Vídeo de Regina Duarte sobre foro privilegiado foi censurado após passar na TV Tarobá #boato

Boato – Um vídeo de Regina Duarte falando sobre o foro privilegiado passou hoje pela manhã na TV Tarobá (grupo da Band). Depois, o Congresso e o Senado censuraram e já foi retirado até do YouTube.

Existem alguns tipos de notícias falsas que entram na categoria “clássicas”. Falamos isso porque são mensagens idênticas que voltam a circular precisando apenas de um “fato (no caso boato) novo”. É o caso de uma famigerada mensagem que fala em TV Tarobá, Congresso, Senado e censura.

Na última versão que vimos, estão falando que um vídeo da secretária Nacional de Cultura (e atriz) Regina Duarte foi censurado pelas autoridades após ele ser exibido na TV Tarobá “hoje pela manhã”. A mensagem ainda pede o compartilhamento para “quebrar a censura” e fala que foi retirado até do YouTube. Leia:

A *TV Tarobá (Grupo da Band)* apresentou esse vídeo hoje pela manhã, logo em seguida, o Congresso e Senado ligaram para a TV intimando sob ameaça que retirassem dos demais telejornais, e já foi retirado do YouTube.

REGINA DUARTE PEDE SOCORRO! MEUS AMIGOS VAMOS COMPARTILHAR. O CONGRESSO O SUPREMO ESTÃO DITANDO AS REGRAS PARA CALAR AS REDES DE COMUNICAÇÕES. E BLINDAR OS CORRUPTOS. COM O FORO PRIVILEGIADO. DITADURA TOTAL. NÃO PODEMOS ACEITAR ISSO.

Vídeo de Regina Duarte sobre foro privilegiado foi censurado após passar na TV Tarobá?

A mensagem se espalhou muito e ajudou a divulgar o vídeo em redes sociais e WhatsApp. Mas será mesmo que a tal filmagem de Regina Duarte “condenando” o foro privilegiado é real? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Não vamos entrar no mérito se a atriz (e agora secretária) tem razão. Mas o fato é que o vídeo em questão não passou por censura alguma. Falamos isso com base em duas informações.

A primeira delas está na mensagem em questão. O texto (que, por sinal, tem características de boatos como ser alarmista, com erros de português, pedir compartilhamento e não citar fontes confiáveis) já é manjado no mundo das fake news.

Sempre que aparece um “vídeo impactante”, a tal história do Congresso e Senado censuraram (frase que não faz sentido já que o Senado faz parte do Congresso) substitui o tradicional “compartilhe”. Isso já aconteceu com um vídeo que (pelo menos dessa vez) era da TV Tarobá, com uma mensagem sobre o aplicativo Mudamos, tomataço no STF e tantos outros. Em todos os casos, tratavam-se de vídeo antigos e que não “foram censurados”.

É aí que chegamos ao nosso “segundo motivo”. O vídeo em questão sequer é recente. A filmagem em questão foi feita em 2017 e Regina Duarte não foi a única a fazer a gravação. Se você procurar (nem precisa ser muito) já encontra no YouTube. A única coisa que você não vai achar é notícia de censura do vídeo em fontes confiáveis.

Resumindo: a história que aponta que um vídeo da secretária Nacional de Cultura Regina Duarte falando sobre o fim do foro privilegiado foi censurado é falsa. Não passa de um boato novo usando uma mensagem mais do que manjada por aí.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2UFrJdo

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)