Bandido ganha R$ 4 mil de auxílio-reclusão e comete assalto, mostra vídeo #boato

Boato – Vídeo compartilhado nas redes sociais mostra bandido que cometeu assalto admitindo que ganha R$ 4 mil de auxílio-reclusão.

Quando o assunto é auxílio-reclusão, não é difícil ouvir comentários como “bolsa presidiário” ou “programa bolsa-marginal”. Não é à toa que volta e meia aparecem balelas envolvendo o benefício na internet. Agora, uma nova informação sobre o benefício pago pelo INSS tem movimentado as redes sociais.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

Um vídeo que viralizou no Facebook e WhatsApp dá conta de que um criminoso beneficiado pelo auxílio-reclusão foi detido após assalto. Na publicação, o texto afirma que “bandido ganha 4 mil reais de auxílio reclusão e ainda comete assalto com tornozeleira eletrônica”. Leia e Assista o vídeo:

URGENTE!!! Bandido ganha 4.000 mil reais de auxílio reclusão e ainda comete assalto com tornozeleira eletrônica. Esse país virou uma piada, isso é um tapa na cara de cidadãos de bem, muitos pais de familia acordam de madrugada pra trabalhar, e muitos são vítimas desses mesmos vagabundos que são mais valorizados que o cidadão de bem. VERGONHA!!!

Vídeo mostra bandido que ganha R$ 4 mil de auxílio-reclusão?

Nem precisamos dizer que o vídeo deixou muitos “cidadãos de bem” revoltados. Mas será que a informação procede? A resposta é não. Sem mais delongas, vamos aos fatos.

Antes de falar do boato, vamos esclarecer que o auxílio-reclusão não se trata de uma assistência, e sim de um benefício previdenciário que segue os moldes do auxílio-doença. Ou seja, se o cidadão estava contribuindo para o INSS, recebe menos do que R$ 1.319,18 e foi preso na condição de segurado, a família tem direito ao benefício.

Voltando à história: o sujeito no vídeo é Marciano Varela Cavalcanti, condenado por alguns crimes no Rio Grande do Norte e, de fato, beneficiário do auxílio-reclusão. Mas o que nem todos perceberam é que, diferente do que diz a mensagem, não se trata de R$ 4 mil, e sim de (quase) R$ 1 mil. Ele fala sobre isso neste trecho. Assista novamente.

Por sinal, o auxílio-reclusão de R$ 4 mil não existe. Está aí o INSS, que não nos deixa mentir. Na realidade, o benefício é igual ao último salário de contribuição do cidadão que foi preso e o teto é de R$ 1.319,18. Além disso, vale lembrar que essa história de salário presidiário de R$ 4 mil é famosa nas páginas do Boatos.org.

Resumindo: a informação que fala que o assaltante flagrado no vídeo admitiu que recebe auxílio-reclusão de 4 mil reais é falsa. Agora, se o benefício é justo ou não, fica ao seu critério julgar.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.