Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Tecnologia > Corrente falsa aponta para cobrança de fotos no WhatsApp e mensagem “não autorizo”

Corrente falsa aponta para cobrança de fotos no WhatsApp e mensagem “não autorizo”

WhatsApp vai começar a cobrar por fotos amanhã e é preciso publicar mensagem não autorizo, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – O WhatsApp vai começar a cobrar um valor por fotos publicadas e é preciso publicar uma mensagem com texto “não autorizo” para se livrar das taxas.

Análise

Voltou a circular na Internet, principalmente no WhatsApp, uma mensagem que está deixando algumas pessoas preocupadas. Ela dá conta de que os administradores do aplicativo de mensagens iriam começar a cobrar por imagens.

O texto aponta também que haveria uma forma de se livrar da cobrança: publicando um texto que começa com “não autorizo”. Leia o conteúdo do texto:

Confira o desmentido em vídeo:

NÃO AUTORIZO NÃO AUTORIZO NÃO AUTORIZO NÃO AUTORIZO Lembre-se, amanhã começa a nova regra do WhatsApp que permite o uso de suas fotos!! Lembre-se que o prazo é hoje!!! Ele pode ser usado em ações judiciais contra você. Tudo o que você publicou pode ser publicado a partir de hoje, até mesmo as mensagens excluídas.

Vídeo: é falso que médico favorável a Ivermectina ganhou prêmio de Melhor Cientista do mundo

Não custa nada mais do que simplesmente copiar/colar este aviso e encaminhá-lo; É melhor estar seguro do que ser violado. Não dou permissão ao Whatsapp ou a qualquer organização associada ao Whatsapp, como Facebook e Instagram, para usar minhas imagens, informações, mensagens, fotos, mensagens excluídas, arquivos, etc. Isso é real. Eu compartilho!!!!!!!! NÃO AUTORIZO

Compartilhe em 10 grupos e um sinal como este aparecerá no seu WhatsApp: ✅ isso significa que seu telefone está protegido contra a nova regra. No sábado o WhatsApp será cobrado. Se você tiver pelo menos 10 contatos, envie esta mensagem para eles. Dessa forma, eles verão que você é um usuário regular e seu logotipo ficará azul e permanecerá gratuito. Falou-se disso hoje na imprensa. O WhatsApp custará 0,01 euros por mensagem. Envie esta mensagem para 10 pessoas. Ao fazer isso, a luz ficará azul, caso contrário o WhatsApp ativará o faturamento.

Checagem

Na parte da checagem do conteúdo, vamos destacar algumas questões a serem respondidas. São elas: 1) É verdade que o WhatsApp vai começar a cobrar por fotos enviadas no aplicativo? 2) Publicando a mensagem “não autorizo” no WhatsApp, você vai se livrar da cobrança? 3) O podemos falar da história em questão?

É verdade que o WhatsApp vai começar a cobrar por fotos enviadas no aplicativo?

Não. Na realidade, a Meta, empresa responsável pelo WhatsApp, não poderia e nem deveria incorrer neste erro. Um dos grandes segredos do aplicativo de mensagens é justamente manter o serviço gratuito e ilimitado. A única cobrança que pode haver é no caso de uso de dados móveis (ainda sim, a maioria das operadoras não cobra pelo uso do aplicativo). Além disso, o texto que está circulando é um velho conhecido no mundo das fakes.

Publicando a mensagem “não autorizo” no WhatsApp, você vai se livrar da cobrança?

A única coisa que pode ocorrer se você compartilhar o texto em questão é você passar vergonha. O WhatsApp não irá cobrar por fotos. Porém, se fosse cobrar não seria com o compartilhamento de uma mensagem como essa você se livraria da cobrança.

Todas as regras previstas para o uso do WhatsApp estão nos termos e condições para uso do aplicativo (aquele que ninguém lê). Qualquer mudança sobre cobranças teria que passar por um aceite do usuário (caso não aceite, só há opção de não utilizar). Ou seja: nada mudaria com uma mensagem no aplicativo.

O podemos falar da história em questão?

Além de tudo que falamos, há três fatores a destacar. O primeiro é o histórico. Há anos que este tipo de mensagem “não autorizo” circula em redes sociais. Já desmentimos versões que falavam sobre Facebook e, claro, o próprio WhatsApp.

O segundo é a falta de lógica de uma mensagem como essa funcionar. As mensagens no WhatsApp são criptografadas de ponta-a-ponta. Ou seja: não há como fazer um aviso público em uma mensagem privada. O terceiro está na falta de qualidade da mensagem. Nunca um comunicado com tantos erros e zero coesão poderia ser aceito.

Conclusão

Fake news ❌

É falso que as mensagens no WhatsApp passarão a ser cobradas. Também não adianta nada você ficar repassando corrente porque não vai lhe ajudar. O texto é só uma clássica fake news que insiste em circular.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)