Tsunami vai atingir Maceió no dia 29 de novembro #boato

By | 03/11/2016

Boato – Um alerta aponta que um tsunami vai atingir a cidade de Maceió no dia 29 de novembro. Maceió está na rota do tsunami

Desde que aconteceu o chamado “tsunami meteorológico” (que não é um tsunami em si), muito tem se falado nos riscos do fenômeno acontecer no Brasil. E, em se tratando de desastre natural, a boataria corre solta.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Tsunami vai acontecer no dia 29 de novembro em Maceió, diz boato

Tsunami vai acontecer no dia 29 de novembro em Maceió, diz boato

Já desmentimos aqui no Boatos.org a história que apontava que a Nasa teria emitido um alerta de um tsunami no Brasil. Depois disso, “ameaças” apareceram em diversos estados do Brasil como Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e outros. Porém, nenhuma dessas ameaças foram tão fortes como a de Maceió. Leia texto que circula online:

Atenção a todos que moram em Maceió, principalmente na parte Baixa. Foi divulgado agora pouco um alerta de emergência para o dia 29 de Novembro, propriamente dito às 3:30 da madrugada, uma grande onda forte está invadindo a cidade de Maceió. Este comunicado veio diretamente de Brasília do sistema operacional em temperatura, envie essa mensagem para o máximo de pessoas que você puder. Para que no dia 29 de Novembro, procurem não ficaram na parte baixa de Maceió.  Não sei se a informação procede, mas é bom ficarmos alerta.

Para botar mais fogo na história, uma capa de um jornal foi muito compartilhada. Ela tinha a notícia “Maceió na rota de tsunami” com a descrição “segundo estudiosos, uma onda gigante de 300 km de extensão e 30 metros de altura pode atingir o Caribe, Costa Leste dos Estados Unidos e até o Nordeste brasileiro, inclusive o litoral alagoano”.

Tsunami vai atingir Maceió no dia 29 de novembro?

Pronto. Bastou isso para a notícia do tsunami no dia 29 de novembro ganhar ainda mais força. Mas será mesmo que a ameaça é real? A resposta é não. Para você entender o caso, vamos aos fatos.

Alguns pontos derrubam as teses apontadas acima. O primeiro deles é que não é possível, ao contrário do que o texto do WhatsApp sugere, prever a data e hora de um tsunami. Ele acontece após outro desastre natural (normalmente, um terremoto). E não há como prever terremotos (pelo menos por enquanto).

Mais do que isso: não há placas tectônicas que possam provocar o fenômeno no Brasil. Isso diminuiu o risco de um tsunami no Brasil a praticamente zero. Há apenas um tipo de possibilidade de tsunami por aqui e ela ainda divide pesquisadores.

Trata-se do risco de erupção de um vulcão nas Ilhas Canárias que poderiam (ou não) trazer ondas gigantes no Brasil. Porém, mesmo os que preveem a erupção apontam que isso deve acontecer em até 10 mil anos. Com certeza, é um prazo muito maior do que o dia 29 de novembro.

Para além disso, a própria A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) publicou um desmentido sobre a ameaça de tsunami. Leia nota do órgão:

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) esclarece algumas informações de procedência duvidosa que estão sendo disseminadas nas redes sociais, em mídias como WhatsApp, além de uma publicação em um jornal veiculado em Maceió.

O geólogo da Semarh, Wilton Rocha, explica que o fenômeno tsunami ocorre, geralmente, nas regiões do Oceano Pacífico e não no Oceano Atlântico, onde está localizada a costa brasileira. Segundo o geólogo, é no Oceano Pacífico que as movimentações de placas tectônicas acontecem e consequentemente quando o foco é no oceano, a tsunami se forma.

“O que acontece no Oceano Atlântico é o inverso do Oceano Pacífico. A placa tectônica da África se afasta da placa da América do Sul e não provoca qualquer tipo de choque. Ou seja, o que foi noticiado e disseminado sobre um alerta de emergência de um tsunami em Maceió é completamente falso”, ressalta o geólogo.

O meteorologista da Sala de Alerta da Semarh, Vinícius Nunes Pinho, explica que a notícia publicada no jornal, bem como o que tem sido replicado nas redes sociais, destoa do foco principal do trabalho de órgãos que atuam na prevenção de desastres naturais no Estado de Alagoas, a exemplo da própria Semarh, Defesa Civil Estadual e Corpo de Bombeiros.

“A prevenção de desastres naturais são trabalhos desenvolvidos de forma séria e o Estado de Alagoas tem se valido destas ações no constante monitoramento de riscos contra a população. Notícias como as que estão sendo repercutidas não atentam para a nossa atual realidade”, finaliza o meteorologista.

Como dito na nota, a chance de acontecer um tsunami no Brasil é praticamente zero (a gente só não fala zero por precaução). Resumindo: não só não vai acontecer tsunami algum em Maceió no dia 29 de novembro como as chances do desastre natural acontecer no Brasil é muito, mas muito pequena. Mais ou menos como ganhar três vezes na Mega-Sena.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão dos leitores Márcio Bezerra e Leandro Farias da Silva. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato pelo siteFacebook ou envie uma mensagem para o número (61) 99331-6821 no WhatsApp.

3 thoughts on “Tsunami vai atingir Maceió no dia 29 de novembro #boato

    1. Lucho

      É a mais absoluta verdade. Você não leu o texto, criatura lazarenta? E além do mais, se está na Internet, é verdade, como já disse Machado de Assis.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *