Arnaldo Jabor escreveu texto sobre Lula na CBN que foi censurado pelo TSE em 2021 #boato

Boato – O TSE, em 2021, acabou de censurar o comentário de Arnaldo Jabor no site da CBN. No texto, ele falou sobre Lula e o STF.

A decisão do ministro Edson Fachin de anular as condenações de Lula na Operação Lava Jato e, principalmente, a possibilidade do ex-presidente concorrer às eleições em 2022 fez com que o cenário político brasileiro se reconfigurasse. No meio disso, velhos boatos estão voltando a circular.

Um deles dá conta de que o TSE acabou de censurar um comentário de Arnaldo Jabor na CBN. Junto ao “comunicado” há o que seria o texto do cineasta. No texto, ele teria criticado Lula, o STF, Dilma e falado do Mensalão e da Lava Jato. Leia a mensagem que circula online:

Atenção! Textos falsos atribuídos a Arnaldo Jabor e Alexandre Garcia sempre circulam na web. Saiba quando desconfiar:

Recebi. E, tal qual, repasso: URGENTE !!! Decisão do TSE determinou a retirada de comentário de ARNALDO JABOR do site da CBN, a pedido do ex-presidente LULA, e feriu preceito constitucional da LIBERDADE de IMPRENSA [Ricardo Ramos)♧]. Veja o que escreveu ARNALDO JABOR: “O que foi que nos aconteceu? L No Brasil, estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor, ‘explicáveis’ até demais. Quase toda a verdade já foi descoberta, quase todos os crimes provados, quase todas as mentiras percebidas. Tudo já aconteceu e quase nada acontece. Parte dos culpados estão catalogados, fichados, processados e condenados e quase nada rola. A verdade está na cara, mas a verdade não se impõe, tais são as manobras de procrastinação, movidas por um sem número de agentes da quadrilha. Isto é uma situação inédita na História brasileira!!! Nunca a verdade foi tão límpida à nossa frente e, no entanto, tão inútil, impotente e desfigurada!!! Os fatos reais mostram que, com a eleição de LULA, uma quadrilha se enfiou no Governo, de cabo a rabo da máquina pública, e desviou bilhões de dinheiro público para encher as contas bancárias dos quadrilheiros e dominar o Estado Brasileiro, tendo em vista se perpetuarem no Poder, pelo menos, por 70 anos, como fizeram os outros comunas, com a extinta UNIÃO SOVIÉTICA!!! Grande parte dos culpados, já é conhecida, quase tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes, as provas irrefutáveis, mas os governos psicopatas de LULA e DILMA negam e ignoram tudo!!! Questionado ou flagrado, o psicopata CHEFE não se responsabiliza por suas ações. Sempre se acha inocente ou vítima do mundo, do qual tem de se vingar. O outro não existe para ele e não sente nem remorso, nem vergonha do que fez!!! Mente, compulsivamente, acreditando na própria mentira, para conseguir o Poder. Estes governos são psicopatas!!! Seus membros riem da verdade, viram-lhe as costas, passam-lhe a mão nas nádegas. A verdade se encolhe, humilhada, num canto. E o pior, é que a dupla LULA-DILMA, amparada em sua imagem de ‘povo’, consegue transformar a Razão em vilã, as provas, em acusações ‘falsas’, a condição de Cúmplices e Comandantes, em ‘vítimas’!!! E a população, ignorante e alienada, engole tudo. Como é possível isso? Simples: o Judiciário, paralítico, entoca a maioria dos crimes, na Fortaleza da LENTIDÃO e da IMPUNIDADE, a exceção do STF, que, mp qual, só daqui a seis meses, na melhor das hipóteses, serão concluídos os julgamentos iniciais da trupe (diz o STF). Parte dos delitos é esquecida, empacotada, prescreve, com a ajuda sempre presente, dos TÓFFOLIS e dos LEVANDOWISKIS. (Some-se à estes dois: MARCO AURÉLIO, GILMAR MENDES e ROSA WEBER). A LEI protege os crimes e regulamenta a própria desmoralização. Jornalistas e formadores de opinião sentem-se inúteis, pois a indignação ficou supérflua. O que dizemos não se escreve; o que escrevemos não se finca; tudo quebra diante do poder da mentira destes últimos dois governos. Sei que este é um artigo óbvio, repetitivo, inútil, mas tinha de ser escrito… Está havendo uma desmoralização do pensamento. Deprimo-me: Denunciar para quê? Se indignar com quê? Fazer o quê? A existência dessa estirpe de mentirosos está dissolvendo a nossa língua. Este neocinismo está a desmoralizar as palavras, os raciocínios. A língua portuguesa, os textos nos jornais, nos blogs, na TV, rádio, tudo fica ridículo diante da ditadura do LULO-PETISMO. A cada negação do óbvio, a cada testemunha, muda, aumenta a sensação de que as idéias não correspondem mais aos fatos!!! Pior: os fatos não são nada – só valem as versões, as manipulações. Nos últimos anos, tivemos um grande momento de verdade, louca, operística, grotesca, mas maravilhosa, quando o ROBERTO JEFFERSON abriu a cortina do país e deixou-nos ver os intestinos de nossa política. Depois, surgiram dois grandes documentos históricos: o RELATÓRIO da CPI dos CORREIOS e a DENÚNCIA do PROCURADOR-GERAL da REPÚBLICA, enquadrando os 39 quadrilheiros do escândalo do MENSALÃO. Mas, faltou o CHEFÃO! São verdades cristalinas, como sol a pino. E, no entanto, chegam a ter um sabor quase de ‘gafe’. LULO-PETISTAS clamam: ‘Como é que o PROCURADOR-GERAL, nomeado pelo LULA, tem o desplante de ser tão claro! Como que o OSMAR SERRAGLIO pode ser tão explícito; e como o DELCÍDIO AMARAL não mentiu em nome do PT? Como pode ser tão fiel à letra da Constituição, o infiel JOAQUIM BARBOSA? Como ousaram ser tão honestos? Sempre que a verdade eclode, reagem. Quando um juiz condena rápido, é chamado de exibicionista. Quando apareceu aquela grana toda, no Maranhão, a família Sarney reagiu, ofendida, com a falta de ‘finesse’ do Governo de FH, que não teve a delicadeza de avisar que a polícia estava chegando… Mas agora é diferente. As palavras estão sendo esvaziadas de sentido. Assim como o stalinismo apagava fotos, reescrevia textos para contestar seus crimes, o Governo de LULA foi criando uma língua nova, uma neo-língua empobrecedora da ciência (truncated)

Arnaldo Jabor escreveu sobre Lula no site da CBN que foi censurado pelo TSE em 2021?

Desculpe aí o textão (que nem é nosso). Independentemente do tamanho dele, uma coisa é fato: ele não é de Arnaldo Jabor e não é verdade que o cineasta foi censurado em 2021 pelo TSE. Na realidade, esse boato já foi desmentido por aqui em 2019. Como que escrevemos outrora vale para hoje, relembre o que foi escrito:

Sempre que nos deparamos com alguma notícia que fala da censura de algum comentário de jornalistas ou figuras conhecidas na mídia, especialmente em torno de assuntos de cunho político, geramos automaticamente um sentimento de desconfiança e revolta. Afinal, como fica o direito à liberdade de imprensa? Porém, no nosso caso de hoje, não foi bem assim que aconteceu, e nós te provamos o porquê a partir de fatos.

O primeiro deles é que a mensagem da publicação que está sendo compartilhada carrega todas as características de fake news: é vaga (não diz quando aconteceu a retirada do ar), alamista (usa o caráter de urgência para chamar a atenção dos internautas), contém erros de português e não cita fontes confiáveis que deem credibilidade o que está sendo informado.

O segundo é que quem espalhou a notícia se aproveitou de um fato antigo, mais precisamente, de 2006, para viralizar o texto recentemente. E, infelizmente, não foi a primeira vez que isso aconteceu em textos atribuídos a Arnaldo Jabor. Em 2014, desmentimos um texto supostamente de autoria do colunista que teria sido censurado pelo TSE, chamado “Vote na Dilma”.

Na ocasião, explicamos que realmente houve um texto tirado do ar em 2006, mas que não era esse em questão. Inclusive, o nome da Dora Kramer, que foi citado em um comentário falando sobre o tal texto “Vote na Dilma”, havia sido utilizado erroneamente (leia na íntegra aqui).

Na realidade, o texto que, de fato, foi escrito por Arnaldo Jabor e foi tirado do ar pelo TSE, em 2006, comentava um debate entre os candidatos Lula e Geraldo Alckmin, nas eleições presidenciais do ano em questão, ocorrido no dia 08/10/2006.

O comentário de Jabor foi publicado dois dias depois no site da Rádio CBN e, em 12/10/2006, foi censurado liminarmente pela Corte. Veja o trecho do texto que provocou a suspensão da coluna:

“Amigos ouvintes, o debate de domingo serviu para vermos dois lados do Brasil. De um lado, a busca de um ‘choque de capitalismo’. De outro, um choque de socialismo deformado num populismo estadista, num getulismo tardio. De um lado, São Paulo e a complexa experiência de um estado industrializado, rico e privatista. De outro, a voz dos grotões, onde o Estado ainda é o provedor dos vassalos famintos. De um lado, a teimosa demanda do Alckmin pelo concreto da administração pública, e do outro, o Lula, apelando para pretextos utópicos, preferindo rolar na retórica de símbolo (…)’.”

Veja também uma passagem da sentença do juiz que deferiu a censura do texto de Jabor na ocasião:

“O comentário impugnado na petição inicial pode ter contrariado a legislação eleitoral. Como medida de natureza cautelar, determino liminarmente sua retirada da página da Representada na rede mundial de computadores e de todas as suas afiliadas.”

Você pode ler mais sobre toda essa história nesse link aqui. Desde o episódio de 2006, nenhum texto de Arnaldo Jabor foi censurado pelo TSE, tampouco recentemente, o que é possível descobrir com uma busca rápida na internet.

Além disso, vale ressaltar que o texto do nosso caso de hoje, que supostamente foi feito pelo colunista, não tem nada a ver com o que foi censurado em 2006, visto que ele cita episódios posteriores aos de 2006, como as eleições de Dilma e a delação de Delcídio do Amaral.

Por fim, não conseguimos verificar se a autoria do tal texto que fala de Lula, Dilma, Mensalão e STF é mesmo de Jabor. Mas visto que há uma enorme quantidade de textos falsamente atribuídos a ele, as chances são grandes. Porém, o que podemos afirmar é o que o TSE não censurou nenhum comentário do colunista recentemente.

Resumindo: a história que aponta que o TSE censurou um comentário de Arnaldo Jabor e que ele escreveu um texto bombástico sobre Lula e o STF após a decisão de Fachin é falsa (pelo menos não em relação ao texto em questão). Trata-se de um boato desmentido aqui em 2019 e que voltou a circular em 2021.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/3kWrohw
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet