Usar perfume enquanto o ar-condicionado do carro está ligado causa incêndio #boato

Boato – Não abra nenhum frasco de perfume enquanto o ar-condicionado do carro estiver ligado. Vídeo mostra que isso pode causar incêndio.

Que vídeos bizarros e impactantes são um prato cheio para histórias falsas muita gente sabe (pelo menos esperamos que sim). O que nem todos sabem é que o mesmo vídeo pode ser usado para mais de uma história falsa. É justamente isso que vamos mostrar hoje.

De acordo com uma mensagem que viralizou no WhatsApp, o “grande perigo” do momento é usar perfume enquanto o ar-condicionado do carro estiver ligado. “Quando o ar condicionado está ligado em seu carro não abra nenhum frasco de perfume. Pode causar incêndio. Por favor circule para seus amigos e parentes”, diz a mensagem.

Junto ao texto há, em alguns casos, um vídeo (que não exibiremos aqui) em que dois jovens começam uma gravação de dentro de um carro e, de repente, há uma explosão. Após isso, o interior do veículo (para desespero dos integrantes) começa a pegar fogo.

Usar perfume enquanto o ar-condicionado do carro está ligado causa incêndio?

A história se espalhou muito na internet. Só há um detalhe. Além da “dica” não proceder, o vídeo nada tem a ver com a descrição. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Antes de falar do caso em si, vamos fazer uma análise sobre o conteúdo que está sendo compartilhado. Ele tem as principais características de boatos (é vago, alarmista, com erros de português, pedido de compartilhamento e não cita fontes confiáveis).

Além disso, não há qualquer referência em fontes confiáveis que confirme a história. E não é à toa. Não faz o menor sentido a proibição de usar perfume com o ar-condicionado do carro ligado. Todo mundo sabe (ou deveria saber) que é preciso de um “agente de ignição” para fazer fogo (uma faísca, fagulha etc). Ar-condicionado e perfume se encaixam no chamado “triângulo do fogo” como um combustível. Antes que você pergunte, o motor do carro não serve como “agente de ignição”.

A prova disso está na história real do vídeo. Nem foi preciso procurar muito porque, na realidade, ele já havia sido utilizado em outro boato na internet. Em fevereiro deste ano, desmentimos a história que falava que a filmagem era relacionada à mistura “isqueiro + perfume”. Veja o que escrevemos sobre a história real das imagens:

Decidimos realizar uma busca na internet e descobrimos que, na verdade, o vídeo não é novo. As imagens foram gravadas em 2015, na Arábia Saudita, e a verdade é que elas não mostram uma explosão após os jovens borrifarem perfume.

Na internet, um dos jovens que aparece no vídeo fez questão de esclarecer todo o mal entendido. De acordo com o jovem, ele e o irmão estavam se divertindo dentro do carro (que estava com as janelas trancadas) e gravando um vídeo, quando o isqueiro foi acesso e gerou uma explosão. O jovem disse que a causa do acidente foi um spray aerosol para roupas. E apesar das imagens, os dois jovens tiveram apenas ferimentos leves. Leia depoimento (traduzido):

“Eu e meu irmão estamos bem, graças a Deus. Eu tive 6% do corpo queimado. O que aconteceu foi que nós estávamos nos divertindo no carro, fazendo um vídeo, com as janelas fechadas e sentimos o cheiro de algo engraçado, mas não sabíamos que era Fidfad (um spray para roupas) e não demos muita importância. Então, meu irmão acendeu o isqueiro e o gás pegou fogo”.

Resumindo: a história que aponta que usar perfume com o ar-condicionado do carro causa incêndio é falsa. Não passa de um boato novo tirando, novamente, de contexto um vídeo já utilizado em outras balelas por aí.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)