Fifa multa Palmeiras por causa de faixa de 1º campeão mundial de clubes #boato

Boato – A Fifa multou o Palmeiras por uma faixa de 1º campeão mundial de clubes, que foi estendida pela torcida antes de um jogo em 2017.

Falar de futebol é o mesmo discutir política e religião: quase sempre termina em briga. E quando o assunto é sobre quais times nacionais possuem títulos em campeonatos mundiais, a polêmica fica maior ainda.

Neste sentido, você deve se lembrar das controvérsias envolvendo o “mundial do Palmeiras”. Para você que não acompanhou a “novela”, resumidamente, a Fifa chegou a reconhecer algumas vezes (e desconhecer, na mesma proporção), a validade do título mundial para o alviverde.

O fato é que, em uma dessas vezes, com o “vai e vem da Fifa” em torno da polêmica, fortalecido após um boato de que a entidade teria reconhecido o Palmeiras como campeão mundial (que já foi desmentido aqui pelo Boatos.org), a torcida do paulista decidiu comemorar a conquista da equipe com uma faixa escrita “Primeiro Campeão Mundial”, que foi estendida no setor Gol Norte, onde fica a Mancha Verde, antes de um jogo contra a Chapecoense, em 2017.

Desde então, passou a circular pela internet um print de uma notícia do site UOL de que a organização teria multado o Verdão pela exibição da tal faixa na partida, que teria fins de publicidade enganosa. “”Fifa multa Verdão e exige retirada de publicidade de 1º Campeão Mundial de Clubes”, diz a mensagem

A Fifa aplicou multa ao Palmeiras por faixa de 1º Campeão Mundial?

Como dito antes, toda essa história foi o pontapé para que o print que fala sobre a suposta multa aplicada pela Fifa sobre o Palmeiras invadisse as redes sociais e fosse espalhado por toda a internet. Mas será mesmo que a entidade máxima do futebol chegou a punir o Verdão pelo ocorrido? A resposta é não.

Apesar de parecer verídica a imagem do print com a notícia do UOL que circula pela internet, a verdade é que não houve multa alguma aplicada à equipe do Palmeiras. Vamos aos fatos!

Primeiramente, se você é um leitor assíduo do Boatos.org, você já deve estar cansado de saber que o que prints falsos de sites de notícias costumam se espalhar em redes sociais, como é o caso de outros boatos que já desmentimos por aqui.

Já falamos do caso do falso romance entre Pabllo Vittar e um jogador do Corinthians, do turista que teria sido assaltado de parapente no Rio de Janeiro, do hacker que teria invadido o site do SPC, dentre outros. E esse foi o primeiro fato que nos levou a desconfiar da notícia em questão.

Depois, a desconfiança virou certeza depois que procuramos por notícias sobre a tal multa e, em vez disso, encontramos outras notícias que desmentem o print enganoso. O próprio UOL desmentiu a notícia que circula no print falso, na mesma época. Veja o que foi dito:

Desde a noite de terça-feira, circula na internet uma montagem com a nota ‘Fifa multa Verdão e exige retirada de publicidade de 1º campeão Mundial de Clubes’. Diante do compromisso com a verdade, o UOL Esporte aproveita este espaço para desmentir esta informação.

Em nenhum momento, os repórteres Diego Salgado e José Edgar de Matos escreveram esta notícia. O horário e a data de publicação remetem a esta nota ‘WTorre promove mudanças no Allianz Parque; gerente-geral deixa o cargo’, escrita exatamente às 13h56 da última terça-feira. O título e a imagem da notícia foram trocados por esta montagem ao lado. […]

Vale fazer apenas mais uma observação, caso você ainda esteja se perguntando como a página do UOL foi modificada. Para modificar o título, “engraçadinhos” costumam alterar o código-fonte da página, como já mostramos aqui nesse vídeo:

Resumindo: o print que aponta a notícia do UOL de que a Fifa teria aplicado uma multa ao Palmeiras por conta da faixa de 1º Campeão Mundial no jogo contra o Chapecoense, em 2017, é falsa. Assim como outros prints falsos de sites de notícias, tudo não passa de uma balela para enganar a população e que, portanto, não deve ser compartilhada como verdadeira.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)