Comida aquecida no microondas causa câncer e faz mal à saúde #boato

Boato – Vídeo compartilhado nas redes sociais aponta que comida aquecida no microondas causa câncer e faz mal à saúde.

A tecnologia trouxe contribuições inegáveis para o nosso dia a dia, e isso inclui muitas facilidades na cozinha. Se antes precisávamos de sal para conservar os alimentos, hoje a geladeira não nos deixa na mão e graças a ela, o jantar acaba se tornando o almoço de amanhã. E nesse quesito, o microondas provou ser um grande aliado.

Porém, a tarefa de transformar a comida de ontem na refeição de hoje, pode trazer alguns perigos à saúde. É o que diz um vídeo que circula pelas redes sociais. Nas imagens, um sujeito alerta que “quem comer regularmente comida passada no microondas, certamente morrerá de câncer” e recomenda: “aposente o seu microondas o quanto antes, se você quiser ter saúde”. Leia o que diz o vídeo:

Tudo isso tem explicação gente. Tem causa. Isso não é por acaso. Esse desequilíbrio tão grande, essa morbidez. Isso tem causa e eu estou explicando, orientando. É pesquisa isso aqui. Não são palavras soltas atiradas ao vento, sem conhecimento. Isso que eu quero passar para vocês. Como eu disse, eu estou aposentado e não precisaria mais me dedicar esse trabalho. Mas faço por amor aos meus semelhantes porque está uma degradação grande demais. A doença está avançando demais. Não pode continuar assim.

Então, o que nos prejudica são os hormônios, os transgênicos, o microondas… essa ferramenta dentro de casa é um perigo. Um autor chega a dizer assim quem comer regularmente comida passada no microondas, certamente morrerá de câncer e eu testei pelo inconsciente e é verídico. É uma fábrica de câncer. É uma comida morta, adulterada, totalmente sem vida e o microondas, ele… deixa a comida fervendo dentro da tigela que ainda está fria em poucos segundos. Em um minuto, está tudo quente, fervendo…

Isso é antinatural. São ondas perigosas, ondas de fuga… é um verdadeiro coice nas células. Eu vou dar dois exemplos que você já pode tirar as conclusões e fazer experiência para vocês perceberem o perigo. Digamos que você tem um aquário em casa com alguns Peixinhos. Passe a água no microondas, ferve lá, deixa esfriar e coloca nesse aquário. Em um instante estarão todos mortos. Ou então, regue sementes, coloque na terra, terra boa, semente de excelente qualidade, seja lá o que for qualquer cereal, milho, arroz, feijão, o que for… e vai carregando só com água que passou sempre no microondas. Você não vai ter uma sementinha germinando. Nenhuma. Mata tudo. Mata vida e você não percebe isso. Aposente o seu microondas o quanto antes, se você quiser ter saúde.

Comida aquecida no microondas causa câncer e faz mal à saúde?

Convenhamos, a recomendação não tem pé nem cabeça. Mas, mesmo assim, muita gente compartilhou a publicação. Para os desavisados, temos um recado: a informação não procede. Sem mais delongas, vamos aos fatos.

Para começar, nos já sabemos que histórias sem datas e fontes confiáveis e, neste caso, sem nenhuma comprovação científica são, na maioria dos casos, falsas. O sujeito dá diversas explicações vagas como, por exemplo, “quem comer regularmente comida passada no microondas, certamente morrerá de câncer”. Esse é o tipo de opinião que não faz muito sentido, visto que é possível morrer de diversas formas. Além disso, ele cita “um autor”, mas não menciona nomes e qualificações.

O vídeo também alerta para experiências feitas com água fervida no microondas. Nas imagens, o sujeito afirma que a água fervida no microondas é capaz de matar peixes e plantas. Neste texto do Snopes, site estrangeiro que desmente boatos na internet, é possível encontrar outras experiências de plantas regadas com água aquecida no microondas em que nenhuma morre. Outro detalhe: essa história de “microondas faz mal à saúde” já e velha e volta e meia circula pela internet – inclusive, já foi tema aqui no Boatos.org.

Pois bem, não precisa ser especialista para saber que a probabilidade dos alimentos industrializados, que são próprios para o preparo no microondas, fazerem mal à saúde é muito maior do que o aparelho. Isso porque os fornos de microondas utilizam ondas de baixa frequência de energia elétrica e magnética, ou seja, não são capazes de causar câncer.

Segundo este artigo, não existem evidências de que o microondas altere a estrutura molecular dos alimentos de maneira prejudicial e insalubre. Assim como não existem pesquisas que provem que alimentos cozidos no microondas causam doenças. Aliás, as próprias autoridades apontam que a tese é falsa. Por sinal, o que temos, por enquanto, são boatos e teorias conspiratórias.

Neste vídeo, o canal do Youtube Poligonautas explica que o microondas aquece os alimentos utilizando radiação não ionizante (uma radiação de frequência baixa), que é absorvida pelas moléculas de água do produto congelado, produzindo calor. Ou seja, não são capazes de tornar o alimento radioativo. Veja no vídeo:

Vale lembrar que durante o aquecimento o alimento pode perder alguns nutrientes, mas a perda pode acontecer tanto em um forno de microondas quanto em um fogão tradicional. Textão, né? Por isso, vamos resumir: a história já e velha e, assim como as outras versões, não possui nenhuma comprovação científica. Ou seja, tudo boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

3 comentários em “Comida aquecida no microondas causa câncer e faz mal à saúde #boato

  • 08/05/2018 em 00:26
    Permalink

    Já era hora de desmentir esse boato que tem prejudicado muita gente. Existe uma verdadeira “religião” anti-micro ondas que prega o abandono desse eletrodoméstico tão útil na vida contemporânea. No entanto, parte do texto está equivocado, principalmente porque usa como referência um vídeo do youtube que TAMBÉM está equivocado. O autor do vídeo diz que a frequência da radiação é “baixa” porque é menor do que a luz. Não é desta forma que se classificam as faixas de frequência. Existe uma classificação estabelecida pela ITU – International Telecommunication Union. Na realidade a frequência que o microondas opera é de 2.5 GHz, que pertence a faixa de UHF, que vai de 300 MHz à 3 Ghz. UHF significa Ultra High Frequency – Frequência Ultra Alta.

    Resposta
    • 11/05/2018 em 16:54
      Permalink

      O vídeo esta corretíssimo, e a frequência que o microondas opera é baixa, na verdade é tão baixa que para poder ser impressa em gráficos do espectro eletromagnético tem que ser em escala logarítmica, ou corre o risco te não ver diferença entre frequência de áudio e de microondas, pois ficariam muito baixas.
      UHF é uma nomenclatura usada para definir as frequências dentro da classe de microondas, que dentro do espectro de eletromagnético é o segundo mais baixo na escala.
      “Frequência Ultra Alta” apenas *dentro* da faixa de microondas.
      Usar escalas sem ter noção é igual a dizer que “dizer que as altas frequências de áudio prejudicam a audição, mas não é verdade porque ITU elas estão dentro da LF (Low Frequencies) ou frequências baixas”.
      Resumindo, o assunto é radiação ionizante e não ionizante, o vídeo fala do mesmo assunto. Portanto não há o que duvidar que 2.5GHz é baixíssimo no espectro eletromagnético, menor que a luz, muito menos de 1% das frequências comuns que cercão nosso planeta.

      Resposta
  • 07/05/2018 em 22:35
    Permalink

    Mais um Boato desvendando Boato….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)