Tsunami pode atingir Fortaleza, Recife e João Pessoa após terremoto no Nordeste #boato

Boato – Após um terremoto de magnitude 5.8 na região do Atlântico, tsunami pode atingir cidades da região Nordeste como Fortaleza, Recife e João Pessoa.

Uma informação que sempre é invocada quando listamos as “vantagens” de vivermos no Brasil é a que aponta que o país está “livre” de intempéries climáticas. Porém, depois de uma notícia, muita gente começou a questionar esse benefício.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2M3r9Bt

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Após um terremoto (real) de magnitude 5.8 atingir o Oceano Atlântico, muita gente começou a se alarmar com a notícia de que um tsunami poderia atingir cidades da região Nordeste do Brasil. De acordo com textos, publicados em portais de notícias e, principalmente, redes sociais, a onda gigante poderia atingir cidades como Fortaleza, Recife e João Pessoa. O assunto virou até Trend Topic no Twitter. Leia:

Terremoto de magnitude 5.8 é registrado na região do Atlântico próxima do Nordeste brasileiro. Um terremoto de magnitude 5.8 atingiu a região central do Oceano Atlântico na noite deste domingo, 4, por volta das 22h. Um eventual tsunami poderia atingir o nordeste brasileiro, como Recife, Fortaleza e outras cidades litorâneas do Nordeste.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o hipocentro do tremor ocorreu a 10 km de profundidade depois do fundo do mar, considerado muito raso. Até o momento, não há registro de alerta de tsunami. De acordo com o Observatório Sismológico dos EUA, não foram registradas réplicas do tremor. A região não é habitada. […]

Tsunami pode atingir Fortaleza, Recife e João Pessoa após terremoto no nordeste?

Já deu para ver que a repercussão do assunto deu o que falar. Só tem um detalhe nesta história toda: o risco de tsunami no Nordeste do Brasil (pelo menos hoje) é zero. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Quando nos deparamos com a informação, ficamos desconfiados. Além de, ao analisarmos a mensagem, perceber que o tom apresentado na “mídia confiável” era mais especulatório do que confirmativo, há uma questão lógica. Já explicamos que a possibilidade de o Brasil ser atingido por um tsunami catastrófico é mínima. Se você quiser relembrar os porquês, confira no vídeo abaixo e no link.

Dada a desconfiança, resolvemos buscar pela real ameaça de tsunami por causa do terremoto de 5.8 e descobrimos que ela foi descartada. Nesta matéria, um professor da UFC aponta que os efeitos desse tipo de fenômeno são mínimos. A informação foi endossada pelo laboratório de sismologia da UFRN. Dá uma lida no que foi escrito.

Às 21h40min (hora local em Natal, RN) do dia 04 de agosto de 2019 (00h40 UTC do dia 05 de agosto de 2019), foi registrado e localizado um evento sísmico de magnitude 5,8 Mw na Dorsal Meso-Oceânica. […] O hipocentro teve sua profundidade estimada em 10 km de profundidade e a movimentação da falha foi do tipo sem rejeito (deslocamento) vertical. Eventos com esse tipo de movimentação não têm potencial de gerar tsunamis.

Resumindo: a história que aponta que um tsunami pode atingir Fortaleza, Recife e João Pessoa e outras cidades da região Nordeste é falsa. Não passa de uma interpretação errada feita por alguns após um terremoto atingir o Oceano Atlântico.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)