Cartilha do MEC estimula crianças a fazer sexo #boato

Boato – Governo lançou uma cartilha que estimula crianças de 9 a 10 anos a fazer sexo. Denúncia foi feita por deputado Jair Bolsonaro.

Na última semana, o Boatos.org desvendou uma história que apontava que um livro infantil continha cenas de sexo. Pois bem, esse boato nem esfriou e já apareceu na internet uma história igual, mas contada com outras palavras: a de que uma cartilha do MEC estimulava crianças de 9 a 10 anos a fazer sexo.

Cartilha do MEC estimula crianças a fazerem sexo, diz boato
Cartilha do MEC estimula crianças a fazerem sexo, diz boato

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

O texto, publicado em diversos blogs, apontava que o livro “Aparelho Sexual & Cia, Um guia inusitado para crianças descoladas” era um escândalo e mesmo assim era recomendado pelo governo para professores utilizarem nas escolas. Leia trechos:

Governo Lança Cartilha que Estimula Crianças de 09 e 10 Anos de Idade a Fazer Sexo: Nossas crianças estão cada vez mais indefesas dentro das próprias escolas. Veja um novo exemplo de livros que estão invadindo as salas de aula com o objetivo de estimular crianças a partir de 9 e 10 anos a fazerem sexo. O livro é sugerido pelo MEC a diretores e professores da rede pública e privada de ensino.

São livros que não ensinam apenas como colocar um preservativo no pênis. Esses livros também interagem com as crianças, como o modelo mostrado abaixo. Ele se chama “Aparelho Sexual & Cia, Um guia inusitado para crianças descoladas”, escrito pela autora francesa Hélène Bruller e editado no Brasil desde 2007 pela Companhia das Letras.

O deputado Jair Bolsonaro também dá a sua contribuição para fomentar a história, assista:

Amigo, nós não vamos entrar no mérito se o livro é válido por dois motivos: 1) não lemos a obra como um todo. 2) Não somos especialistas em educação sexual. Mas, como nós somos especialistas em desvendar balelas, vamos aos fatos.

O primeiro deles é que o livro não é uma “cartilha do MEC”. Na realidade, o livro nem brasileiro é. Ele é o “Aparelho Sexual & Cia, Um guia inusitado para crianças descoladas”, escrito pela autora francesa Hélène Bruller e editado no Brasil desde 2007 pela Companhia das Letras. Se você e o Bolsonaro tivessem lido com atenção isso, não diriam que era do MEC.

Segundo, o livro nem é recomendado pelo MEC. Após a circulação da história, o MEC divulgou a seguinte história no Portal Brasil. Leia:

O Ministério da Educação (MEC) informa, em nota, que não produziu e nem adquiriu ou distribuiu o livro “Aparelho Sexual e Cia”, que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para as crianças e jovens brasileiros. O MEC afirma ainda que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta dos programas de distribuição de materiais didáticos levados a cabo pela pasta.

As informações equivocadas presentes no vídeo, inclusive, repetem questão que tinha sido esclarecida anos atrás. Em 2013, o Ministério da Educação já havia respondido oficialmente à imprensa que “a informação sobre a suposta recomendação é equivocada e que o livro não consta no Programa Nacional do Livro Didático/PNLD e no Programa Nacional Biblioteca da Escola/PNBE”.

“O vídeo que apresenta as obras como sendo do MEC, em nenhum momento, comprova a vinculação do Ministério aos materiais citados, justamente porque essa vinculação não existe”, enfatiza a nota, divulgada na noite desta quarta-feira (13) pelo ministério.

Concluindo: se o livro estivesse tendo milhares de exemplares comprados e distribuídos em bibliotecas, haveria alguma prova. E não há. Há apenas acusações (com textos bem pejorativos, diga-se de passagem) e o desmentido. Sendo assim, podemos afirmar que a história não passa de um boato.

PS: Esse artigo foi uma sugestão dos leitores Cristina Silva e Alessandro Cyrino. Se você quer sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

32 comentários em “Cartilha do MEC estimula crianças a fazer sexo #boato

  • 31/10/2016 em 02:46
    Permalink

    Claro e direto!!!
    O bem mais precioso na infância é a inocência!
    Quem mais pode desejar que crianças se interessem por sexo precocemente senão pedófilos?!
    Criança é criança e tem que ser respeitada, a sexualidade vai aflorar no tempo certo e diga-se que cada um tem o seu tempo.
    RESPEITEM AS CRIANÇAS!!!!

    Resposta
  • 22/01/2016 em 12:14
    Permalink

    Não existe revista semanal que mais incite as crianças e adolescentes a fazerem sexo do que essa tal de malhação. E agora está bem pior, e nada e nem ninguém entra na justiça e fazem tais críticas. Agora fica um Bostanaro desse que até ameaçou em público sua colega deputada em estuprar a mesma,querendo ter moral pra denunciar.

    Resposta
  • 19/01/2016 em 21:49
    Permalink

    O MEC não tem vinculo como o livro? É lógico que tem. Esse livro faz parte de um programa chamado “Programa Livro Aberto”, que é uma parceria entre o MInC e o MEC. Na pagina da SNBP, que distribui os livros, tem uma lista com 2000 livros. O ”Aparelho Sexual e Cia” está na página 13 do arquivo.
    http://snbp.culturadigital.br/formacao-e-desenvolvimento-de-acervos-em-bibliotecas-publicas/

    P.S. Essa não é a pagina que diz desvendar boatos?

    Resposta
    • 20/01/2016 em 12:17
      Permalink

      O fato de o livro estar em uma bibiloteca não quer dizer que foi distribuído em sala de aula.
      Não pode ter livro sobre sexualidade nas bibliotecas?

      Resposta
      • 04/10/2016 em 17:36
        Permalink

        pra crianças de 5 a 9 anos nao> vc acha certo ??

        Resposta
    • 11/07/2016 em 18:39
      Permalink

      Cria vergonha na cara e pesquise um pouco antes. Biblioteca pública e MEC são orgãos totalmente distintos.

      Resposta
  • 17/01/2016 em 02:35
    Permalink

    A cegueira ideológica é tão grande que o blog se vale da versão do MEC para afirmar que é boato. É só conferir na página 13 da Lista de Obras Selecionadas para Implantação nas Bibliotecas Públicas, que o livro está lá desde 2010 – snpb.culturadigital.br/wp-content/arquivos/2014/07/Listadeobras-Implantação2010.pdf

    Resposta
    • 19/01/2016 em 22:14
      Permalink

      Eu fiz essa pesquisa, Vera Burck e postei isso lá na página do Bolsonaro. Tomara que ele veja e desmascare o MEC.
      Obs. Esse site é um lixo.

      Resposta
  • 16/01/2016 em 16:14
    Permalink

    Esta é a página: Dep. Jair Bolsonaro para presidente.
    E Wilson de Sá é quem a assina. Há muito deixei de ler as matérias desse cidadão por haver constatado inveracidades, mesmo sendo contra os PTralhas.
    O boatos.org cumpriu a sua obrigação de constatar se a página é realmente do Bolsonaro, ou está apenas espalhando mais boatos, fazendo jus ao seu nome boatos.org? Havia algum vídeo do Bolsonaro acusando o MEC de tais crimes, pois, isso é crime? Tenho visto o Mitonaro falar sobre o Kit Gay e isto não é boato nenhum.
    Bolsonaro é por enquanto o único cara ficha limpa. Claro que não nasci ontem, para acreditar em pessoas perfeitas.
    Se alguém quer fazer o seu aparelho excretor de vagina que o faça, mas, que não esqueça que a casa tem dono (o cocô) e que o contato da glande com as fezes pode transmitir sérias enfermidades.
    Deixem em paz as nossas crianças.

    Resposta
  • 16/01/2016 em 01:59
    Permalink

    O Bolsonaro é um idiota mentiroso, disseminador de boatos e conflitos, como deputado é um fiasco, um peso morto, um vil cidadão que aproveita da imbecilidade coletiva pra domar uma multidão de imbecis que acreditam em suas sandices. O fato aqui é que não houve livro, não houve fato, portanto todos comentarios que ainda tenta defender ou questionar o livro deve ser de mais um Bolsonarista idiota.
    EM breve o Bolsonaro convencerá seus seguidores a fazerem a inquisição, vão c=queimar todos os livros que ele julgarem contrário a sua “fé”, estarão tentando levar o Brasil a épocas medievais em nome de sua estupidez.

    Resposta
  • 16/01/2016 em 01:36
    Permalink

    No You Tube existem denuncias de cartilhas semelhantes em tres municípios, o site vai dizer que é mentira tambem? Reportagens exibidas pela Rede Record e Rede TV.

    Resposta
    • 17/01/2016 em 12:51
      Permalink

      Aí talvez tenha sido o município que adquiriu alguns livros de forma independente. Afinal, qual seria o objetivo de mandar para 3 municípios somente? Se quisessem mesmo uma doutrinação em massa, o serviço de inteligência deles é péssimo.

      Resposta
  • 15/01/2016 em 23:10
    Permalink

    Quem distribuiu os livros nas escolas?
    Que acham os professores, diretores das escolas e país de alunos?
    Qual a posição do MEC, sobre os assuntos?
    O MEC defende alunos ou governo? Ou se responsabiliza pela educação no Brasil.
    O LIVRO DITO É REALMENTE INDICADO PARA REALIDADE BRASILEIRA? Uma vez escrito por francesa, sei se conhece o Brasil.
    CUIDADO COM BURROS MOTIVADOS…

    Resposta
    • 17/01/2016 em 12:54
      Permalink

      E qual seria a sugestão? Proibir a veiculação de qualquer livro que fale sobre sexo e que não seja produzido no Brasil? Dá um tempo né…

      Resposta
  • 15/01/2016 em 20:01
    Permalink

    Aonde está a nota oficial do MEC?

    Resposta
  • 15/01/2016 em 14:52
    Permalink

    O senhor Jair Bolsonaro não passa de um inútil. Ele já está na câmara Federal há mais de 20 anos e até hoje não apresentou um projeto de relevância para o povo brasileiro. Além do mais faz parte de uma oposição irresponsável que não ajuda em nada o país e só cria ódio e discórdia entre o nosso povo, além dos boatos ridículo como esse.

    Resposta
  • 15/01/2016 em 03:04
    Permalink

    O livro foi sim colocado a disposição de professores e escolas no ano de 2013! Continuem assim e perderam toda a credibilidade! há uma matéria de 2013 no Correio Brasiliense que prova isso! Infelizmente o site não permite que o link seja colocado no meu comentário! MEC=PT e PT=Mentiras! Acorda Brasil!

    A matéria é de 04/02/2013 e foi postada às 16:40h.

    Resposta
    • 15/01/2016 em 17:30
      Permalink

      @Sergio

      Sergio, não seja irresponsável nem ingênuo. Coloca o titulo da matéria do correio.

      Resposta
      • 16/01/2016 em 20:13
        Permalink

        Creio que o título dessa matéria é “Livro sobre educação sexual causa polêmica entre pais e professores”.

        Resposta
  • 15/01/2016 em 02:12
    Permalink

    Além da boçalidade inata, o Boçalnato deu (opa!) pra mentir.

    Resposta
  • 14/01/2016 em 18:06
    Permalink

    Depois querem combater prostituição infantil, são uns nojentos pervertidos, hipócritas…. Vão dar para seus filhos,netos lerem cambada de escrotos

    Resposta
    • 15/01/2016 em 17:31
      Permalink

      Caralho, como vc é burra, leu e não entendeu ou nem leu?

      Resposta
        • 19/01/2016 em 14:48
          Permalink

          A matéria não demonstra em momento algum os simbolos do governo federal e do MEC obrigatorios quando um material é comprado pelo mesmo, pois é LEI, um material comprado por orgão publico em grande quantidade tem o simbolo do governo e do ministerio da educação na capa quando é a nivel federal, e dos orgaos estaduais quando é a nivel estadual. A matéria não prova absolutamente nada.

          Resposta
        • 22/01/2016 em 19:07
          Permalink

          Bom, eu não sou petista e odeio esse tipo de mentira que o bolsonaro espalhou. O livro existe, se é adotado por alguma escola, não significa que é a nível federal. E outra, criança entre 9 e 10 já pode – e deve – saber dos fatos da vida, isso não é problema nenhuma. Na escola em que eu estudei, PARTICULAR – tinha um livro desse estilo, mas não podíamos retirar, só ler em aula de leitura.
          E quanto à lista do programa Livro Aberto, o fato do livro constar na lista não significa que será adotado em sala de aula, mas que estará no acervo da biblioteca. Não confundam as coisas.

          Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)