Livro “Filhos de Pais Maconheiros” foi doado na Bienal do Rio #boato

Boato – A obra “Filhos de Pais Maconheiros”, de Stephen T. Asma, foi doada na Bienal do Livro do Rio de Janeiro.

Agora há pouco, o Boatos.org desmentiu uma mensagem que apontava que um livro com o título impróprio estava sendo doado na Bienal do Rio de Janeiro. No texto (que pode ser lido aqui), falamos que a imagem (modificada digitalmente) não era a única.

A “segunda imagem” dava conta que estava sendo doado um livro com o nome Filhos de Pais Maconheiros que teria sido de autoria de Stephen T. Asma. Junto à foto, haviam algumas mensagens. Leia:

Versão 1: Olha os livros doados na Bienal Isso não é leitura sadia, é p… mesmo, e da mais baixa possível. Versão 2: Bienal no Rio….que todos julgam normal…. inclusive a Dodge. Versão 3: Os livros da Bienal. Versão 4: A Bienal da família brasileira

Obra “Filhos de Pais Maconheiros” foi doada na Bienal do Livro?

Assim como no outro caso (ou nos casos da fake news relacionadas ao livro As Gêmeas Marotas), a imagem chamou muita atenção na internet. E, assim como nos outros casos, a história é falsa. Calma aí que a gente explica tudo para vocês. Como boa parte do desmentido é parecida com a que fizemos agora pouco, relembre o que escrevemos e já voltamos com os “detalhes finais”:

Ponto 1: As mensagens não deveriam ser compartilhadas sem uma segunda checagem porque seguem o “roteiro básico” das fake news: são vagas, alarmistas, com erros de português e não citam fontes confiáveis. Ponto 2: tentamos buscar por qualquer referência em relação ao livro citado na mensagem e, como esperávamos, nada encontramos.

Ponto 3 (mais específico em relação à denúncia de que os livros teriam sido doados na Bienal): na lista de obras doadas por Felipe Neto não está o livro citado na mensagem. Os livros doados pelo youtuber foram comprados na própria Bienal (na seção LGBT+). Como é possível ver aqui, o Filhos de Pais Maconheiros, não consta na lista.

E, mais uma vez, o livro não teria como “ser doado” por um motivo simples: ele não existe e a imagem é uma montagem. Na realidade, o livro se chama, originalmente, Budismo em Quadrinhos para Principiantes. Na biografia do autor (que é professor de Filosofia) não consta nenhum livro com o nome Filho de Pais Maconheiros. 

Resumindo: a história que aponta que o livro Filhos de Pais Maconheiros foi doado durante a Bienal do Rio de Janeiro é falsa. É mais um boato relacionado ao evento que circula na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)