Caminhoneiros farão greve geral em maio de 2020 contra o STF, governadores e para defender Bolsonaro #boato

Boato – Caminhoneiros do Brasil farão uma greve geral em maio de 2020 em protesto contra os governadores estaduais, STF, isolamento social e para defender o presidente Jair Bolsonaro.

Nos últimos tempos, estamos sendo obrigados a, quase todos os meses, vir aqui desmentir informações falsas relacionadas a uma “greve geral” dos caminhoneiros. Em maio de 2020 não foi diferente.

De acordo com mensagens que estão circulando na internet, os caminhoneiros brasileiros resolveram organizar uma greve geral para protestar contra o STF, governadores estaduais (como João Doria), Congresso, isolamento social e defender o presidente Jair Bolsonaro. A informação está circulando por meio de links de sites, vídeos e comentários em redes sociais. Leia algumas das versões da história que está circulando online:

Versão 1: Caminheiros farão paralisação geral pra acabar com toda a patifaria do governador doria, stf e congresso! Apoio total aos caminhoneiros que estão saindo em defesa do povo e do presidente Versão 2: Vai ter paralisação dos caminhoneiros,se preparem. Versão 3: Contra o STF, caminhoneiros ameaçam entrar em greve Versão 4: Repassando…. caminhoneiros em greve

Caminhoneiros farão greve geral em maio de 2020 contra o STF, governadores e para defender Bolsonaro?

Em meio a gigantesca crise que estamos enfrentando, é claro que a história iria circular com muita força por aí. Mas será mesmo que os caminhoneiros do Brasil vão realizar uma “greve geral” em maio de 2020 para defender Bolsonaro, atacar o Congresso, STF e governadores? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Quando nos deparamos com as ameaças, já ficamos com um pé atrás. Isso porque não são incomuns “ameaças de greve” (principalmente usando temas políticos como motivo) circularem na internet. Há cerca de um mês desmentimos a informação que apontava que os caminhoneiros iriam parar por causa do isolamento social. Há seis meses, desmentimos uma informação que aponta que a classe iriam parar em protesto ao presidente.

Com esse histórico, resolvemos buscar mais detalhes a respeito dessa “greve de maio”. De cara, descobrimos que o anúncio de paralisação vêm praticamente de três fontes: 1) Uma notícia de uma suposta greve da classe em 2019 contra o STF (algo que não aconteceu). 2) Áudios e vídeos de final de março e começo de abril de 2020 relacionados a uma ameaça de greve que não se concretizou. 3) Vídeos de grupos ligados diretamente a Bolsonaro.

Como vocês viram, muitos dos conteúdos que estão “embasando a greve” são de ameaças antigas de paralisações que não se concretizaram. O único conteúdo atual vem de um grupo muito pequeno. Mesmo que esse grupo pense em fazer alguma paralisação, a adesão será tão pequena que não podemos falar em “greve geral”.

Vale dizer que uma greve “de verdade” dos caminhoneiros prejudicaria (e muito) o governo. Em um momento no qual o Brasil enfrenta uma crise de saúde e econômica por causa da pandemia da Covid-19, uma paralisação como essa seria o “desequilíbrio final” do qual Bolsonaro não precisa neste momento.

Resumindo: a história que aponta que os caminhoneiros do Brasil vão fazer uma greve geral em maio de 2020 é falsa. Muitos dos vídeos e links que estão circulando são antigos e os que são atuais não são de grupos que tenham representatividade com a classe.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2AryYtw

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)