Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Esporte > Patinador no gelo em vídeo não é cego e não perdeu mãe que pulou de prédio em incêndio

Patinador no gelo em vídeo não é cego e não perdeu mãe que pulou de prédio em incêndio

Jovem patinador de gelo ficou cego após sua mãe pular da janela para salvar de incêndio, diz boato (Foto: Reprodução/Instagram)

Boato – Jovem patinador no gelo que ficou cego após sua mãe pular de um prédio após um incêndio.

Análise

Mesmo que sites de checagem (como o Boatos.org e outros) desmintam inúmeras vezes uma mensagem falsa, ainda há casos em que elas se retroalimentam e voltam a circular com um roupagem nova. É o caso da história que vamos falar hoje.

Um vídeo de uma performance de um casal durante uma apresentação no gelo está circulando junto com uma história mais do que comovente.

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

De acordo com o texto, o homem que realiza a dança seria um patinador cego. Mais do que isso: ele teria ficado cego com uma história das mais tristes.

A cegueira teria surgido porque ele estava em um incêndio quando criança. A mãe dele teria o salvado e morrido no acidente. Leia a mensagem que circula online:

“O vídeo que estou compartilhando com vocês não inclui apenas um clipe de um casal dançando no gelo. É uma das performances mais incríveis da história da patinação artística. O jovem dançarino é um jovem cego desde a infância, quando sua mãe, que era dançarina no gelo, o pegou e pulou com ele do sétimo andar depois que seu apartamento foi exposto ao fogo. Ela morreu e ele sofreu uma deformidade que o levou a perder a visão.

Mas ele guardava na memória a imagem de sua mãe, tendo presenciado algumas de suas façanhas na pista. E para eternizar sua memória, quis imitá-la e manter seu hobby e o que ela lhe ensinou sobre a arte de patinar e dançar no gelo. E ele está aqui em uma das apresentações mais incríveis da história, que levou mais de dez mil espectadores às lágrimas! Aqui ele executa uma famosa performance do famoso hino do tango “La Cumparsita” com sua parceira no Campeonato Mundial de Patinação Artística em Helsinki. Como um morcego, ele confia em seus ouvidos para medir o som e a distância.” (autoria do texto desconhecida)

Moral: – Vamos parar de reclamar da vida? – Ah, é porque não foi com você; é fácil falar isso!” – Tudo por que você passa hoje decorre de escolhas suas. – Eu não escolhi ser demitido, ser assaltado, ser preso, me separar, quebrar meu negócio… – Pois é: não sou eu quem vai lhe ensinar sobre as funções do livre-arbítrio, sobre a vida, sobre o universo, sobre Deus e o plano de Deus, dentre outros “mistérios”. O interesse no conhecimento é personalíssimo. Afinal, só você pode reconhecer que nada sabe e querer melhorar. Se você sofre e, ao invés de buscar soluções, opta por se afundar no sofrimento, só me cabe respeitar sua decisão. Para reflexão.

Checagem

Para realizar a checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes perguntas: 1) É verdade que o jovem no vídeo que está circulando na internet é um patinador cego? 2) Qual é o contexto do vídeo que está circulando na internet? 3) A história de que o patinador perdeu a mãe em um incêndio é real?

É verdade que o jovem no vídeo que está circulando na internet é um patinador cego?

Não é. Nenhuma das duas pessoas que estão patinando são cegos ou têm qualquer deficiência. Na realidade, boa parte da mesma história já foi desmentida no Boatos.org em 2021 e em 2023. Utilizaremos o que escrevemos para responder à próxima pergunta.

Qual é o contexto do vídeo que está circulando na internet?

Não foi preciso ir muito longe para descobrir a verdade sobre a história de hoje. Ao olhar o lettering que aparece no vídeo, percebemos que o nome dos patinadores aparece nas imagens.

A partir daí, foi simples. Ao procurarmos pelo nome do patinador Ivan Bukin, descobrimos que ele não é cego. O patinador, que é russo, compete ao lado de sua parceira Alexandra Stepanova, que também aparece nas imagens. Os dois foram quatro vezes medalhistas em campeonatos europeus de patinação artística no gelo. No Campeonato Mundial de Patinação Artística de 2021, a dupla terminou em 5º lugar na categoria dança no gelo (onde não são permitidos saltos e nem arremessos).

Além disso, o vídeo da história também mostra o nome da cidade de Helsinque, capital da Finlândia. Com todos os dados em mãos, resolvemos procurar por mais informações sobre o vídeo e descobrimos que ele foi registrado no Campeonato Mundial de Patinação Artística de 2017. Na época, a dupla terminou em 9º e 10º lugar nas categorias onde competiram.

Se isso não bastasse, a música apresentada não é apenas o tango La Cumparsita, mas sim uma seleção de músicas de tango do compositor argentino Astor Piazolla (assim como mostra o vídeo). É possível ver que a música que toca no vídeo foi sopbreposta à canção original.

Por fim, temos alguns exemplos de patinadores cegos, como a patinadora artística estadunidense Lisa Ferris, que chegou a treinar patinação no gelo, mas não pode competir profissionalmente. Também temos o caso da patinadora argentina Marianela Fernández, que compete profissionalmente na patinação artística sobre rodas. Ambas as patinadores conseguem realizar diversos movimentos, como espirais e poses, entretanto não conseguem executar saltos.

A história de que o patinador perdeu a mãe em um incêndio é real?

Esse era o único fato “novo” na versão 2024 da fake news. Por isso, estamos aqui para reiterar que este elemento também é falso. Não há nada de Ivan Bukin ter perdido a mãe quando era pequeno. Isso é só mais um recurso para deixar a mentira mais apelativa ainda.

Conclusão

Fake news ❌

É falso que o patinador do vídeo que viralizou na internet seja cego ou tenha perdido a mãe em um incêndio. Trata-se de uma nova versão de uma fake news que já desmentimos no Boatos.org.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).