Base americana intercepta mísseis do Irã com sistema de rastreamento, mostra vídeo #boato

Boato – Vídeo mostra momento em que sistema de rastreamento da base norte-americana no Iraque intercepta mísseis iranianos e os destrói.

Em meio às tensões entre Estados Unidos e Irã após o ataque que matou o general Qasem Soleimani, o que não tem faltado são especulações a respeito do que pode acontecer no conflito. Uma das respostas do Irã está na forma de ataques a bases norte-americana nos Iraque. No último deles, quatro pessoas ficaram feridas.

Em meio a esse cenário, um vídeo tem ganhado força na internet. Ele aponta para o que seria um sistema de defesa antimísseis dos EUA. Nas imagens, uma espécie de robô consegue detectar e abater os mísseis que tentariam atingir o local. Leia algumas das mensagens que circularam online e assista ao vídeo:

Versão 1: Base americana recebendo mísseis iranianos com metralhadoras de rastreamento automático. IMPRESSIONANTE !! Versão 2: Base americana interceptando mísseis iranianos com metralhadoras automáticas impressionante Versão 3:Base Americana, interceptando mísseis Iranianos com metralhadoras de segmento automático. IMPRESSIONANTE !!!

Versão 4: Vídeo da Base Americana no Iraque. Exato instante que a defesa anti aérea inteligente detecta os mísseis Iranianos. Esse sistema inteligente funciona mesmo sem a intervenção humana. É muita tecnologia!!Vídeo da Base Americana no Iraque. Exato instante que a defesa anti aérea inteligente detecta os mísseis Iranianos. Esse sistema inteligente funciona mesmo sem a intervenção humana. É muita tecnologia!! Chamado de Phalanx Ciws defesa de ponto canhao de 20 mm rotatorio disparo 5000 por minuto ate 5 km.

Versão 5:Sensacional! Agora da pra entender por que o ataque do Irã à base americana, não teve nenhum sucesso. Não foi erro dos iranianos foi a defesa da base americana que pulverizou os mísseis e eles se espatifaram no chão sem nenhum problema. Veja o vídeo. Vídeo da Base Americana no Iraque. Exato instante que a Defesa Anti- Aérea Inteligente detecta os mísseis Iranianos. Esse sistema inteligente funciona mesmo sem a intervenção humana.
A mídia podre não mostra. Esqueceram de dizer que os mísseis atingem o solo, mas já abatidos.

Vídeo mostra base americana interceptando mísseis iranianos com sistema de rastreamento?

As imagens são, de fato, impressionantes. Se fossem, de fato, da base norte-americana no Iraque seriam mais ainda. Falamos isso porque o vídeo em questão não foi gravado durante o ataque do Irã a bases dos EUA. Aliás, não foi gravado em lugar algum. Vamos aos fatos.

Antes de falar da história em si, precisamos nos atentar a alguns detalhes. O primeiro deles está na mensagem. Ela tem algumas das principais características de boatos online. Ela é alarmista, com erros de português e não cita fontes confiáveis.

Além disso, esse tipo de informação falsa envolvendo “vídeos incríveis” não é novidade na internet. Já falamos de alguns casos na história do Boatos.org. Recentemente, falamos do caso do ataque do drone que teria matado Soleimani, da tentativa de ataque ao príncipe da Arábia Saudita e de um sistema antimísseis de Israel.

E aí está! Se você foi uma das pessoas que leu o desmentido sobre o “sistema antimísseis de Israel” vai perceber que o vídeo utilizado por lá é o mesmo da história de hoje. Sim, estão utilizando na fake news de hoje um vídeo já utilizado em outra fake news. Por isso mesmo, vamos relembrar sobre o que a Kyene Becker escreveu em relação à origem do vídeo em questão:

É possível ver, no final das imagens, uma mensagem em japonês (‘Kono Douga wa, fiction desu’) [nota, na versão “sistema dos EUA” a mensagem foi cortada]. Em uma tradução livre, feita pelo editor do Boatos.org que já morou no Japão (valeu, Edgard!), a mensagem informa que as imagens não são reais (O vídeo é uma obra de ficção).

Foi aí que o nosso editor resolveu fazer uma busca no Youtube, utilizando o termo ミサイル (que, em japonês, significa míssil) e chegou à verdade. O vídeo é uma criação de um canal de computação gráfica japonês. As imagens mostram uma simulação do que seria o sistema Phalanx CIWS (sistema de defesa contra mísseis anti-navio) abatendo mísseis BGM-109 Tomahawk (um míssil de cruzeiro de longo alcance).

Pois é gente. O vídeo que seria do sistema antimíssil da base norte-americana no Iraque é, na realidade, uma criação feita em computação gráfica no Japão e que já tinha sido utilizada em um boato sobre Israel (a globalização é uma delícia, mas tem seus custos).

Resumindo: a história que aponta que a base norte-americana usou o tal sistema descrito no vídeo em questão é falsa. As imagens são ficcionais e já foram, inclusive, utilizadas em outra fake news do gênero.

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/39Tje3u

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet