Pai de Fábio Porchat, Fábio Porchat Assis, é acusado de desviar recursos da Lei Rouanet #boato

Boato – O pai do humorista Fábio Porchat, Fábio Porchat de Assis, foi acusado de desviar recursos da Lei Rouanet. O valor delatado na Operação Boca Livre, da Polícia Federal, foi de R$ 1 bilhão.

Após a polêmica envolvendo o grupo humorístico Porta dos Fundos por seu especial de Natal, a paródia “Se Beber, Não Ceie”, lançado no Netflix, os comediantes da trupe continuam na “mira” dos críticos cristãos e, obviamente, de quem adora espalhar boatos na internet.

Desta vez, uma história que está circulando as redes sociais, principalmente o Facebook, dá conta de que o pai do humorista Fábio Porchat (integrante do Porta dos Fundos), Fábio Porchat Assis, que é ex-comediante, foi acusado de desviar recursos da Lei Rouanet, a lei federal de incentivo à cultura, no ano de 2016. De acordo com as duas versões das publicações que estão sendo compartilhadas, os valores delatados seriam de R$ 1,5 milhão ou de R$ 1 bilhão, não informam ao certo. Veja abaixo as duas versões dos textos originais que estão rodando online:

Versão 1: Esse cidadão é o Fábio Porchat… que Ex- humorista tbém… ilustre desconhecido… porém é pai do FOFINHO humorista de merda … Fábio Porchat Filho !!! Então o pai é acusado de desviar mais de (Hum milhão e meio) R$ 1.500.000,00 da lei Rouanet !!! Que moral tem um excremento desses p falar mal de religião dos outros ?

Versão 2: Fábio Ferrari Porchat de Assis, pai do “humorista” Fábio Porchat… foi delatado em 2016 por desvio de 1 bilhão de reais na lei ROUANET. “O fruto PODRE não cai longe do pé”! Está aí o motivo do desespero e medo do “pequeno” Fábio Porchat!

Pai de Fábio Porchat, Fábio Porchat Assis, foi acusado de desviar recursos da Lei Rouanet?

Essa história viralizou e pai e filho, que são comediantes, viraram a “piada” da vez. Mas será mesmo que o pai de Fábio Porchat, Fábio Porchat Assis, foi acusado de desviar recursos da Lei Rouanet? A resposta é não! E nós te explicamos tudo a seguir.

Para começar, as mensagens das duas publicações que estão circulando entre os internautas carregam todas as caraterísticas de fake news: vagas (se contradizem em relação ao valor do suposto dinheiro desviado), alarmistas, com erros de português e não citam fontes confiáveis que possam dar credibilidade ao que está sendo falado.

Em segundo lugar, por causa do então polêmico especial de Natal, surgiram várias acusações falsas contra o grupo Porta dos Fundos na internet, o que já colocaria essa notícia o pai de Porchat como, no mínimo, suspeito. Algumas elas, inclusive, nós até já desmentimos por aqui, como a que dizia que Fábio Porchat teria forjado o ataque à sede da produtora do Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro e outra que informava que o Netflix teria perdido milhões de seguidores após o lançamento do especial de Natal do Porta dos Fundos.

Além disso, ao procurarmos detalhes sobre a tal acusação de desvios de recursos do pai de Fábio Porchat, descobrimos que a informação sobre ele ter sido delatado não procede. Na realidade, ele apenas foi citado no depoimento de uma testemunha na Operação Boca Livre, da Polícia Federal, que investiga fraudes no valor total de R$ 180 milhões em projetos da Lei Rouanet. Segundo a testemunha, Kátia dos Santos Piauy, Porchat Assis teria supostamente emitido declarações falsas de recebimento de livros ao Grupo Bellini Cultural, através da Academia Latino-Americana de Artes (ALA), da qual ele é o atual presidente.

No entanto, a citação foi rebatida pelo ex-humorista, que afirmou que não só recebeu os livros como eles foram devidamente entregues. Portanto, não há nenhuma denúncia, nem contra Porchat pai e nem contra Porchat filho. Até as últimas notícias que encontramos sobre o caso, apenas o grupo Bellini Cultural responde ao processo pelos desvios e está sendo investigado em denúncia do Ministério Público Federal (MPF).

Inclusive, essa história toda também foi desmentida pelo site Aos Fatos, que recebeu um e-mail do MPF informando que ambos foram apenas citados em depoimentos da Operação Boca Livre, assim como outros contratados da empresa, mas nenhum dos dois foi acusado por quaisquer irregularidades.

Resumindo: A notícia que dá conta de que o pai de Fábio Porchat, Fábio Porchat de Assis, teria sido acusado por desvios de recursos da Lei Rouanet não é verdadeira. O que houve foi a deturpação de informações da Operação Boca Livre, da Polícia Federal, em que ele apenas foi citado em depoimento, assim como o filho. No entanto, não existe qualquer denúncia contra os dois por irregularidades.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2t9xJ2g