Morcegos, serpentes e cachorros são comercializados em feira na China, mostram fotos #boato

Boato – Morcegos, serpentes e cachorros são vendidos em feira a céu aberto na China, por isso o coronavírus existe. Tudo está mostrado em imagens que viralizaram online. 

As preocupações com os casos do novo coronavírus parecem que estão longe do fim. Até o momento, o vírus já matou mais de 300 pessoas e infectou mais de 14 mil. Em meio ao risco de epidemia global, diversos boatos circulam sobre o assunto. Há alguns dias, desmentimos uma história envolvendo uma feira de comida com animais vivos. Hoje, o desmentido envolve mais uma teoria sobre o contágio do vírus.

Nos últimos dias, imagens de animais sendo vendidos a céu aberto em uma feira na China viralizaram na internet. Segundo a publicação, os animais comercializados eram responsáveis pela proliferação do coronavírus. Na legenda, o texto diz: “depois não sabem da onde vem o vírus”.

Uma das imagens (que não vamos exibir aqui) mostram morcegos expostos, asas e carcaças. Outra mostra um comerciante do mercado pesando cachorros. Em outra, há serpentes, gatos e cães expostos à venda. Há também um vídeo onde aparecem ratos fritos, cachorros e outros animais presos em gaiolas.

Morcegos, serpentes e cachorros são comercializados em feira na China?

A publicação se espalhou em muitos locais na internet e deixou muita gente assustada. Mas será mesmo que morcegos, serpentes e cachorros são comercializados em feira na China? A resposta é não. Entenda os porquês.

Pois bem, só o histórico de informações falsas sobre o surto de coronavírus já é suficiente para nos deixar desconfiados. Além disso, a mensagem apresenta as características clássicas de um boato. É vaga, alarmista e não cita fontes confiáveis.

Como mencionamos anteriormente, nas últimas semanas, os boatos sobre o surto de coronavírus duplicaram. Por aqui, no Boatos.org, já surgiram histórias envolvendo sopa de morcego, número de infectados, carnaval e muitas outras.

Assim como em outros casos, as imagens nada tem a ver com o surto de coronavírus. Antes de explicar a origem das fotos, precisamos alertar para o fato de que, de fato, existe uma hipótese (que ainda não foi confirmada) de que o vírus pode ter origem em animais silvestres, como o morcego e a cobra. Mas, por enquanto, tudo não passa de uma hipótese não confirmada.

Dito isso, saiba que as imagens foram registradas em um mercado de carne no norte da Indonésia, em junho de 2019, como mostra o jornal Daily Mail. Note que as fotos foram divulgadas bem antes do surgimento do vírus e não têm nada a ver com a China.

O vídeo, onde aparecem imagens de ratos fritos, cachorros e outros animais presos em gaiolas, também não possui nenhuma relação com o vírus. As imagens foram registradas no mercado de Langowan (uma feira conhecida pela venda de animais silvestres para consumo humano) localizado na província North Sulawesi, na Indonésia. Vale dizer que o vídeo também foi desmentido pela equipe do Boatos.org e outros sites de fact-checking.

Resumindo: as imagens de morcegos, serpentes e cachorros não foram registradas na China e nada tem a ver com o surto de coronavírus (pelo menos por enquanto). Ou seja, #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2Ul0CEm