Governo paga Bolsa Usuário de R$ 1.000 pelo resto da vida para drogados #boato

Boato – Governo federal está distribuindo a Bolsa Usuário de R$1.000 para o resto da vida, sem dependentes precisem trabalhar.

Muito se ouve falar na questão da dependência química nos últimos tempos. Mas o que pouca gente sabe (principalmente os que falam que é só “safadeza”) é que o vício, quando chega a um certo patamar é, na realidade, uma doença. Algo que a pessoa não consegue controlar e, portanto, precisa de ajuda de profissionais.

Nesse cenário, usuários de drogas muitas vezes acabam sendo discriminados pela sua condição. Para reforçar isso, algumas publicações que andam circulando nas redes sociais apontam que o governo federal está dando uma “ajudinha” financeira a essas pessoas, criando o “Bolsa Usuário”.

Ainda de acordo com os posts, os usuários de drogas estariam recebendo R$1.000 por mês, “não precisando trabalhar, ter família, ter renda”, apenas por “serem usuários”. A história causou revolta entre diversos internautas, que acusaram o PT de usar “o dinheiro de quem trabalha” para fazer essa “boa ação”. Confira:

Quem acha que o governo do PT foi ruim, foi um péssimo governo. Nada! Foi bom. Pensa num governo bom, isso aqui tava me devendo uma escolta do banco, para receber aqui do coitado do usuário a bolsa usuário. Ele vai o resto da vida receber 1000 conto, 1000 conto por ele ser os dois. Não se trabalha mais não, ele não, ser família, não precisa ter renda e não precisa de nada.

Ele só é usuário, então ele foi cadastrado, vai receber o resto da vida R$ 1000 e R$ 1000 por ele ser usuário. Por mês, por mês, por mês por ele ser usuário de droga. Coitado, coitado, coitado. É o que é? R$12.000 por ano, R$12.000 por ano, 12 mil por ano, e os petistas fila da p***, que quer aquele sapo no poder de novo, tá aí o dinheiro de vocês aí, o nosso dinheiro, não é verdade?

O dinheiro de quem trabalha, que o petista mesmo acho que não se preocupa em trabalhar. Se preocupasse em trabalhar e ganhar dinheiro, não tava preocupado com o dinheiro deles fosse para mão de usuário para queimar em droga, bando de safado.

Governo paga Bolsa Usuário de R$ 1.000 pelo resto da vida para drogados?

Bem, pessoal, parece que a divulgação desse benefício oferecido pelo governo federal revoltou muitas pessoas, não é mesmo? Ganhar sem precisar trabalhar, ter família ou renda, parece ser o sonho de muita gente. Mas será mesmo que esta história é real? A resposta é não. E se você quiser mais detalhes, continua lendo.

Vamos lá! Já estamos cansados de falar e repetir aqui no Boatos.org que não existem bolsas usuários, bolsas crack ou qualquer coisa semelhante. Sim! Não existe bolsa usuário, o que existe é o chamado auxílio-doença para dependentes químicos que não conseguem trabalhar por conta do vício.

E assim como outras doentes que está no INSS os dependentes químicos também passam por perícia e reavaliação constante. E também como outros dependentes desse benefício, a pessoa pode perder o auxílio a qualquer momento. Além disso, o beneficiário precisa mostrar evolução em seu tratamento para poder continuar recebendo esse dinheiro.

E, bem, novamente repetimos: esse benefício não é para qualquer um. Além de tudo, a pessoa precisa estar em condição de segurado do INSS, ou seja, ele precisa ser um trabalhador ou contribuinte com o Instituto em um período de, no mínimo 12 meses.

Por fim, é possível observar que as publicações têm as principais características de boato: a pessoa só joga dados sem comprovação, emitindo uma opinião e não citando fontes. Além disso, o próprio governo federal já fez questão de desmentir toda a história, explicando tudo sobre o benefício do auxílio-doença para dependentes químicos.

Vale ressaltar que, em São Paulo, o ex-prefeito Fernando Haddad chegou a criar um programa chamado “anticrack”. A iniciativa, que não existe mais, visava pagar dependentes químicos por dias trabalhados em áreas como: varrição de rua, jardinagem e reciclagem. Em troca, além de receber pelo trabalho, eles também ganhavam moradia e alimentação. Também vale ressaltar que, atualmente, nem São Paulo e muito menos o Brasil estão sendo governados pelo PT. Ou seja, até nisso a pessoa do vídeo erra.

Em resumo: a história que diz que o governo federal está pagando uma bolsa usuário no valor de R$1.000 para dependentes químicos é uma mentira. Não existe bolsa usuário (muito menos bolsa crack), o que existe é um auxílio-doença que está submetido às regras da Previdência Social. O próprio governo já desmentiu a história e vale lembrar que nem SP e muito menos o Brasil é governado por petistas. Ou seja, é #boato. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.