Governo da Alemanha envia cobrança de 130 bilhões de libras para a China #boato

Boato – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, envia cobrança de 130 bilhões de libras à China por danos provocados pelo coronavírus. 

O número de infectados pelo novo coronavírus permanece em ritmo crescente. Assim como os números, os boatos e teorias sobre a origem e a participação da China na disseminação do vírus também não param de crescer.

A última que viralizou no Facebook e no WhatsApp aponta que a Alemanha enviou uma fatura de 130 bilhões de libras para a China. O texto, que acompanha uma imagem da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e do presidente chinês, Xi Jinping, afirma ainda que a cobrança se deve ao impacto da pandemia do coronavírus na Alemanha. Leia o que diz a publicação:

Alemanha envia cobrança de 130 bilhões de libras à China por danos causados pelo novo coronavírus . SENTINDO CHEIRO DE GUERRA EM BREVE – Alemanha envia cobrança de 130 bilhões de libras à China por danos causados pelo coronavírus. A Alemanha provocou indignação na China depois que um grande jornal reuniu uma fatura de 130 bilhões de libras que Pequim “deve” à Berlim após o impacto da pandemia de coronavírus. A Alemanha seguiu a França, o Reino Unido e os EUA no direcionamento de descontentamento com o coronavírus à China, onde o vírus se originou. Ataques recentes ocorrem em meio a descobertas de que Pequim parece encobrir a verdadeira escala da crise, já que a fonte do surto permanece um mistério. […]

Governo da Alemanha envia cobrança de 130 bilhões de libras para a China?

A história ganhou força nas redes sociais e fez muita gente acreditar no discurso de que a culpa é da China. Mas será mesmo que o governo da Alemanha enviou cobrança de 130 milhões de libras para a China? A resposta é não. Entenda os porquês.

Teve a sensação de que já viu isso em algum lugar? Acertou. Não é a primeira vez que isso acontece, desde o início da pandemia, já teve “notícia” de cobrança à China. Em abril de 2020, uma história apontava que o governo da Índia havia processado a China e pedido US$ 20 trilhões de indenização (em que, de fato, existiu um pedido de indenização de US$ 20 trilhões, mas o pedido não partiu do governo indiano).

Assim como em outros caso, o processo não partiu do governo alemão. A história começou com uma publicação do jornal alemão Bild, que avaliava os danos à economia do país. Depois, a notícia foi reproduzida em tabloides britânicos e checada por outros sites.

O India Today checou a informação e classificou a informação como enganosa. De acordo com o site, o título e a imagem utilizada na matéria dava a impressão de que o governo alemão havia enviado a conta para a China. O Full Fact também desmentiu a informação. Segundo o site, o título do artigo sugeria que o governo alemão havia enviado a fatura de 130 bilhões de libras. O site também questionou o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Mass, sobre a cobrança e, para o ministro, a ideia de faturar a China é ilusória.

Resumindo: a Alemanha não enviou nenhuma cobrança à China. A história, na verdade, é fruto de uma matéria que nada tem a ver com um pedido governo do país ou de Angela Merkel. Ou seja, não passa de #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 9 9177-9164. 

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)