Miguel Falabella grava áudio sobre pesadelo da posse de Haddad #boato

Boato – O ator Miguel Falabella resolveu gravar um áudio chamado exercício do pesadelo no qual fala qual como seria o pesadelo da posse de Haddad.

Faltam dois dias para mais de 147 milhões de brasileiros irem as urnas. Será que depois disso essa onda de fake news vai diminuir? Sinceramente, não sabemos. Mas o fato é que, até lá, ainda teremos trabalho desmentindo e “re-desmentindo” histórias (até porque parece que a criatividade do povo está escassa).

A história da qual vamos falar agora é a que aponta que o ator Miguel Falabella teria gravado um áudio criticando um possível governo Haddad. No arquivo, o ator teria falado do “pesadelo da posse de Haddad” e criticado “isentões”. O áudio é acompanhado das seguintes mensagens: “Não deixem de ouvir o audio com o Miguel Falabella” e “Escuta a fala sensata e inteligente do Miguel Falabela”. Leia a transcrição e escute:

Transcrição: Imagine-se no primeiro dia de janeiro de 2019. Neste macabro dia, você está assistindo atônito pela TV de sua casa a posse do Haddad como novo presidente do Brasil. Neste exato momento você percebe que, no mesmo palanque estão: Dilma Rousseff, José Dirceu, Lindenberg, Gleisi, Boulos, Stedile, FHC, Ciro, Marina, entre outros, além de personalidades internacionais como o Maduro e Evo Morales. Abalado, você ouve a primeira declaração do novo presidente, enaltecendo o herói ,Lula, e proclamando sua liberdade e sem sentir o mínimo de vergonha, declara o detento como o novo e verdadeiro presidente do país.

Em rápidos e constantes flashes são noticiadas as festas espalhadas pelo Brasil por pessoas com suas camisetas e bandeiras vermelhas que sorriem e debocham dos vencidos opositores. Feministas dançam nuas pelas ruas com os dizeres “Lula Livre” pintado em seus corpos. A comunidade LGBT e sindicalistas levam carros de som para as ruas e orquestram um tipo de “parada” fora de época.

Com tristeza você relembra de todos os manifestos que participou contra os mandos do governo petista, contra a perpetuação da miséria, contra o aparelhamento total do estado e contra a corrupção. Não se conformando com a volta do poder para as mãos dos grandes compadres do petismo, você, o ISENTÃO ou aquele que, mesmo avisado, votou no AMOEDO , no ALVARO, vai sentir o arrependimento da sua INÉRCIA ou do DESPERDÍCIO do seu voto. Porém, agoraNADAmais pode ser feito! Um viva a república socialista do Brasil. Estão avisados!

Miguel Falabella gravou áudio sobre pesadelo da posse de Haddad?

É claro que a história que está dando o que falar no WhatsApp. Mas será mesmo que Miguel Falabella falou algo sobre o “pesadelo da posse de Haddad”? Se você acompanha o Boatos.org, já sabe que não. Vamos aos fatos.

O primeiro motivo é muito simples. O mesmo áudio do “pesadelo” já foi utilizado em outros dois boatos: um que atribuía a autoria ao ator Nelson Freitas e outro que atribuía a autoria ao jornalista Pedro Bial. Ou seja, o áudio é “figurinha carimbada em fake news”.

O segundo é mais óbvio ainda. A voz não se parece nada com a voz de Miguel Falabella. É incrível como esses boatos vão “ladeira abaixo” a cada nova versão. Dentre as “três autorias” a voz de Falabella é a menos parecida com a da gravação.

Só para confirmar, fomos verificar se o ator falou algo a respeito das eleições. Como era de se imaginar, ele não só não falou nada sobre o “exercício do pesadelo” como também não se posicionou nestas eleições.

Para terminar, o de sempre: a mensagem segue o roteiro básico das fake news. É vaga, alarmista, com erros de português e sem citar fontes confiáveis. Só por isso, a matéria não deveria ser compartilhada.

Resumindo: a história que aponta que Miguel Falabella gravou um áudio falando sobre o “exercício do pesadelo” da posse de Haddad é falsa. Não passa de uma terceira fake news que aproveita o mesmo áudio. Balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)