Vamos ter um surto de gripe em meados de abril; Divulgue! #boato

Boato – Segundo os jornais, vamos ter um surto de gripe em meados de abril. Por isso, é bom seguir as dicas do Dr. Vinay Goyal.

Se formos parar para analisar, os boatos e a gripe têm algumas semelhanças. Ambos são um problema, ambos são (ao seu modo) virais, ambos seguem “um ciclo”, se modificam para voltar a circular e são sazonais. Começamos o texto com essa “maravilhosa” comparação para falar que o boato de hoje trata justamente do vírus da gripe.

Circula na internet um texto que aponta que “um surto” de gripe vai começar no Brasil por meados de abril. Em seguida, uma lista de dicas do Dr. Vinay Goyal, “urgentista reconhecido mundialmente” que teria pedido para compartilhar, é apresentada. Leia o texto que circula online:

GRIPE – IMPORTANTE – DIVULGUE Segundo os jornais, vamos ter um surto de gripe lá para meados de ABRIL. Assim reenvio esta recomendação/aviso que recebi hoje e que vou seguir escrupulosamente.

O Dr. Vinay Goyal, urgentista reconhecido mundialmente, diretor de um departamento de medicina nuclear, tiroídica e cardíaca pede para você divulgar a mensagem abaixo para o maior número de pessoas possível, a fim de contribuir para minimizar o número de casos da Gripe A, causada pelo vírus H1N1. (…)

Eis algumas precauções: 1. Como mencionado na maior parte das publicidades, lave as mãos frequentemente. 2. Evite, na medida do possível, tocar no rosto com as mãos. 3. Duas vezes por dia, sobretudo quando esteve em contato com outras pessoas, ou quando chegar em casa, faça gargarejos com água morna contendo sal de cozinha. (…) 4. Ao menos uma vez por dia, à noite, por exemplo, limpe as narinas com a água morna e sal. (…) 5. Reforce o seu sistema imunitário comendo alimentos ricos em vitamina C. (…) 6. Beba tanto quanto possível bebidas quentes (chás, café, infusões etc.). (…)

Vamos ter um surto de gripe em meados de abril?

Em março de 2018, assim como em março dos outros anos, a história começou a circular com força. Mas será mesmo que teremos um surto de gripe em abril no Brasil? A resposta é não (pelo menos por enquanto). Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Antes de falar do “surto de abril”, vamos falar da outra parte do texto, que foi foco de uma análise feita pelo Boatos.org em março (olha só) de 2016. À época, chegamos a algumas conclusões interessantes (se quiser saber mais detalhes, clique aqui):

1) O mesmo texto circula desde 2009 na internet (época que o mundo passou por uma pandemia de H1N1) e foi atribuído a três médicos famosos. 2) Algumas dicas estão corretas (como lavar as mãos) e outras são controversas (como tomar bebidas quentes). 3) O texto fala em evitar tratamentos tradicionais, o que pode ser perigoso para grupos mais vulneráveis como idosos, crianças e pessoas com problemas respiratórios.

Dito isso, estamos aqui para informar que não haverá surto de gripe em abril. Como dito antes, o texto circula quase todo ano na internet. Em 2009, ano que circulou muito, o mundo passou por uma pandemia de gripe H1N1 (ou suína). De lá para cá, nunca mais tivemos um problema parecido. Porém, o mesmo texto (não-datado) continuou afirmando que teríamos um surto de gripe “em abril”, o que não é verdade.

A prova de que a história é falsa está nos “jornais” (nossa que escrita desatualizada, hein). Os jornais estão falando de eleições, de intervenção no Rio, de prisão do Lula, de fake news (e como estão), de febre amarela, de Copa do Mundo e até de BBB. A única coisa na qual eles não estão falando é em “surto de gripe em abril”.

Antes de terminar, vale uma observação. Em 2015, esse que vos fala fez uma reportagem para o UOL com especialistas explicando a diferença entre surto, epidemia e pandemia. Olha a explicação para surto: “acontece quando há o aumento repentino do número de casos de uma doença em uma região específica. Para ser considerado surto, o aumento de casos deve ser maior do que o esperado pelas autoridades”.

Agora fica uma questão: como que os jornais preveem “um surto para abril” se o conceito de surto perpassa por “um aumento não previsto pelas autoridades”? Notou como não dá para “prever um surto”?

Resumindo: a história que aponta que jornais estão prevendo um surto de gripe para abril e que serve para promover dicas controversas é desatualizada e cai em um erro conceitual do próprio termo. Pelo menos para esse boato, já conseguimos a vacina.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)