Bienal do Livro vende livro infantil As Gêmeas Marotas para crianças #boato

Boato – A Bienal do Livro do Rio de Janeiro colocou à venda a obra As Gêmeas Marotas, de conteúdo adulto, para influenciar as crianças, destruir a infância e acabar com a família.

Durante toda semana, nós recebemos pedidos de leitores para a checagem de uma mensagem que apontava que o livro “Vingadores: A Cruzada Infinita” tinha uma cena de beijo entre dois personagens do sexo masculino. Como, de fato, a obra tinha tal imagem, não produzimos conteúdo algum. Passados alguns dias fomos surpreendidos com a notícia que o tal beijo (de forma errônea) foi considerado conteúdo adulto e censurado (sem sucesso) pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Em meio à toda polêmica sobre a Bienal da Livro (um evento que, ao contrário do que algumas pessoas imaginam, serve para incentivar a leitura), outra “denúncia” surgiu na internet: a de que um livro impróprio chamado As Gêmeas Marotas estaria sendo comercializado no evento. Leia duas das mensagens que circulam online:

Versão 1: AMIGAS E AMIGOS Esse é o padrão dos livros infantis da Bienal do Livro, e essa é a página menos impactante! Estimular a sexualidade precoce entre crianças e o… entre elas e animais é a tônica do livro! Destruição da infância e de conceitos como família e respeito enfraquecem moralmente uma sociedade e militarmente um país!

Versão 2: Deparei-me com uma situação que, confesso, deixou-me absolutamente preplexa e atónita: Um livro para CRIANÇAS, sendo que no seu interior contém TEXTOS DE TEOR S…. Extremamente preocupante! Venho por este meio dar-vos a conhecer este “livro para crianças” para que, caso assim o entendem, exponham a situação e alertem os pais. Título “As gémeas marotas”, de Brick Duna.

Bienal do Livro vende livro infantil As Gêmeas Marotas para crianças?

As imagens (que, de fato, são de um livro impróprio para crianças) circularam com força na internet. Mas será mesmo que As Gêmeas Marotas está à venda na Bienal do Livro do Rio de Janeiro? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Para descobrir a verdade sobre a denúncia, precisamos seguir alguns passos. O primeiro deles foi analisar as mensagens. Nenhuma delas é acompanhada de imagens da Bienal do Livro (as fotos em questão já circulavam na internet antes do evento começar) e todas têm algumas características de boatos como ser vaga, alarmista, ter erros de português e não citar fontes confiáveis.

A segunda coisa que fizemos foi buscar referências da tal obra na Bienal do Livro. Além de não encontrarmos nada a respeito, descobrimos que As Gêmeas Marotas não está na lista de obras comercializadas no evento. A terceira coisa que fizemos foi procurar mais sobre a obra. E aí descobrimos três “detalhes” que derrubam a tese.

1) O livro não é dedicado ao “público infantil”. O livro é uma paródia (de gosto duvidoso, aliás) do livro As Meninas Gêmeas, do escritor holandês Dick Bruna. 2) O livro não foi comercializado no Brasil (a obra, como é possível ver, está em português de Portugal). 3) A obra é antiga, o que aumenta as chances de já ter saído das prateleiras.

Resumindo: a história que aponta que o livro As Gêmeas Marotas está sendo vendido na Bienal do Livro do Rio de Janeiro é falsa. Não passa de mais um boato moralista que está circulando sobre o “absurdo” que fazem com as nossas crianças.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)