Eliane Cantanhêde solta o verbo e critica Lula em áudio no WhatsApp #boato

Boato – Cansada da bagunça no Brasil, a jornalista Eliane Cantanhêde soltou o verbo e reclamou do desrespeito de Lula e aliados ao Judiciário e às autoridades.

Em meio ao “tsunami político” causado pelas ações da Operação Lava Jato (sendo que o último ato foi a prisão de Lula), todo mundo virou “cientista político” e está “dando o seu pitaco” na situação. Até aí, tudo bem, já que vivemos em um país com liberdade de expressão.

O grande problema é que até quem não está dando opinião tem feito sucesso em redes sociais. Nesta semana já desmentimos textos falsos atribuídos a Hélio Bicudo, Chico Buarque, Marieta Severo e até ao papa. Hoje, é a vez de falarmos sobre a jornalista Eliane Cantanhêde.

Um áudio atribuído à jornalista está viralizando no Facebook. Em um dia, a postagem já teve mais de 150 mil compartilhamentos. A descrição é a seguinte: “ELIANE CATANHÊDE SOLTA O VERBO!! #LulaNaCadeia!”. Escute o áudio (se ainda estiver publicado) e leia a transcrição dele:

Nunca. Acho que ninguém nunca que pensou que ele não iria se entregar. Agora, eu particularmente acho que tudo isso que tá acontecendo é uma vergonha. Hoje mesmo, a notícia da prisão da presidente da Coreia do Sul, que foi condenada a 25 anos de prisão em regime fechado por corrupção e desde o impeachment dela, em março do ano passado, ela está presa. E lá ninguém fez isso que está se fazendo aqui.

Isso é uma desmoralização para a polícia, pro judiciário, pra todo mundo. Isso mostra realmente os bananas que nós somos. É um povo que é ridicularizado no mundo inteiro, entendeu. Porque eles cercaram aquela titica daquele sindicato e agora? vai negociar o quê? Vai ficar negociando? Ele já disse que não quer ir no avião da Polícia Federal. Ele quer ir em um avião particular para Curitiba. Aí o avião muda a rota. Vai embora pra fronteira do Paraguai, Uruguai, pronto, aí ele foge. É isso?

De desculpe o grupo, eu sou muito politizada, mas eu também sou muito rígida nos meus padrões e nos meus costumes. Fui juíza, sou advogada hoje em dia e acho isso muito um absurdo. Me desculpa.

Desde então esse povo do PT está fazendo desobediência civil. Ameaçando o judiciário, xingando os ministros do Supremo.  Xingando o Sérgio Moro que é um juiz, é uma autoridade. Picharam o prédio da ministra Cármen Lúcia, todo em Minas Gerais. Estão em todo país, fechando estradas com pneu, botando fogo. Todo mundo acha que isso é normal. Isso é democracia… democracia o caramba. Isso não é democracia coisa nenhuma. Isso é baderna, isso é balbúrdia. isso é país que não tem lei. Isso é país que não tem autoridade.

Bem feito para nós. Nós temos mais é que ser ridicularizados e como diz aquele repórter alemão. Brasileiro é igual a cachorro vira-lata. Fica esperando migalha em dia de churrasco, cair no chão. É isso mesmo. A gente não dá um exemplo positivo para o mundo. Só mostra essas porcarias. Fica todo mundo o tempo todo em cima daquele caminhão fazendo desobediência civil, xingando autoridade, dizendo que ministro é isso, que não vai obedecer, que não vai fazer.

Po. Ele sofreu o devido processo legal. Com provas, com testemunha. Foi julgado em primeira instância, condenado. Foi julgado em segunda instância condenado. Pediu habeas corpus no Supremo. Não concedeu. Pediu ao STJ, não foi concedido. Pediu de novo hoje, não foi concedido. Então que bagunça é essa que ninguém obedece uma autoridade. Agora, tem que negociar com a polícia federal, é isso? E todo mundo arriar as calças para o doutorzinho ladrão, filho da mãe. Para ele sair do jeito que quiser e quando quiser. Tudo bem, vocês podem até achar que eu não sou politizada. Mas eu sou muito politizada. Sou professora de Ciências políticas, mas acho que todo país tem que respeitar o judiciário, as leis e isso aqui é uma bagunça.

Eliane Cantanhêde soltou o verbo e criticou Lula em áudio no WhatsApp?

A história circulou muito na internet (assim como os outros casos citados por aqui). Mas será mesmo que a jornalista Eliane Cantanhêde soltou o verbo e criticou Lula em um áudio no WhatsApp? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Antes de falar da autoria, vamos fazer algumas pequenas “correções” no conteúdo. Não vamos entrar no mérito se a pessoa é “politizada” ou “não” (seja lá o que ela que dizer com isso). Mas o fato é que há (no mínimo) dois erros de informação no que ela disse.

O primeiro é que a presidente da Coreia do Sul (condenada a 24 e não 25 anos de prisão) não está presa desde que sofreu impeachment. Park Geun-hye saiu do poder em março de 2017. Ela foi presa em novembro.

A segunda é em relação ao “repórter alemão”. Há algum tempo, o Boatos.org desmentiu a história que dava conta de que um comentarista alemão teria criticado o povo brasileiro. Pelo que sabemos, nenhum outro vídeo do tipo viralizou. Se a mulher estava se referindo a esse, é boato.

Falando em boato, o áudio não é de Eliane Cantanhêde. A própria jornalista tratou de desmentiu o boato por meio de uma postagem no seu perfil do Twitter. Olha o que ela falou:

Atenção! Tem um áudio falso circulando no FB, atribuído a mim e com minha foto. Esclareço voz não é minha, o texto não é meu, eu não divulgaria jamais algo com aquela agressividade. Falso, falso, falso.

Resumindo: a história que aponta que a jornalista Eliane Cantanhêde soltou o verbo e criticou a “desobediência civil” de Lula é falsa. Trata-se de mais uma declaração apócrifa que se apropria de alguém conhecido para crescer e aparecer. Boato.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Eliane Cantanhêde solta o verbo e critica Lula em áudio no WhatsApp #boato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)