Não haverá mais regresso à normalidade que vivíamos #boato

Boato – Por causa da pandemia da Covid-19, não haverá mais regresso à normalidade que vivíamos. Nem com a vacina ou fim da pandemia viveremos como antes.

É estranho como o compartilhamento de algumas pessoas em relação à pandemia pode variar tanto. As mesmas pessoas que diziam que era uma “gripezinha” agora estão compartilhando um link que dá a entender que nunca mais haverá regresso à normalidade que vivíamos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

Siga-nos no TikTok (e ganhe bônus no APP)

http://bit.ly/38hcBcy

Um link de um site português com o seguinte título “Covid-19: “Não haverá regresso à normalidade tal e qual a vivíamos”” e a foto da ministra da Saúde de Portugal Marta Temido dão a entender que, mesmo com a vacina e o fim da pandemia, teremos que continuar usando máscaras e mantendo distanciamento social.

Não haverá mais regresso à normalidade que vivíamos?

O link circulou muito em redes sociais. E, apesar de medidas de isolamento, uso de máscaras e medidas (como a testagem, higienização de mãos e medição de temperatura) ainda se fazerem necessárias, falar que “nunca mais” haverá regresso à normalidade não só é um exagero como é a distorção da fala de Marta Temido.

Antes de começar a análise, é importante citar que o link em questão, como já apontamos em um desmentido do Boatos.org (confira o link aqui), é acompanhado de um texto que atribui falsamente o crédito de “chefe da clínica médica da Universidade de Maryland” a Marta Temido. Ou seja: já foi utilizado em outro fake.

Ao analisar o link, vimos alguns detalhes. O primeiro deles é que a matéria em questão é antiga. Ela é de abril de 2020. Na ocasião, Marta Temido falou sobre medidas de isolamento necessárias para conter a disseminação do coronavírus em Portugal. No comunicado, ela disse a seguinte frase: “Não haverá regresso a normalidade tal como conhecíamos e temos que nos habituar a conviver com a doença até que uma vacina ou um tratamento eficaz sejam identificados”.

Em nenhum momento, ela disse que as coisas “nunca voltarão ao normal” (e nem a matéria aponta para isso). Ela falou o óbvio (que nem todos os líderes mundiais falam, né?): até que tenhamos uma vacinação em massa e controle da pandemia, teremos (ou deveríamos) que continuar vivendo com os cuidados para evitar a contaminação.

É provável que, mesmo com a imunização em massa, tenhamos que utilizar máscaras e mantendo isolamento social por algum período (até que a taxa de infecção caia drasticamente). Depois disso, voltaremos ao “normal” (espero, sem muitas esperanças, melhores do que antes).

Resumindo: o link que está sendo compartilhado na internet (inclusive com outro fake news) engana ao dar a ideia de nunca voltaremos ao normal por causa da pandemia ou que uma ministra de Portugal disse isso.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

– Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
– Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
– Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
– Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
– Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2YViiVK
– Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
– Siga-nos no TikTok http://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet