Suzano (SP), aparece em foto com uma camiseta de Jair Bolsonaro.

O crime realizado na escola Raul Brasil, localizada na cidade de Suzano (SP), deixou os brasileiros estarrecidos e com mais perguntas do que respostas. Em meio a dúvidas sobre o que teria motivado o crime cometido por Luiz Henrique de Castro e Guilherme Taucci Monteiro, histórias falsas sobre o assunto já circulam na internet.

A última relaciona o crime com o presidente Jair Bolsonaro. De acordo com mensagens que circulam na internet, Luiz Henrique de Castro, um dos assassinos, teria tirado uma selfie com uma arma na mão e uma camiseta de Bolsonaro. Leia algumas mensagens que acompanharam a imagem:

Versão 1: Viu de quem ele é apoiador olha a estampa da camisa do decujo que fez a barbárie, com incentivo do atual coiso que pra mim não é meu presidente…… Versão 2: Luiz Henrique de Castro: Autor da chacina de Suzano. Assassino com camisa de Bolsonaro.

Versão 3: O Brasil que você elegeu! Satisfeitos! Versão 4: Vejam a camisa do ídolo do assassino do Massacre dos.alunos.da.Escola.de Suzano…Bolsonaro formou uma geração de psicopatas com mente fixa em armas e matar. Bolsonaro é a personificação da malignidade humana.

Atirador da escola de Suzano foi flagrado com uma camiseta de Bolsonaro?

As tais imagens e mensagens se espalharam muito por aí. Mas será mesmo que as imagens que circulam online mostram Luiz Henrique de Castro e será mesmo que os atiradores posaram com a camiseta de Bolsonaro? A resposta é não. Calma que a gente explica tudo.

De cara, já achamos a história estranha. O “passado recente” das fake news nos mostra que esse tipo de boato “fulano vestiu camiseta de ciclano ou esteve com beltrano” tem sido frequente na web. Ontem mesmo desmentimos dois boatos dessas categorias: o que falava que o assassino de Marielle usava uma camiseta de Lula e o que falava que o assassino de Marielle tirou uma foto com Jair e Eduardo Bolsonaro.

Além disso, a mensagem segue o “roteiro das fake news”. É vaga, alarmista, com erros de português e não cita fontes confiáveis. Ao buscar por qualquer referência em fontes confiáveis sobre o assunto, nada encontramos. A partir daí, buscamos pelas imagens e a verdade apareceu.

Três erros de informação derrubam totalmente a tese descrita por aí. O primeiro é que o rapaz da primeira imagem não é Luiz Henrique de Castro. Como mostra esse vídeo do Jornal Nacional, o rapaz da imagem é o outro culpado pelo ataque: Guilherme Taucci Monteiro. A foto é do perfil do Facebook de Guilherme e aí chegamos ao segundo “furo”.

A imagem de Bolsonaro na camiseta foi colocada por meio de programas de edição de imagem. Na foto original (publicada na manhã do crime), a camiseta tem a escrita NYC (referente à cidade de Nova York). Veja no link a seguir.

Terceiro e último erro. O sujeito da “segunda foto” não é nem Luiz Henrique tampouco Guilherme. Ele é Marcelo Valle, condenado a 41 anos de prisão por crimes de ódio. A imagem, retirada do blog Lola, Escreve Lola, pode ser vista aqui.

Resumindo: a história que aponta que Luiz Henrique de Castro, um dos atiradores de Suzano, posou com armas e uma camiseta de Bolsonaro é falsa. Nem Luiz está nas imagens nem o outro assassino estava com uma camiseta do presidente.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)