Origem do nome Black Friday vem da venda de escravos nos EUA #boato

Boato – A Black Friday nasceu da venda de escravos negros nos Estados Unidos depois do Dia de Ação de Graças. 

A tradicional Black Friday (sexta-feira negra) acontece sempre na sexta-feira seguinte ao Thanksgiving Day (Dia de Ação de Graças). O feriado de Ação de Graças é tradicionalmente comemorado nos Estados Unidos e no Canadá, sendo um dia de agradecimento a Deus pelos bons momentos durante o ano. Apesar disso, a Black Friday tomou outras proporções e hoje é realizada em todo o mundo.

Leia também:

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

O objetivo da Black Friday é a venda de produtos com descontos. Nesse período, as lojas costumam lucrar bastante. Mas você sabe quando a data surgiu ou qual é a explicação para o nome Black Friday? Neste ano, algumas postagens antes da tradicional data tentavam explicar os primórdios do nascimento da Black Friday. Uma dessas postagens afirmava que a data foi criada, porque os escravos, nesse dia, eram vendidos a preços promocionais. Confira:

E você achando mesmo que o nome sexta feira negra era só uma jogada de marketing. “Black” friday era o nome dado ao dia seguido após o dia de açoes de graças a venda de escravos com preços promocionais nos EUA. Repense seu consumismo!

Origem do nome Black Friday vem da venda de escravos nos EUA?

Mas será que esse é motivo real para o nome Black Friday? A resposta é não. O termo Black Friday foi usado pela primeira vez em 1869. Nesse ano, os americanos Jay Gould e James Fisk tentaram tomar o mercado de ouro na Bolsa de Valores de Nova York. Um detalhe, isso aconteceu seis anos após a escravatura ter sido abolida nos Estados Unidos e não tinha nada a ver com o comércio após o dia da Ação de Graças.

Só no meio do século XX é que o termo teve a primeira ligação com o dia de ação de graças. Mesmo assim, não era positiva.  a Black Friday era usada para denotar o trânsito, que se tornava um caos, e a ressaca “de trabalho” após o Dia de Ação de Graças.

O termo começou a ser usado mais recentemente em conjunto com as vendas. Nos anos de 1980, jornais começaram a falar do aumento de vendas graças à queda de preços em comércios de produtos sobressalentes após o Dia de Ação de Graças. Na mesma época, o comércio começou a perceber que usar o termo seria uma oportunidade. E aí a Black Friday se popularizou.

A origem não totalmente conhecida abre muitas brechas. Porém, nenhuma diz respeito à vende de escravos por preço promocional. Vale apontar que foi nos Estados Unidos que esta lenda surgiu. A história foi desmentida pelo site Snopes (um Boatos.org de lá) em 2015. 

Resumindo: a história que aponta que a Black Friday surgiu do comércio de escravos é falsa. A origem do termo vem de um período posterior ao fim da escravidão nos Estados Unidos e a ligação com o comércio é muito mais recente.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Um comentário em “Origem do nome Black Friday vem da venda de escravos nos EUA #boato

  • 24/11/2017 em 13:30
    Permalink

    Ouvi dizer que as tintas usadas na escrituração dos livros contábeis , nos estados unidos, são a vermelha e a preta. Vermelho para débito e preta pra crédito. O nome Black Friday vem de sair do “vermelho” com a promoção da loja. Mas não consigo citar as fontes de cabeça. Pode ser um boato

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)