Bolsonaro investigou porque Tite não gosta dele e descobriu escândalo na CBF #boato

Boato – Após tentar descobrir porque Tite não gosta dele, Bolsonaro descobriu uma grande mamata com dinheiro público na CBF e salário milionário do técnico da seleção.

Dois dos cargos mais passíveis a críticas no Brasil são o de técnico da seleção e o de presidente da República. Na história de hoje, os ocupantes das funções (Tite e Bolsonaro) se relacionam em uma grande trama narrada por uma voz mecânica.

É isso mesmo! Um vídeo com imagens de Bolsonaro, Tite e outras ilustrações aponta que o presidente decidiu investigar porque “Tite não gosta de Bolsonaro” e descobriu uma grande mamata com dinheiro público. Assista ao vídeo (viral no Youtube, Facebook e WhatsApp) e leia a transcrição da filmagem:

Transcrição: O presidente Jair Bolsonaro ficou curioso para saber porque o técnico da seleção brasileira Tite não gosta dele. – E nessa Copa América se o presidente Jair Bolsonaro quiser encontrar vocês já que a competição vai ser no Brasil, vocês encontrariam? – Não. Bolsonaro decidiu investigar mais a fundo a CBF, entidade que está envolvida em diversos escândalos de corrupção. Bolsonaro descobriu que somente Tite ganha R$ 1.200.000 de salário. Essa é de lascar. Enquanto o brasileiro não ganha um salário mínimo que não chega nem a mil reais, um técnico que não faz nada ganha um salário milionário. E adivinha quem paga tudo isso? Você!

Isso mesmo! Uma boa parte dos patrocinadores da CBF são de empresas públicas. Ou seja: o dinheiro sai do seu bolso. Somente com patrocínios a CBF ganha anualmente R$ 600 milhões. Bolsonaro ficou furioso e propôs que nenhuma empresa pública patrocine a CBF e se eles quiserem usar os estádios públicos construídos com o dinheiro do povo, vão ter que pagar o aluguel pois chega de mamata. A mamata acabou para Tite e CBF. Tite não gosta de Bolsonaro porque ele é amigo íntimo de Lula. Agora está explicado. Obrigado por assistir, se inscreva no canal e deixe o seu like.

Bolsonaro investigou porque Tite não gosta dele e descobriu escândalo na CBF?

A seleção brasileira já não goza da simpatia total do brasileiro. É claro que uma informação como essa desgasta ainda mais Tite e CBF. Só há um detalhe: a história é completamente falsa. Além de não existir investigação alguma, há diversos dados errados. Vamos aos fatos.

Antes de falar do caso em si, precisamos citar pontos que entregam a farsa. O primeiro e mais óbvio está no formato e na fonte da informação. Vídeos do Youtube descrevendo Bolsonaro “acabando com a mamata” e com voz automática já foram alvos de outros desmentidos aqui no Boatos.org. Já falamos de casos que envolviam Roberto Carlos, Luciano Huck e outros.

Assim como em outros casos, o vídeo viralizou exagerando informações públicas e inventando falsas polêmicas. A prova está no fato de que nada encontramos ao buscar mais informações sobre a tal “investigação de Bolsonaro”.

Além disso, há alguns dados errados. O primeiro deles é que Tite disse publicamente que “não gosta de Bolsonaro” ou que o técnico é “amigo íntimo de Lula”. Na realidade, a polêmica surgiu quando o técnico, em 2012 (época em que era técnico do Corinthians), fez uma visita a Lula para levar a Libertadores. Em 2018, o técnico falou que foi um erro e que não faria o mesmo com outro presidente (seja Temer ou Bolsonaro). Em momento algum, Tite disse que era amigo de Lula ou que não gosta de Bolsonaro.

O segundo e mais importante erro fala da “farra com dinheiro público”. Na realidade, a Caixa (citada no vídeo) não é uma das patrocinadoras da CBF. No segmento “bancos”, a Confederação Brasileira de Futebol é patrocinada pelo Itaú. Também vale dizer que não existe nenhum estádio de futebol (pelo menos entre as grandes arenas) que pertence ao governo federal. Logo, Bolsonaro não poderia determinar nada.

Resumindo: o vídeo que denuncia que Bolsonaro resolveu investigar Tite, que Tite não gosta do presidente e que a mamata vai acabar é falso. Não passa de mais um boato sobre o assunto que circula na internet. Não caia nessa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)